Milicianos e traficantes impõem recolher obrigatório em favelas do Brasil

Milicianos e traficantes do estado brasileiro do Rio de Janeiro impuseram um toque de recolher obrigatório às comunidades de favelas daquela região de forma a travar a disseminação do novo coronavírus, segundo o portal de notícias G1.

De acordo com moradores das favelas de Muzema, Rio das Pedras e Tijuquinha, localizadas na zona oeste do Rio de Janeiro, as mensagens foram enviadas pelas redes sociais, e indicam à população que não saia de casa depois das 20:00 (hora local, 23:00 em Lisboa).

“Atenção todos os moradores de Rio das Pedras, Muzema e Tijuquinha! Toque de recolher a partir de hoje 20:00. Quem for visto na rua após este horário vai aprender a respeitar o próximo!“, diz a mensagem divulgada pelo G1.

“Queremos o melhor para população. Se o Governo não tem capacidade de dar um jeito, o crime organizado resolve“, indica uma outra mensagem.

Até ao último domingo, o Rio de Janeiro tinha 186 casos de coronavírus, dos 1.546 registados em todo o Brasil, sendo o segundo estado mais atingido, atrás de São Paulo.

A covid-19 já chegou também às favelas, com a comunidade da Cidade de Deus, também na zona oeste do Rio de Janeiro, a registar no último fim de semana o seu primeiro caso positivo, situação que preocupa moradores e especialistas, devido à falta de recursos básicos para enfrentar a pandemia.

“A chegada do vírus nas favelas deveria ser alvo de um planeamento estruturado por parte da prefeitura e dos governos estadual e federal porque, se tudo nos falta, a tendência é que isto se alastre de forma a que o controlo, que as entidades governamentais estão a tentar manter, seja perdido”, afirmou à agência Lusa Jota Marques, morador da Cidade de Deus.

A falta de água canalizada está entre os problemas enumerados, o que inviabiliza os mínimos da higiene básica, como uma eficaz lavagem de mãos.

“O nosso grande temor, pensando nas periferias do Brasil, é a falta de saneamento básico, que vai prejudicar não apenas a prática de prevenção, mas também prejudicar na hora de diminuir o contágio. Por exemplo, aqui, na região da Cidade de Deus, não há água canalizada. Como é que os moradores não infetados poderão fazer a sua higiene pessoal, e como é que os infetados se vão cuidar neste processo?”, questionou Jota Marques.

Apesar do isolamento domiciliar ter sido recomendado como medida preventiva contra o novo coronavírus, Jota Marques, que é também conselheiro tutelar daquela região, assegura que tal é impossível para a maioria dos moradores de favelas, que vivem em “barracos” de reduzidas dimensões.

Impossível ficarem em isolamento. Estamos a falar de regiões onde as pessoas vivem em barracos, onde não tem como se isolar. Estamos a falar de um barraco onde, num só espaço, está a cozinha, a sala de estar e o quarto. Quase ninguém mora sozinho. Há, no mínimo, dois a três membros em cada família, a conviver num espaço que é do tamanho de um quarto de uma casa normal”, descreveu Marques à Lusa.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 345 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 15.100 morreram.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

A Via Láctea pode estar cheia de "Terras" (com oceanos e continentes)

Uma equipa de investigadores da Universidade da Dinamarca acredita que a Via Láctea pode estar cheia de planetas semelhantes à Terra, com oceanos e continentes. Há muito tempo que os astrónomos vasculham o vasto Universo na …

Podem as leis da Física refutar a existência de Deus?

Se existe um Deus que criou todo o universo e todas as leis da Física, Deus segue as suas próprias leis? Ou pode Deus substituir as suas leis, como viajar mais rápido do que a …

Covid-19. Perda de olfato e paladar pode durar até cinco meses

A perda dos sentidos do olfato e do paladar pode durar até cinco meses depois da infeção por covid-19, segundo um estudo preliminar dado a conhecer esta terça-feira, sendo os resultados definitivos apresentados em abril, …

Na Florida, duas mulheres disfarçaram-se de idosas para serem vacinadas contra a covid-19

Na Florida, duas mulheres disfarçaram-se de idosas para conseguirem receber a segunda dose da vacina contra a covid-19, mas foram "apanhadas". De acordo com a CBS News, duas mulheres foram "apanhadas" a tentar obter as segundas …

O Rei Leão. Teoria que nasceu no TikTok sugere que Mufasa foi vítima de canibalismo

Christian Jones, um fã do filme de animação O Rei Leão, partilhou no TikTok uma teoria intrigante sobre a história da Disney. No filme O Rei Leão, o leão patriarca Mufasa é assassinado e substituído pelo seu …

Gérard Depardieu indiciado por violação e agressão sexual

Gérard Depardieu foi acusado de "violação" e "agressão sexual" de uma jovem atriz e bailarina em Paris, atos que terão ocorrido nos dias 7 e 13 de agosto de 2018. O ator francês Gérard Depardieu foi …

Uma experiência artística imersiva. Abriu em Las Vegas um supermercado psicadélico

A mercearia mais excecional dos Estados Unidos já abriu. O Omega Mart baseia-se numa experiência artística imersiva, criada pela empresa de artes e entretenimento Meow Wolf, e está agora oficialmente aberto no complexo de artes …

A imensa erupção do Etna surpreendeu até quem estuda vulcões

Há mais de uma semana que o vulcão Etna tem vindo a expelir lava, cinzas e rochas vulcânicas. Aquele que é considerado o vulcão mais ativo da Europa foi o protagonista dos últimos dias na …

Fotógrafo descobre raro pinguim amarelo na Geórgia do Sul

O pinguim amarelo foi fotografado na Geórgia do Sul, em dezembro de 2019, e as fotografias do animal estão agora a correr o mundo. Especialistas estão divididos sobre a causa desta condição rara. Este raro pinguim …

Portugal em destaque na Reuters. "Enfermeiros querem salários, não aplausos"

"Exaustos na luta contra a covid-19, enfermeiros portugueses querem salário, não aplausos." Este é o título da peça da Reuters, publicada esta quarta-feira. Correspondentes da agência Reuters traçaram o cenário vivido atualmente pelos enfermeiros portugueses, que …