Miguel Macedo sujeito a termo de identidade e residência

portugal.gov.pt

O Ministro da Administração Interna, Miguel Macedo

O ex-Ministro da Administração Interna, Miguel Macedo

O interrogatório ao ex-ministro terminou esta sexta-feira. De acordo com a Procuradoria-Geral da República, o ex-ministro fica sujeito à medida de coação de termo de identidade e residência.

Miguel Macedo esteve durante esta sexta-feira a ser questionado pela procuradora Susana Figueiredo, responsável pela Operação Labirinto, sendo constituído arguido por três crimes de prevaricação de titular de cargo político e de um crime de tráfico de influências, avança o jornal Público.

Em comunicado, a Procuradoria-Geral da República afirma que o interrogatório está concluído, confirmando que o ex-ministro da Administração Interna fica agora sujeito à medida de coação de termo de identidade e residência.

“O arguido, que ficou sujeito à medida de coação de termo de identidade e residência, está indiciado por factos suscetíveis de integrarem os crimes de prevaricação e de tráfico de influência”, anuncia o comunicado.

Esta medida significa que, se o ex-ministro se ausentar de casa por mais de cinco dias terá de avisar o Ministério Público. Caso o MP queira requerer uma medida de coação mais gravosa, o juiz Carlos Alexandre terá de inquirir o antigo ministro.

O inquérito decorre no Departamento Central de Investigação e Ação Penal e, segundo a PGR, encontra-se em segredo de justiça, que confirmou ainda o levantamento de imunidade ao político.

O interrogatório tinha começado esta terça-feira, dia 8, mas acabou por ser interrompido.

Miguel Macedo foi constituído arguido durante a investigação ao escândalo dos vistos Gold, depois de ser apanhado em diversas escutas, acabando depois por se demitir do Governo.

António Figueiredo, antigo presidente do Instituto dos Registos e Notariado, é o único arguido que continua em prisão preventiva.

O processo visa ainda a ex-secretária-geral do Ministério da Justiça, Maria Antónia Anes, o ex-diretor do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, Manuel Jarmela Palos, o sócio-gerente da empresa JMF Projects and Business, Jaime Gomes, e os funcionários do IRN Paulo Eliseu, Paulo Vieira, José Manuel Gonçalves e Abílio Silva.

ZAP

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Porque é que este não foi parar a Évora ??? Ah, já sei… É laranjada, tem o cartão do partido e é um dos intocáveis… Além disso, estamos em época de eleições e isso iria afectar a “credibilidade” do desgoverno laranjada / centrista …

RESPONDER

SBSR confirma Foals, Local Natives e Boy Pablo para a edição de 2021

Os Foals, os Local Natives e o músico Boy Pablo são os primeiros nomes reagendados para a 26.ª edição do Festival Super Bock Super Rock, remarcada para julho de 2021, foi hoje anunciado. O SBSR deveria …

Artistas com espetáculos cancelados recebem pelo menos 50%

O primeiro-ministro referendou, esta quarta-feira, a lei que regula a possibilidade de festivais e espetáculos no verão e que assegura apoio financeiro a artistas alvo de cancelamento ou reagendamento dos espetáculos por causa da pandemia. Este …

EUA anunciam fim da isenção de sanções no programa nuclear civil iraniano

Os Estados Unidos (EUA) anunciaram na quarta-feira o fim das derrogações que autorizaram até agora projetos relacionados com o programa nuclear civil iraniano, acordo internacional de 2015 do qual Washington se retirou. "Hoje, anuncio o fim …

Violência doméstica, droga, bairros problemáticos. Agentes da PSP obrigados a usar coletes anti-bala

A Direção Nacional da Polícia de Segurança Pública (PSP) decidiu tornar obrigatório o uso de coletes balísticos em oito tipos de situações. De acordo com o Jornal de Notícias, os agentes da PSP vão passar a …

Benfica e FC Porto estão entre os clubes europeus com maior valor comercial

O Benfica e o FC Porto estão em 24.º e 30.º, respetivamente, na lista dos 32 clubes de futebol europeus com maior valor comercial, que é liderada pelos espanhóis do Real Madrid. O Benfica (24.º) e …

Estados Unidos podem vir a acusar Cilia Flores, mulher de Maduro, por narcotráfico

Os Estados Unidos podem vir a acusar formalmente a mulher do presidente venezuelano, Nicolás Maduro, por crimes de tráfico de droga e corrupção. A notícia foi avançada esta quarta-feira pela Reuters, que cita quatro fontes diferentes. …

PSD quer lay-off até final do ano e Estado menos "dorminhoco"

O PSD apresentou hoje um conjunto de 26 "ideias e sugestões" na área social, incluindo o prolongamento do 'lay-off' simplificado até ao final do ano, a reafetação de recursos na administração pública e um Estado …

Trump prepara ordem executiva contra redes sociais. Quer reduzir proteções legais das empresas

O Presidente norte-americano, Donald Trump, vai assinar esta quinta-feira uma ordem executiva sobre as redes sociais, anunciou a Casa Branca, dois dias depois de o Twitter ter assinalado mensagens de Donald Trump com alertas de …

Mais 13 mortes e 304 novos casos. Reabertura da economia em Lisboa questionada

Embora a região Norte continue a ser a mais afetada pela pandemia, a situação na região da Grande Lisboa tem piorado. O Governo está a estudar o adiamento de algumas medidas de reabertura da economia …

Queixas de consumidores sobre vendas online sobem 250%

A Associação de defesa de consumidores Deco recebeu 3.500 reclamações relativas a compras online entre janeiro e maio, um aumento de 250% face ao número registado em igual período do ano anterior. Paulo Fonseca, da Deco, …