Míssil que aterrorizou Japão “foi só o começo”

(dv) KNS / KCNA

O líder norte-coreano Kim Jong-un

O líder norte-coreano, Kim Jong-un, prometeu novos lançamentos de mísseis e garantiu que o disparo desta terça-feira (29) – condenado pela ONU por unanimidade – foi apenas o “começo”.

O lançamento do Hwasong-12, míssil balístico de médio alcance que atravessou o arquipélago nipónico, representa uma nova escalada na crise norte-coreana, um mês após Pyongyang ter disparado dois mísseis balísticos intercontinentais com potencial para alcançar boa parte do continente americano.

O projétil percorreu 2,7 mil km, a uma altitude máxima de 550 km, antes de cair no Pacífico. Numa nota publicada esta quarta-feira, a agência oficial de notícias norte-coreana, a KCNA, cita o líder Kim Jong-un que anuncia “mais exercícios de disparos de mísseis balísticos no futuro, com o alvo no Pacífico”.

O lançamento de terça-feira foi “um começo importante para conter Guam, base avançada da invasão”, declarou, referindo-se a um “avanço das respostas” frente às manobras militares que os Exércitos norte-americano e sul-coreano realizam na Coreia do Sul. Pyongyang considera que os exercícios militares são um ensaio geral para uma invasão ao seu território.

É a primeira vez que Pyongyang declara ter enviado um míssil sobre o território japonês. Em 1998 e em 2009, a Coreia do Norte lançou foguetes que sobrevoaram o Japão, mas, nas duas as ocasiões, o regime norte-coreano argumentou que se tratava de veículos espaciais.

Trump diz que falar com a Coreia do Norte “não é solução”

“Os Estados Unidos têm falado com a Coreia do Norte e pago dinheiro de extorsão durante 25 anos. Falar não é solução!“, escreveu Donald Trump num tweet ambíguo.

A Casa Branca não respondeu até ao momento a questões sobre este tweet de Trump.

No passado, a Coreia do Norte suspendeu temporariamente as atividades nucleares quando os EUA e outros países aceitaram enviar ajuda alimentar e outros tipos de contrapartidas.

O comentário do Presidente norte-americano surge dois dias depois de a Coreia do Norte ter lançado um míssil que sobrevoou o Japão e caiu no Oceano Pacífico, teste que foi condenado pela Coreia do Sul e pelo Japão, Rússia, EUA, União Europeia, Alemanha, França e Reino Unido, entre outros.

Ontem, Trump já tinha afirmado que “todas as opções estão em cima da mesa” em relação à resposta perante as manobras do regime liderado por Kim Jong-Un.

A afirmação do chefe de Estado segue um sentido diferente das recentes declarações do seu secretário de Estado, Rex Tillerson, que tem mostrado abertura para dialogar com Pyongyang.

“Eles estão dispostos a limitar os seus atos provocatórios e talvez seja por aí o caminho para uma forma de diálogo num futuro próximo”, disse o chefe da diplomacia norte-americana há uma semana.

No sábado, a Coreia do Norte já tinha disparado três mísseis de curto alcance no mar do Japão, quando milhares de soldados norte-americanos e da vizinha Coreia do Sul participavam em manobras, no âmbito de exercícios militares anuais, na Península Coreana.

Estes lançamentos ocorrem num contexto de tensão exacerbada entre Washington e Pyongyang.

No início de agosto, em plena escalada de tensão com a Coreia do Norte, Trump ameaçou o regime norte-coreano com “fogo e fúria nunca vistos”, tendo ainda declarado que a opção militar estava pronta para ser acionada. Na mesma altura, o líder norte-americano também assegurou que o arsenal nuclear dos EUA era “o mais poderoso e forte de sempre”.

ZAP // RFI / Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Estou curioso em chegar ao Natal e todos perguntam em coro, como? Vamos ter “Leitão Assado” e o churrasco já nos espera. Imaginem a charada…? 🙂 🙂 🙂

RESPONDER

Listrada ou com manchas? Encontrados ventos e correntes na anã castanha mais próxima

Uma equipa de investigadores liderada pela Universidade do Arizona, nos Estados Unidos, encontrou bandas e listras na anã castanha mais próxima da Terra. A descoberta sugere a existência de processos que agitam a atmosfera da …

Encontradas fibras de poliéster em todo o Oceano Ártico

Investigadores encontraram fibras de poliéster em todo o Oceano Ártico. As evidências sugerem que lavar as nossas roupas está a contribuir para esta contaminação. Há muito tempo que o Ártico provou ser um barómetro da saúde …

Campus universitários nos Estados Unidos podem tornar-se super-propagadores da covid-19

Os campus universitários podem tornar-se super-propagadores do novo coronavírus, que causa a covid-19, para toda a sua área de abrangência, concluiu uma nova investigação levada a cabo nos Estados Unidos. Analisando os 30 campus universitários …

A "máscara mais inteligente do mundo" é recarregável, tem microfone e dá luz

A Razer afirma ter criado a máscara mais inteligente do mundo. O Projeto Hazel é um design com um revestimento externo feito de plástico reciclado à prova de água e é transparente para permitir a …

Novo tratamento permite que pessoas com lesões na espinal medula voltem a mexer mãos e braços

Uma equipa de investigadores da Universidade de Washington conseguiu ajudar seis participantes com lesões traumáticas da espinal medual a recuperar alguma mobilidade de mãos e braços. Muitas das pessoas que sofrem lesões traumáticas da espinal medula …

Ventiladores comprados à China custaram 1,3 milhões. Autarquias algarvias vão pedir devolução do dinheiro

Os 30 ventiladores comprados à China seriam usados nos hospitais do Algarve, mas os equipamentos não funcionam. Os autarcas vão agora exigir devolução do dinheiro. De acordo com a edição do jornal Público deste domingo, o …

EUA um passo atrás da China. Pequim leva avanço na Guerra Comercial (e as suas exportações estão em alta)

No ano em que a pandemia se expandiu em todo o mundo, muitos países viram-se em mãos com graves problemas financeiros e económicos. No caso da China, a situação foi mais positiva e o país …

Alexei Navalny detido no regresso à Rússia

O líder da oposição russa, Alexei Navalny, foi detido este domingo no aeroporto em Moscovo quando regressava à Rússia. Os serviços prisionais russos (FSIN) detiveram o opositor russo Alexei Navalny, este domingo, à chegada a Moscovo, acusando-o …

Prazo para trocas ou devoluções suspenso durante confinamento

O prazo para efetuar trocas ou devoluções de bens ficará suspenso durante o atual confinamento e as garantias que terminem neste período ou nos 10 dias seguintes serão prorrogadas por 30 dias, segundo diploma publicado …

Desde 2001 que polícias negros alertam para racismo de agentes do Capitólio

Com a invasão do Capitólio, investiga-se o alegado racismo existente na Polícia do Capitólio. Desde 2001 que agentes negros denunciam casos de discriminação racial no departamento. Desde 2001, centenas de agentes policiais negros processaram o departamento …