Ministro para o Brexit demite-se em rutura com Theresa May

Andy Rain / EPA

David Davis, ministro britânico encarregado da saída da União Europeia

O ministro britânico responsável pelas negociações do Brexit, David Davis, demitiu-se este domingo do Governo britânico. A demissão terá sido motivada após rutura com a primeira-ministra, Theresa May.

May já encontrou substituto para Davis, anunciando Dominic Raab como novo Secretário do governo para assumir a liderança das negociações para o Brexit.

A demissão de uma das vozes mais fortes na defesa do Brexit surge duas semanas depois do Governo britânico promulgar a Lei de saída do Reino Unido da União Europeia, que tornou irreversível o processo do Brexit.

Na carta de demissão endereçada à primeira-ministra Theresa May, David Davis defende que o plano acordado em Chequers, no Reino Unido, “não irá certamente devolver” ao Reino Unido o controlo sobre as suas leis, segundo noticia o The Guardian.

Davis não concorda com a abordagem da primeira-ministra britânica, considerando que o plano não significa um verdadeiro corte com Bruxelas. Segundo Davis, o acordo de sexta-feira propõe uma “área de comércio livre Reino Unido-União Europeia”, governada por um “livro de regras comum”.

A demissão de Davis foi rapidamente seguida por outros dois governantes – Steve Baker e Suella Braverman -, dois adjuntos envolvidos nas negociações para saída do Reino Unido da União Europeia, obrigando agora Theresa May a reorganizar o seu Governo.

Em reação à demissão de Davis, May lamentou a sua saída a “apenas 8 meses da data estabelecida na lei” para o Reino Unido abandonar a União Europeia. A primeira-ministra disse ainda não concordar com a descrição de Davis sobre o acordo alcançado em Chequers, na casa de campo da chefe do executivo britânico.

A lei que oficializa a saída da União Europeia revoga a lei de adesão do Reino Unido à Comunidade Europeia em 1973, e transfere as normas europeias para o direito britânico, facilitando assim o Brexit. A mesma lei determina que essa saída vai acontecer dentro de 276 dias, a 29 de Março de 2019.

May “não tem qualquer autoridade”

As reações também chegaram da oposição. O trabalhista Jeremy Corbyn, líder da oposição, defende que a demissão de Davis, “num momento tão crucial, mostra que Theresa May não tem qualquer autoridade e é incapaz de cumprir com o Brexit”, disse recorrendo à sua conta do Twitter.

“Com o Governo num caos, se May não se demitir, torna-se claro que está mais interessada em agarrar-se aos seus próprios interesses do que em servir as pessoas do nosso país”, acrescentou Corbyn.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Pela primeira vez em 45 anos, uma casa vitoriana "flutuou" pelas ruas de San Francisco

A manhã de 21 de fevereiro em San Francisco, nos Estados Unidos, foi um pouco diferente do normal: uma casa vitoriana passou a "flutuar" pelas ruas da cidade. De acordo com o BuzzFeed News, uma equipa …

Nação Cherokee pede à Jeep que deixe de usar o nome da tribo nos seus carros

"É hora de a Jeep reconsiderar chamar os seus SUVs Cherokee e Grand Cherokee". Pela primeira vez, a tribo norte-americana Nação Cherokee pediu diretamente à Jeep para parar de usar o seu nome nos seus …

PCP quer apoios a 100% para pais "imediatamente e com efeitos retroativos"

O secretário-geral do PCP pediu ao Governo, este sábado, apoios a 100% para os trabalhadores que estão em casa com os filhos, pagos "imediatamente e com efeitos retroativos", e defendeu um plano de desconfinamento "setor …

Naufrágio grego que levava partes do Partenon está a revelar os seus segredos

A última expedição de mergulhadores ao navio grego Mentor, que naufragou perto da ilha Citera em 1802, recuperou várias peças do cordame, moedas, a sola de couro de um sapato, uma fivela de metal, uma …

Chega vai reagir "muito veementemente" na rua à tentativa de ilegalização

O líder do Chega disse, este sábado, que o partido vai responder "muito veementemente" e com "presença na rua", já em março, à tentativa de ilegalização da estrutura promovida por Ana Gomes. "Quero deixar claro aqui, …

Procura-se candidato para dormir. Site oferece 1650 euros e uma noite num resort

Este pode ser, literalmente, um emprego de sonho: fazer dinheiro enquanto se dorme, incluindo uma noite num resort de 5 estrelas. O site Sleep Standards, que se dedica a dar informação sobre pesquisas e produtos relacionados …

Catarina Martins faz apelo a Costa. "Moratórias têm de ser estendidas já"

A coordenadora do Bloco de Esquerda fez um apelo direto ao primeiro-ministro, este sábado, para que não espere que "seja tarde demais" e decida já estender as moratórias, evitando assim uma vaga de despejos e …

Toronto apresenta providência cautelar contra projeto que constrói "casas" para os sem-abrigo

Um carpinteiro canadiano decidiu construir abrigos para as pessoas que vivem nas ruas de Toronto. A autarquia considerou que são perigosos e apresentou uma providência cautelar. De acordo com a empresa de media Vice, Khaleel Seivwright, carpinteiro …

Trinta anos depois, MI6 pede desculpa por ter banido espiões gays

Richard Moore pediu desculpa " pela forma como colegas e concidadãos LGBT+ foram tratados", tendo-lhes sido negada a oportunidade de servir o país no MI6. O chefe do MI6, o serviço secreto de inteligência do Reino …

Já foram administradas 837.887 vacinas em Portugal

Um total de 837.887 vacinas contra a covid-19 foram administradas em Portugal desde 27 de dezembro, quando foi dada a primeira dose, indicou o Ministério da Saúde este sábado. Num comunicado de balanço do processo de …