Morreram os primeiros dois capacetes azuis vítimas da covid-19

ZIPI / EPA

Dois militares da força de manutenção da paz das Nações Unidas no Mali morreram devido à covid-19, os primeiros entre cerca de 100.000 soldados e polícias destacados em 15 missões no mundo.

“Infelizmente, ontem [quinta-feira] e hoje [sexta-feira], dois dos nossos colegas militares morreram por causa da covid-19”, afirmou o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, numa cerimónia na sede da ONU, em Nova Iorque, para prestar homenagem às forças de manutenção da paz que foram vítimas de conflitos.

“Um era do Camboja, o outro de El Salvador, ambos membros da operação de paz da ONU no Mali, Minusma”, disse o antigo primeiro-ministro português.

A ONU confirmou que estes foram os primeiros ‘capacetes azuis’ cujas mortes foram diretamente atribuídas à pandemia.

Incluindo militares, polícia, civis e todo o pessoal associado, o número total de infeções atingiu esta sexta-feira 137 casos em operações de paz, com 53 doentes curados e as duas mortes mencionadas por Guterres, de acordo com as Nações Unidas.

A Minusma, no Mali, é a operação mais afetada pela doença, com 90 casos confirmados de contaminação, dos quais 43 doentes curados e as duas mortes.

Seguem-se as missões de paz na República Democrática do Congo (Monusco), com 21 casos confirmados de infeção e três doentes curados até à data, e na República Centro-Africana (Minusca), com 17 casos de infeção e dois doentes curados.

Outros casos de contaminação entre as forças de manutenção da paz foram comunicados no Sudão do Sul, Líbano, Israel e Darfur (Sudão), informou a ONU.

Portugal tinha, no início do ano, 19 militares no Mali, 17 dos quais na missão de Treino da União Europeia e dois na missão integrada das Nações Unidas de estabilização do país. Na República Centro-Africana, Portugal está presente desde o início de 2017, no quadro da Minusca e da Missão Europeia de Treino Militar-República Centro-Africana.

A que já é a 7.ª força nacional destacada, que tem a função de Força de Reação Rápida, integra 180 militares, na sua maioria paraquedistas, mas também de outras unidades do Exército e ainda três controladores aéreos avançados da Força Aérea.

Em 2019, 83 militares, polícias e civis de 39 países diferentes perderam a vida em operações de paz das Nações Unidas.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 360 mil mortos e infetou mais de 5,8 milhões de pessoas em 196 países e territórios. Mais de 2,3 milhões de doentes foram considerados curados.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Tribunal de Justiça da UE rejeita recurso de suspeito do caso Maddie

O Tribunal de Justiça da União Europeia rejeitou, esta quinta-feira, o recurso de Christian B. contra a sua detenção, após ser extraditado para a Alemanha por um juiz italiano, em execução de mandado europeu. Christian B. …

Antigo gestor de Isabel dos Santos denuncia "contrato falso" da Sonangol

O antigo assessor da empresária Isabel dos Santos na Sonangol, Mário Leite da Silva, queixou-se junto de reguladores internacionais sobre um “contrato falso” que terá lesado a petrolífera angolana em 193 milhões de euros em …

Presidente do Líbano pede ajuda na ONU para a reconstrução pós-explosão

O Presidente do Líbano, Michel Aoun, pediu na quarta-feira à comunidade internacional apoio para a reconstrução do principal porto do país e dos bairros de Beirute destruídos pela catastrófica explosão ocorrida em agosto. Na sua intervenção pré-gravada …

Ninguém foi indiciado pela morte de Breonna Taylor. Dois polícias baleados durante protestos

Um painel de jurados do Kentucky indiciou esta quarta-feira apenas um polícia por disparar contra apartamentos na vizinhança, mas não avançou com acusações contra nenhum polícia na morte da jovem negra Breonna Taylor. Imediatamente após o …

Multas de transportes públicos não são cobradas há três anos (e já chegam aos 17,6 milhões de euros)

As multas nos transportes públicos não estão a ser cobradas desde setembro de 2017 e já chegam a mais de 17,68 milhões de euros. As primeiras multas desde que foi alterado o regime de sanções, …

Football Leaks. PGR e FPF só souberam de ataques informáticos pela PJ

A Procuradoria Geral da República (PGR) e a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) só souberam que tinham sido alvo de ataques informáticos através da Polícia Judiciária (PJ), revelou esta quinta-feira o inspetor José Amador no …

Governo prolonga prazo das moratórias até setembro de 2021. Portugal em contingência até 14 de outubro

O Conselho de Ministros decidiu prorrogar, esta quinta-feira, a vigência da situação de contingência em Portugal continental até às 23h59 de 14 de outubro. As moratórias de crédito foram prolongadas até 30 de setembro de …

Trump diz que diretrizes mais rigorosas para aprovação de vacina são “jogada política”

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse, esta quarta-feira, que a Casa Branca “pode ou não” aprovar novas directrizes da Food and Drug Administration. As novas diretrizes para aprovação de vacina contra a covid-19 exigem …

Maduro insta ONU a criar fundo que garanta alimentos e medicamentos

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, propôs que a Organização das Nações Unidas (ONU) crie um fundo rotativo de compras públicas para garantir o acesso a alimentos e a produtos de saúde, financiado com recursos …

Mais três mortes e 691 novos casos de covid-19 em Portugal

Portugal regista, esta quinta-feira, mais três mortes e 691 novos casos de infeção por covid-19 em relação a quarta-feira, mostra o boletim mais recente da Direção-Geral de Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da …