39 mortos confirmados em Génova. “Foi erro humano”

Vigili del Fuoco

O Governo italiano declarou o “estado de emergência” por 12 meses em Génova, onde esta terça-feira a queda de um viaduto matou pelo menos 39 pessoas, e vai prestar um primeiro apoio de cinco milhões de euros.

“Nós ouvimos o pedido do presidente da região e decretámos o estado de emergência por 12 meses”, declarou o primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, à imprensa, no final de uma reunião extraordinária do Conselho de Ministros, que decorreu em Génova, no noroeste de Itália.

O Governo italiano também desbloqueou uma verba de cinco milhões de euros do fundo de emergência nacional, adiantou o chefe do executivo italiano. “Este é um primeiro passo do Governo face a esta tragédia”, comentou Conte.

O executivo vai também declarar um dia de luto nacional, mas o primeiro-ministro referiu que o dia está ainda por determinar, já que o objetivo é que coincida com os funerais das vítimas.

O ministro das Infraestruturas, Danilo Toninelli, exigiu a demissão da direção da empresa Autostrade per l’Italia, filial da Atlantia e responsável pela gestão da ponte, e realçando que “se a concessionária não tem capacidade de gerir” as autoestradas italianas, “a concessão deve terminar“.

A concessionária assegurou, por seu turno, que o viaduto estava sujeito a controlos periódicos, de acordo com as normas do país – declaração que contrasta com as diversas imagens entretanto divulgadas nas redes sociais que colocam em causa o estado de conservação da ponte e lançam sérias dúvidas sobre as suas condições de segurança.

O balanço mais recente das autoridades dá conta de 39 mortos e 16 feridos. De acordo com a delegação do Governo em Génova, 37 das vítimas mortais estão identificadas, enquanto estão a ser realizados exames de ADN a outros dois mortos. Dos 16 feridos, 12 continuam em estado grave.

Segundo o jornal italiano La Repubblica, entre as vítimas encontram-se pelo menos duas famílias com crianças, um chef chileno e vários turistas franceses com cerca de 20 anos.

O acidente ocorreu na terça-feira, cerca das 12:00 horas locais, quando um troço de cerca de 100 metros da ponte Morandi, que tem um quilómetro de longitude e uma altura de 90 metros, caiu sobre uma autoestrada, soterrando vários veículos. O momento da queda da ponte foi captado em vídeo e divulgado no YouTube.

As equipas de socorro continuam no local e procuram retirar os escombros o mais depressa possível, um trabalho complicado que se prolongará durante os próximos dias, indicou a Cruz Vermelha, em comunicado.

Procurador de Génova diz que “foi erro humano”

A Procuradoria de Génova abriu um inquérito por negligência e homicídio múltiplo, na sequência da queda da ponte de Morandi, que esta terça-feira matou pelo menos 39 pessoas.

Não foi uma fatalidade, foi erro humano“, disse aos jornalistas o procurador principal de Génova, Francesco Cozzi, após uma visita à zona do viaduto que colapsou.

Temos de responder apenas a uma questão – porque aconteceu isto? Esta é a nossa tarefa e devemos fazer tudo o que for necessário para encontrar a resposta”, disse o procurador, que anunciou a abertura de um inquérito por negligência e homicídio múltiplo.

“Quando terminar a fase da busca de vítimas e de eventuais desaparecidos, o inquérito entrará noutra fase, e serão analisados todos os aspectos relativos à protecção, realização de trabalhos e manutenção da ponte”, acrescentou o magistrado.

“Sabemos que foram feitas declarações no passado e que agora serão aprofundadas, como aquelas, em 2012, que diziam que esta estrutura estaria em colapso ao fim de 10 anos”, disse Cozzi. “Temos de perceber se foram polémicas políticas ou afirmações de fontes qualificadas com base em dados”, concluiu o procurador.

O vice-primeiro-ministro Mateo Salvini, por seu turno, declarou no Twitter que iria “trabalhar para identificar os culpados deste desastre, que não ficarão impunes“.

“Os responsáveis por este desastre têm nome e apelido, e vão pagar, vão pagar tudo, vão pagar caro”, afirmou o vice-primeiro-ministro italiano.

ZAP // Lusa / NPR

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. “um troço de cerca de 100 metros da ponte Morandi, que tem um quilómetro de longitude e uma altura de 90 metros, caiu sobre uma autoestrada”. Por mais que eu me esforce, não consigo ver nenhuma auto-estrada debaixo do troço da ponte que caiu! Parecem-me linhas férreas e não uma auto-estrada. A única auto-estrada aqui deverá ser a que passa pelo viaduto cujo troço caiu!

  2. Mas não havia uma foto com um raio que caía sobre a ponte? Agora já é erro humano? Esta mania de que tudo tem “culpa” e que temos de despedir alguém e dar dinheiro … se as pessoas estivessem caladas até se apurarem todos os factos era tão mais produtivo. E sim, também não vejo nenhuma auto-Estrada….

RESPONDER

Encontrado no fundo do mar um organismo "sobrenatural" tão grande como um prédio de 11 andares

Uma equipa de investigadores capturaram imagens de um organismo "sobrenatural" nas águas da costa da Austrália Ocidental. Uma equipa a bordo de RV Falkor, o navio de investigação principal do Schmidt Ocean Institute, localizou o organismo, …

Há 1.400 anos, uma estranha luz vermelha apareceu no Japão (e já sabemos o que era)

O registo mais antigo de um fenómeno astronómico observado no Japão deixou uma marca importante na história japonesa e na literatura clássica. O fenómeno data de 30 de dezembro de 620 e há séculos que …

Cientistas convertem água em combustível solar

Uma equipa de investigadores britânicos usou uma metodologia única que permite transformar água em combustível solar, que pode ser uma solução para energia renovável. Esta metodologia única utilizada por uma equipa de cientistas da Universidade de …

"Em Casa d’Amália": RTP comemora cententário da fadista

A Fundação Amália Rodrigues junta-se à RTP para assinalar o centenário da fadista. O programa Em Casa d’Amália tem estreia marcada para a próxima sexta-feira (10) e reúne várias figuras da música portuguesa da atualidade. O …

Desapareceram 21 milhões de números de telefone na China. Mas o mistério foi resolvido

O porta-voz de uma das três maiores operadoras chinesas confirmou o desaparecimento dos utilizadores, mas deu uma explicação para este mistério. Nos últimos dias, surgiram vários relatos de notícias que davam conta de que, entre janeiro …

Mercadona doa 20 mil quilos de chocolate aos profissionais de saúde e aos mais carenciados

A Mercadona anunciou, esta quarta-feira, a doação de 20 mil quilos de chocolate ao Banco Alimentar Contra a Fome do Porto. O objetivo é proporcionar uma Páscoa mais doce aos mais carenciados e aos que …

"Paciente 1" em Itália recupera (e dá as boas-vindas a Giulia, a sua filha recém-nascida)

Giulia, a filha recém-nascida do "paciente 1" de Itália, veio para trazer alguma esperança ao país, em plena pandemia de covid-19. Mattia, de 38 anos, foi internado no dia 20 de fevereiro no hospital de Codogno, …

Investigadores transformaram o coronavírus em música (e já o podemos ouvir)

Uma equipa de investigadores do Instituto de Tecnologia de Massachussets (MIT) conseguiu transformar em som a estrutura da proteína spike, que permite que o novo coronavírus adira às células para infetá-las. Até agora, já pudemos ver …

Autoeuropa quer recorrer ao lay-off (e retomar produção a 20 de abril)

A administração da Autoeuropa quer promover um regresso gradual ao trabalho a partir de 20 de abril, pretendendo recorrer ao lay-off simplificado para os trabalhadores que não regressem ao trabalho nessa data. “O regresso ao trabalho …

Ex-mulher de astronauta acusada de mentir sobre o "primeiro crime espacial"

A ex-mulher da astronauta da NASA Anne McClain, Summer Worden, foi acusada formalmente de mentir sobre o "crime espacial" que McClain terá cometido. Em agosto de 2019, o jornal norte-americano The New York Times noticiou que …