Mileva Einstein ajudou a estudar a Teoria da Relatividade (mas viveu na sombra do marido)

“Demasiado intelectual” e “velha bruxa”. Estes são alguns dos comentários que a família de Albert Einstein fez àquela que foi a primeira mulher do cientista.

Mas esta relação nem sempre foi assim. Antes do divórcio, em 1916, ambos tinham sido estudantes no Instituto Politécnico de Zurique, uma das poucas universidades da Europa que, na época, admitia mulheres.

Foi lá que se conheceram, tendo como interesso comum o amor pela ciência. As qualificações de Mileva não deixam dúvidas de que terá sido uma física brilhante, tendo algumas vezes notas mais altas que Albert.



A correspondência revela que, em 1900, antes de se terem casado, Mileva engravidou. Apesar de não se saber com certezas o paradeiro da primeira filha do casal, acredita-se que terá falecido após ter contraído escarlatina.

Diversas biografias sugerem que a etapa como estudantes foi o início de muitos anos anos de colaboração pelos quais Mileva recebeu pouco reconhecimento. Além disso, os filhos de ambos acabaram por afastá-la da ciência.

“Durante as férias escolares, que muitas vezes passavam afastados, trocavam numerosas cartas em que Albert constantemente se referia à sua colaboração”, explicou ao programa Today da BBC, Pauline Gagnon, física sénior do CERN.

De facto, as 43 cartas entre os dois cientistas, que foram preservadas, falam dos “nossos trabalhos”, da “nossa teoria da relatividade”, do “nosso ponto de vista” e dos “nossos artigos”.

Mas também há numerosos testemunhos de pessoas que os viram trabalhar juntos. “Até mesmo o filho, Hans Albert, lembra-se de vê-los a trabalhar juntos dia e noite na mesa da cozinha”, acrescenta Gagnon.

Isso aconteceu em 1905, quando Albert publicou as suas obras mais importantes: quatro artigos no Annalen der Physik, que mudaram as leis da física para sempre, incluindo a teoria da relatividade.

Quando se divorciaram, concordaram que se Albert ganhasse o Prémio Nobel, Mileva manteria o prémio em dinheiro. Em 1921, Einstein recebeu o prémio no ramo da Física em 1921, estando separado de Mileva há dois anos e já se havia casado novamente.

Quando Albert fez o seu testamento e deixou o prémio em dinheiro ao filhos, acredita-se que a ex-mulher o ameaçou que iria revelar a sua participação no trabalho. Mas o cientista aconselhou-a a ficar calada.

“Eliminar da história da ciência mulheres brilhantes como Mileva não ajuda no trabalho de demonstrar que as mulheres são tão capazes quanto os homens”, disse Gagnon.

A vida depois de Albert foi difícil para Mileva e ela sofreu vários problemas económicos. Em 1930, o filho Eduard foi diagnosticado com esquizofrenia, tendo a mulher passado o resto de sua vida a cuidar dele.

ZAP // BBC

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. “Eliminar da história da ciência mulheres brilhantes como Mileva não ajuda no trabalho de demonstrar que as mulheres são tão capazes quanto os homens”, disse Pauline Gagnon.

    Será que Pauline Gagnon considera que se deve exclusivamente a um concertado acto de discriminação o facto de, em toda a história dos prémios, apenas terem existido 3 mulheres vencedoras do Prémio Nobel da Física de um total de 208 laureados? (0.15%)
    Ou só lhe interessa explorar o caso de Mileva para sustentar a sua retórica feminista?

    • Será que Tiago Vasconcelos ironiza uma causalidade onde deveria apenas constatar uma correlação?
      Ou só lhe interessa explorar uma elação ilógica e ridícula para sustentar o seu balido machista?

      Ninguém diria que o não-reconhecimento do trabalho de Milene foi a causa da disparidade existente em entregas de prémios Nobel, só um calhau conspiracionista alegaria isso. Mas se calhar ambas as situações são demonstrativas da discriminação do género feminino na comunidade científica, que sempre houve e ainda há. Mas olhe, os “feministas” (de quem tem tanto medo) até agradecem esse 0.15% que apresenta, que claramente reforça essa ideia. Boa forma de dar um tiro no pé.

  2. Essa história está retratada em Genius. Acredito que o prêmio foi para ela como forma de recompensar a ajuda nas pesquisas e para ajudar nas despesas com os filhos.

RESPONDER

Recomendação de uso de máscara nos recreios cria dúvidas na comunidade escolar

Depois da Diretora-Geral de Saúde ter referido a recomendação do uso de máscara nos recreios das escolas, a comunidade escolar levantou a questão de se esta deverá ser obrigatória ou facultativa. Graça Freitas foi ontem ouvida …

Especialistas defendem fim da quarentena para pessoas totalmente vacinadas

Apesar de, até agora, as regras de isolamento profilático se manterem iguais, especialistas defendem que estas não deveriam existir para as pessoas totalmente vacinadas. A norma nº 004/2020 da Direção-Geral da Saúde (DGS) define que as …

Costa avançou com mudanças no IRS sem negociar com a esquerda - que se mostra prudente

O executivo avançou com o anúncio da medida sem negociar os detalhes com os parceiros de esquerda, que querem mais detalhes sobre a proposta. Uma das medidas mais importantes já anunciadas para Orçamento de Estado é …

Galatasaray desiste de Gedson e contrata em Famalicão

O luso-brasileiro Gustavo Assunção é o novo reforço do Galatasaray por empréstimo do Famalicão, anunciou o emblema turco esta quarta-feira. Segundo o jornalista Nico Schira, o Galatasaray pagou 1 milhão de euros pela cedência do médio, …

Dinamarca quer obrigar imigrantes a trabalhar para manterem subsídios (nem que seja a apanhar beatas de cigarros)

O Governo da Dinamarca quer aprovar uma medida que obriga alguns imigrantes do país a trabalharem 37 horas por semana, pelo menos, para poderem continuar a receber os subsídios do Estado. A primeira-ministra dinamarquesa, Mette Frederiksen, …

Sapatos de Michelangelo revelam a altura do artista renascentista

Um novo estudo, com base no calçado usado pelo renascentista Michelangelo, indica que o grande artista era na verdade um homem de baixa estatura. Recentemente, uma equipa de investigadores italianos examinou três sapatos encontrados na casa …

"Compreendem? Tem de correr bem". Marcelo encontrou administração da TAP numa esplanada e deixou aviso

Marcelo Rebelo de Sousa cruzou-se, numa esplanada, com a presidente executiva da TAP, Christine Ourmières-Widener, e outros elementos da administração da empresa, e desejou-lhes "boa sorte", avisando que "os portugueses têm muito dinheiro investido" na …

Formado no Benfica e seguido pelo FC Porto, Fábio Carvalho é alvo do Real Madrid

Fábio Carvalho nasceu em Lisboa, foi formado no SL Benfica e seguido pelo FC Porto. Agora, o médio de 19 anos está a ser sondado pelo Real Madrid. Nascido em Portugal, mas de nacionalidade inglesa e …

José Sena Goulão / Lusa

Liderança de Rio incomodada com protagonismo de Rangel em vésperas de autárquicas

O timing das movimentações do eurodeputado, escreve o Público, pode ter gerado incómodo junto do núcleo duro de Rio, mas não surpreendeu. Rangel está neste momento a percorrer o país num conjunto de iniciativas de …

Esclerose múltipla associada a infeção na adolescência

Um novo estudo identificou uma associação entre o desenvolvimento de esclerose múltipla e infeções graves durante a adolescência. A esclerose múltipla (EM) é mais frequentemente diagnosticada entre os 20 e os 50 anos. Certos genes aumentam …