Miguel Macedo escondeu ao Estado negócio no Brasil

Manuel de Almeida / Lusa

O ex-ministro da Administração Interna, Miguel Macedo

Um dos factos revelados na Operação Labirinto são os negócios de Miguel Macedo no Brasil, que o ex-ministro não terá declarado quando era deputado e membro do Governo.

O Jornal de Notícias deste sábado relata que Miguel Macedo, acusado dos crimes de tráfico de influência e prevaricação, escondeu ao Parlamento e ao Tribunal Constitucional negócios no Brasil que envolviam também Jaime Gomes e António Figueiredo, os dois principais acusados do processo vistos Gold.

De acordo com o despacho de pronúncia do tribunal central de instrução criminal, a que o jornal teve acesso, os negócios foram realizados na altura em que era deputado na Assembleia da República e já como membro do Governo liderado por Passos Coelho.

O Observador descreve que Miguel Macedo e Jaime Gomes terão sido sócios de uma empresa brasileira chamada Tecnobras, constituída em julho de 2011, já depois de Macedo ter tomado posse como ministro da Administração Interna.

A empresa, criada para angariação de clientes usando alguns testas de ferro, teria como sócios, segundo o Ministério Público, António Figueiredo, Jaime Gomes, Miguel Macedo e o luso-brasileiro Paulo Elísio de Souza, presidente da Câmara do Comércio e Indústria do Rio de Janeiro.

A Operação Labirinto está relacionada com a aquisição de Vistos Gold e em causa estão crimes de corrupção ativa e passiva, recebimento indevido de vantagem, prevaricação, peculato de uso, abuso de poder e tráfico de influência. A TVI24 salienta que, apesar da questão desta omissão não ter consequências criminais, do ponto de vista do Ministério Público demonstra a teia de cumplicidades entre Miguel Macedo e outros dois acusados no processo dos vistos gold.

Aliás, todos os crimes imputados a Miguel Macedo, que terão que ser provados em julgamento, têm em comum o empresário Jaime Gomes, um dos melhores amigos do ex-ministro, que também será julgado por um crime de corrupção passiva para ato ilícito, um crime de prevaricação e dois crimes de tráfico de influência.

De acordo com o Observador, como “facilitadores de contactos com entidades públicas e privadas“, Miguel Macedo e Jaime Gomes terão tido contrato com o grupo Often (2008), assim como contactos com José Santa Clara (Grupo Bragaparques) com o propósito de explorar – sem sucesso – hipóteses de negócio na área de Parcerias Público-Privadas no Brasil.

No processo dos Vistos Gold são também acusados o antigo presidente do Instituto de Registos e Notariado, António Figueiredo, o ex-diretor nacional do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, Manuel Jarmela Palos, a ex-secretária-geral do Ministério da Justiça, Maria Antónia Anes, e alguns empresários chineses.

ZAP

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Mais um santo que irá dizer que não se lembra de nada.
    Este até devia devolver o que mamou ilicitamente em subsidio de alojamento.

  2. Pois é, primeiro cavaco com amigos corruptos até aos dentes que nos (des)governaram agora é a vez da verdade sobre passos e os seus amigos também vir ao de cima!Esta é a verdadeira direita!A esquerda também os tem mas pelo menos ainda vai respeitando o povo!

RESPONDER

PJ detém cinco pessoas por esquema fraudulento com tratamentos para a covid-19

Cinco profissionais ligados ao ramo da saúde foram detidos, esta quinta-feira, pela Polícia Judiciária (PJ) numa operação que envolveu buscas a clínicas médicas, residências e empresas e que investiga crimes de corrupção, burla qualificada, falsificação …

Suárez aborda eventual saída de Messi. "Saberá do que precisa"

O futebolista Luis Suárez comentou a possível saída do seu companheiro de equipa Lionel Messi do Barcelona. "Saberá do que precisa", disse o internacional uruguaio, frisando que não consegue ver o astro argentino noutra equipa. …

Mário Centeno nomeado governador do Banco de Portugal

O Conselho de Ministros aprovou, esta quinta-feira, o nome do ex-ministro das Finanças para o cargo de governador do Banco de Portugal (BdP). A decisão foi revelada, esta quinta-feira, depois do Conselho de Ministros, pela ministra …

Finanças admitem queda de 9% no PIB. Governo prepara-se para rever projeção inicial de 6,9%

O Ministério das Finanças admite a possibilidade de que a queda do PIB se aproxime dos 9%, revelou esta quinta-feira o Jornal de Negócios, adiantando que o Governo se prepara para rever a projeção inicial …

Vacina de Oxford testada em humanos com "resultados promissores"

Os testes clínicos em humanos da potencial vacina contra a covid-19 que a Universidade de Oxford criou tiveram "resultados prometedores" e desencadearam a resposta imunitária que se pretendia. Os testes em humanos, que desde abril envolveram …

Goa decreta novo confinamento, com Índia a rondar um milhão de casos

Depois de ter aberto portas ao turismo, Goa decreta um novo confinamento de três dias. Registaram-se 198 novos casos nas últimas 24 horas, o número mais alto desde o início da pandemia. O estado de Goa, …

Tribunal da Concorrência confirma coima de 75 mil euros a Ricardo Salgado

O Tribunal da Concorrência confirmou, esta quinta-feira, a coima de 75 mil euros aplicada pelo Banco de Portugal a Ricardo Salgado, no caso do financiamento do Grupo Alves Ribeiro (GAR) para compra de ações da …

Mais três mortes e 339 novos casos de covid-19 em Portugal

Portugal regista, esta quinta-feira, mais três mortes e 339 novos casos de infeção por covid-19 em relação a quarta-feira, mostra o boletim mais recente da DGS. Segundo o boletim diário da Direção-Geral de Saúde (DGS), dos …

Crise entrou em nova fase mas mundo "não está fora de perigo", diz FMI

A diretora do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, disse esta quinta-feira que a crise provocada pela pandemia entrou numa nova fase, que exige flexibilidade para assegurar "uma recuperação sustentável e equitativa", alertando que o mundo …

China bane importação de ovelhas portuguesas

As alfândegas chinesas baniram as importações de ovelhas e produtos relacionados de Portugal, alegando um aviso da Organização Mundial de Saúde Animal sobre um surto de paraplexia enzoótica dos ovinos na Guarda. A notícia foi avançada …