Mileva Einstein ajudou a estudar a Teoria da Relatividade (mas viveu na sombra do marido)

“Demasiado intelectual” e “velha bruxa”. Estes são alguns dos comentários que a família de Albert Einstein fez àquela que foi a primeira mulher do cientista.

Mas esta relação nem sempre foi assim. Antes do divórcio, em 1916, ambos tinham sido estudantes no Instituto Politécnico de Zurique, uma das poucas universidades da Europa que, na época, admitia mulheres.

Foi lá que se conheceram, tendo como interesso comum o amor pela ciência. As qualificações de Mileva não deixam dúvidas de que terá sido uma física brilhante, tendo algumas vezes notas mais altas que Albert.

A correspondência revela que, em 1900, antes de se terem casado, Mileva engravidou. Apesar de não se saber com certezas o paradeiro da primeira filha do casal, acredita-se que terá falecido após ter contraído escarlatina.

Diversas biografias sugerem que a etapa como estudantes foi o início de muitos anos anos de colaboração pelos quais Mileva recebeu pouco reconhecimento. Além disso, os filhos de ambos acabaram por afastá-la da ciência.

“Durante as férias escolares, que muitas vezes passavam afastados, trocavam numerosas cartas em que Albert constantemente se referia à sua colaboração”, explicou ao programa Today da BBC, Pauline Gagnon, física sénior do CERN.

De facto, as 43 cartas entre os dois cientistas, que foram preservadas, falam dos “nossos trabalhos”, da “nossa teoria da relatividade”, do “nosso ponto de vista” e dos “nossos artigos”.

Mas também há numerosos testemunhos de pessoas que os viram trabalhar juntos. “Até mesmo o filho, Hans Albert, lembra-se de vê-los a trabalhar juntos dia e noite na mesa da cozinha”, acrescenta Gagnon.

Isso aconteceu em 1905, quando Albert publicou as suas obras mais importantes: quatro artigos no Annalen der Physik, que mudaram as leis da física para sempre, incluindo a teoria da relatividade.

Quando se divorciaram, concordaram que se Albert ganhasse o Prémio Nobel, Mileva manteria o prémio em dinheiro. Em 1921, Einstein recebeu o prémio no ramo da Física em 1921, estando separado de Mileva há dois anos e já se havia casado novamente.

Quando Albert fez o seu testamento e deixou o prémio em dinheiro ao filhos, acredita-se que a ex-mulher o ameaçou que iria revelar a sua participação no trabalho. Mas o cientista aconselhou-a a ficar calada.

“Eliminar da história da ciência mulheres brilhantes como Mileva não ajuda no trabalho de demonstrar que as mulheres são tão capazes quanto os homens”, disse Gagnon.

A vida depois de Albert foi difícil para Mileva e ela sofreu vários problemas económicos. Em 1930, o filho Eduard foi diagnosticado com esquizofrenia, tendo a mulher passado o resto de sua vida a cuidar dele.

ZAP // BBC

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. “Eliminar da história da ciência mulheres brilhantes como Mileva não ajuda no trabalho de demonstrar que as mulheres são tão capazes quanto os homens”, disse Pauline Gagnon.

    Será que Pauline Gagnon considera que se deve exclusivamente a um concertado acto de discriminação o facto de, em toda a história dos prémios, apenas terem existido 3 mulheres vencedoras do Prémio Nobel da Física de um total de 208 laureados? (0.15%)
    Ou só lhe interessa explorar o caso de Mileva para sustentar a sua retórica feminista?

    • Será que Tiago Vasconcelos ironiza uma causalidade onde deveria apenas constatar uma correlação?
      Ou só lhe interessa explorar uma elação ilógica e ridícula para sustentar o seu balido machista?

      Ninguém diria que o não-reconhecimento do trabalho de Milene foi a causa da disparidade existente em entregas de prémios Nobel, só um calhau conspiracionista alegaria isso. Mas se calhar ambas as situações são demonstrativas da discriminação do género feminino na comunidade científica, que sempre houve e ainda há. Mas olhe, os “feministas” (de quem tem tanto medo) até agradecem esse 0.15% que apresenta, que claramente reforça essa ideia. Boa forma de dar um tiro no pé.

  2. Essa história está retratada em Genius. Acredito que o prêmio foi para ela como forma de recompensar a ajuda nas pesquisas e para ajudar nas despesas com os filhos.

PSD junta-se a BE e PCP para travar transferências para Novo Banco (e as Finanças ficam "estupefactas")

No último dia de votações na especialidade, o PSD juntou-se à esquerda para impedir a injeção de 476,6 milhões de euros do Fundo de Resolução ao Novo Banco em 2021, tal como previsto no Orçamento …

Há uma planta que evoluiu para se "esconder" do Homem

Uma planta utilizada na medicina tradicional chinesa evoluiu, mudando a própria pigmentação, para se tornar menos visível ao Homem, sugere uma nova investigação, dando conta que em causa está uma estratégia de sobrevivência. O estudo, …

Luz verde. PAN abstém-se e garante aprovação do OE2021

A votação final global do Orçamento do Estado para 2021 acontece esta quinta-feira no Parlamento. A sua aprovação está garantida devido à abstenção do PCP, PEV e PAN, apesar do voto contra do Bloco de …

Mais de 500 funcionários públicos vão ajudar SNS. Camas de cuidados intensivos podem chegar às 1.000

A ministra da Saúde, Marta Temido, anunciou, em entrevista ao Público e à Renascença, que mais de 500 funcionários públicos vão integrar as equipas de rastreio do Serviço Nacional de Saúde (SNS). Na entrevista conjunta ao …

Erro de fabrico levanta questões sobre vacina de Oxford

A AstraZeneca e a Universidade de Oxford reconheceram esta quarta-feira um erro de fabrico que está a levantar questões sobre os resultados preliminares e a eficácia da sua vacina experimental contra a covid-19. O comunicado, onde …

Partiu o "mais humano dos deuses" quando tentava mudar de vida. 9 ambulâncias socorreram Maradona, mas foi em vão

A Argentina está em choque com a morte de Diego Armando Maradona. O coração de El Pibe não aguentou numa altura em que estava a tentar mudar de vida, com exercícios físicos, dieta e a …

Manter o ar de casa limpo pode reduzir a probabilidade de propagar covid-19

Além das precauções atualmente recomendadas, garantir que o ar em espaços interiores esteja o mais limpo possível também pode ajudar a reduzir a probabilidade de propagar o novo coronavírus. A grande maioria da transmissão do SARS-CoV-2 …

Navio australiano filma meteoro a desintegrar-se no céu da Tasmânia

O navio de pesquisa científica da CSIRO capturou imagens surpreendentes de um meteoro a desintegrar-se no oceano, muito perto da Tasmânia. Na quarta-feira, o navio de pesquisa científica da CSIRO capturou um meteoro a desintegrar-se no …

Afinal, o Espaço não é assim tão escuro. Há brilho de origem desconhecida

Uma equipa de cientistas usou a New Horizons para medir a luminosidade do Espaço profundo e os resultados surpreenderam-na. Há muito tempo que os cientistas tentam perceber qual a luminosidade do Espaço, se lhe retirarmos todas …

Meteorito atinge casa de homem indonésio e transforma-o em milionário

O caso insólito aconteceu em Kolang, na Sumatra do Norte, Indonésia. Um fabricante de caixões de 33 anos encontrou um meteorito no seu jardim, depois deste atingir o telhado da sua casa em agosto. O protagonista …