Miguel Macedo interrogado hoje no caso dos vistos Gold

Hugo Delgado / Lusa

O ex-ministro da Administração Interna, Miguel Macedo

O ex-ministro da Administração Interna já viu a sua imunidade parlamentar levantada e deverá ser acusado no início de novembro no âmbito do processo dos vistos Gold.

Depois de ver a sua imunidade parlamentar levantada, Miguel Macedo vai ser ouvido durante esta terça-feira, nas próximas horas, segundo avança o Correio da Manhã.

O ex-ministro da Administração Interna será constituído arguido por prevaricação e tráfico de influências, um crime que é punível com pena de prisão entre os 2 e os 8 anos, e deverá ser formalmente acusado no início de novembro, também de acordo com uma notícia do CM.

Recorde-se que o ex-ministro da Administração Interna se demitiu após a detenção do ex-diretor do SEF, Manuel Jarmela Palos, com quem falava regularmente, bem como do ex-presidente do Instituto dos Registos e Notariado, António Figueiredo.

O ex-ministro garantiu, na altura, que não estava ligado às suspeitas e que se demitia apenas para não prejudicar o Governo.

“Operação Labirinto”, levada a cabo pela Polícia Judiciária desde o ano passado, investiga a atribuição fraudulenta de vistos gold, havendo indícios de corrupção ativa e passiva, prevaricação, peculato de uso, abuso de poder e tráfico de influências.

O ex-ministro da Administração Interna, Miguel Macedo, vai ser ouvido esta terça-feira, nas próximas horas, no âmbito do processo dos Vistos Gold. Macedo vai ser ouvido por prevaricação e tráfico de influências, depois de lhe ter sido levantada a imunidade parlamentar. Miguel Macedo demitiu-se do cargo de ministro da Administração Interna no dia 16 de novembro de 2014 depois de o seu nome ter sido associado a um processo que envolvia a atribuição de Vistos Gold.Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/nacional/portugal/detalhe/macedo_vai_ser_interrogado_hoje.html

ZAP

Miguel Macedo, ex-ministro da Administração Interna, vai ser constituído arguido no processo dos vistos gold. O ex-governante, deputado cessante do PSD, já viu a sua imunidade parlamentar levantada e será constituído arguido por prevaricação e tráfico de influências. O ex-ministro deverá ser acusado no processo que está a chegar ao fim. A acusação deverá ser deduzida nos primeiros dias de novembro, quando faz um ano que a operação aconteceu.Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/nacional/politica/detalhe/ex_ministro_arguido_nos_vistos_gold.html
Miguel Macedo, ex-ministro da Administração Interna, vai ser constituído arguido no processo dos vistos gold. O ex-governante, deputado cessante do PSD, já viu a sua imunidade parlamentar levantada e será constituído arguido por prevaricação e tráfico de influências. O ex-ministro deverá ser acusado no processo que está a chegar ao fim. A acusação deverá ser deduzida nos primeiros dias de novembro, quando faz um ano que a operação aconteceu. O antigo ministro foi apanhado em escutas telefónicas durante a investigação. Falava com regularidade com Manuel Jarmela Palos, diretor do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras; e António Figueiredo, presidente do Instituto dos Registos e Notariado (IRN). A prisão de ambos levou Miguel Macedo a demitir-se, garantindo que nada tinha a ver com as suspeitas. Jurou inocência, mas explicou que saía para não prejudicar o Governo. No âmbito desta operação – que a PJ batizou de ‘Labirinto’ –, investigava-se a atribuição de vistos gold. Há indícios de corrupção ativa e passiva, prevaricação, peculato de uso, abuso de poder e tráfico de influências. É ainda arguida a ex-secretária-geral do Ministério da Justiça Maria Antónia Anes, o sócio-gerente da empresa JMF Jaime Gomes e os funcionários do IRN Paulo Eliseu, Paulo Vieira, José Gonçalves e Abílio Silva.Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/nacional/politica/detalhe/ex_ministro_arguido_nos_vistos_gold.html
PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Espero que não se venha a configurar como expediente o que recordo ter sido ele a pedir para ser ouvido, não podendo formalmente, ter sido ele a solicitar o levantamento da imunidade e ter desde logo pedido a demissão do governo e que nada tinha a ver com o que viria a ser indiciado! Se assim não for a justiça que seja firme nos seus exclusivos propósitos de um estado de direito democrático.

RESPONDER

Na Saúde, Warren torna-se alvo de ataques. Mas o foco é "derrotar Trump"

O maior debate televisivo para umas eleições primárias na história dos EUA juntou 12 candidatos num só palco. Foi o primeiro debate para o qual o ex-vice-Presidente Joe Biden não partiu com vantagem, tendo a …

Trump sugere que os mexicanos são uma ameaça terrorista maior do que o Daesh

O Presidente Donald Trump sugeriu que os mexicanos são uma ameaça muito maior do que o Daesh. Respondendo uma vez mais às críticas sobre ter retirado as tropas dos Estados Unidos (EUA) junto à fronteira …

Grécia. Incêndio em campo de refugiados deixa 600 pessoas sem alojamento

Um incêndio no campo de identificação e registo de migrantes de Vathy, na ilha grega de Samos, deixou 600 refugiados sem alojamento, alertou na terça-feira a organização não-governamental (ONG) Médicos Sem Fronteiras (MSF). "Em Vathy, seis …

Lista candidata à Ordem dos Enfermeiros excluída por ter poucos homens

Uma das listas candidatas às eleições para a Ordem dos Enfermeiros foi excluída por ter poucos homens. A comissão eleitoral nomeada explica que a lista não respeita a lei da paridade, aprovada pela Assembleia da …

“É a desilusão”. PSD queria novos ministros na Saúde, Educação e Justiça

  O PSD defendeu esta quarta-feira que "não há um novo Governo", mas "uma remodelação com alargamento", com um executivo aumentado e "mais partidário", considerando "uma desilusão" a continuidade em pastas como Saúde, Educação e Justiça. "Não …

Dobradinha poderá render 1,6 milhões de euros a Bruno Lage

Caso consiga alcançar a dobradinha, isto é, vencer o campeonato e a Taça de Portugal, o treinador do Benfica, Bruno Lage, receberá em prémios cerca de 1,6 milhões de euros brutos, avança a imprensa desportiva. A …

Lisboa aumenta seis vezes IMI de prédios devolutos nos centros

A Câmara de Lisboa vai aumentar, em 2020, seis vezes a taxa do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) para os prédios devolutos nas zonas de maior pressão urbanística, anunciou esta quarta-feira o vereador das Finanças, …

Polícia entrou na federação de futebol da Bulgária e deteve cinco pessoas

Já depois de Borislav Mihailov se ter demitido da presidência da federação da Bulgária, uma unidade da estrutura policial que luta contra o crime organizado no país entrou esta terça-feira na sede da federação, em …

Família holandesa vivia há 9 anos numa cave à espera “do fim dos tempos”

A policia holandesa encontrou uma família de seis pessoas na cave de uma quinta no nordeste do país, onde viviam em isolamento há nove anos e, segundo a imprensa, esperavam “o fim dos tempos”. A polícia …

Kim Jong-un subiu montanha sagrada a cavalo (e deixou a Coreia à espera de um grande anúncio)

O líder norte-coreano, Kim Jong-un, foi ao monte Paektu, a montanha considerada sagrada pelos norte-coreanos, dar um passeio a cavalo. As imagens foram divulgadas pela agência estatal KCNA, tendo surgido especulações de que virá aí …