Miguel Albuquerque critica silêncio de Marcelo sobre situação da Madeira

Homem de Gouveia / Lusa

O Presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque

O chefe do executivo madeirense, Miguel Albuquerque, criticou esta quinta-feira o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, por nunca se ter pronunciado sobre a situação decorrente da covid-19 no arquipélago.

“O senhor Presidente da República, que foi eleito por sufrágio direto, ainda não teve tempo de se pronunciar sobre aquilo que se passa na Madeira, não teve tempo ainda de dirigir uma palavra de conforto aos madeirenses e de admiração pela forma como enfrentaram esta epidemia”, declarou Miguel Albuquerque.

O arquipélago da Madeira regista um total de 90 casos de covid-19, dos quais 64 foram dados como curados, estando há 14 dias consecutivos sem sinalizar novas infeções.



O governante, que falava na inauguração de um arruamento em Câmara de Lobos, na zona oeste da ilha da Madeira, realçou que a região precisa de fazer uma “operação de financiamento urgente” de 300 milhões de euros para “acorrer à emergência social e económica” gerada pelas medidas de contenção da pandemia.

Por isso, o executivo, de coligação PSD/CDS-PP, reivindica a alteração da Lei das Finanças Regionais, para permitir o acesso ao financiamento no mercado, e também uma moratória sobre o pagamento de duas prestações de 48 milhões de euros cada, relativas à dívida da região ao Estado.

“Estamos há 60 dias à espera de uma resposta, essa resposta não vem, ou está a ser protelada e eu, neste momento, preciso de ter os mecanismos para poder fazer essa operação de financiamento para acorrer à situação de emergência social”, declarou.

Miguel Albuquerque considerou ser “fantástico” e “estranho” que ninguém se pronuncie sobre a matéria ao nível nacional, nem mesmo Marcelo Rebelo de Sousa. “Até hoje, o que tem havido do outro lado é silêncio. Mas nós vamos continuar a lutar, porque a nossa obrigação é servir o nosso povo”, disse.

Albuquerque adiantou que esta “situação de impasse” é motivada por um “estado centralista” e por um “governo que não quer saber das regiões”, negando-lhes o “direito básico” de realizar operações de financiamento. “O que é fundamental é as pessoas perceberem que nós precisamos rapidamente de uma decisão ao nível nacional”, afirmou.

“Vida completamente limpa”

Na mesma intervenção, Miguel Albuquerque afirmou ter a vida “completamente limpa e transparente” em questões de negócios privados e afirmou que a sua candidatura à Presidência da República é uma hipótese. “O que posso dizer, neste momento, é que tenho sido contactado e que não descarto essa hipótese“, reiterou.

Miguel Albuquerque sublinhou, por outro lado, não ser “nada estranho” a notícia avançada na quarta-feira pela revista Sábado, dando conta que o Ministério Público e a Polícia Judiciária estão a investigá-lo como “um dos suspeitos num processo de corrupção”.

Segundo a Sábado, Albuquerque está a ser investigado por corrupção, devido a negócios privados imobiliários e pelo ajuste direto da concessão a privados da Zona Franca.

“Não acho nada estranho. Isso nunca surge por acaso”, afirmou, reforçando: “Isso é o símbolo daquilo que é o sistema político em Portugal e os interesses que estão instalados, porque, quando essa hipótese surgiu [a candidatura à Presidência da República], saiu imediatamente esse tipo de insinuações e de difamações”.

O governante social-democrata mantém em aberto a possibilidade de avançar com a candidatura a Belém, vincando que, se isso acontecer, vai continuar a liderar o Governo Regional e o PSD/Madeira.

“Há uma situação que eu quero dizer: ninguém me intimida, não tenho medo de nada e, sobretudo nestas questões [de negócios privados], tenho a vida completamente limpa e transparente”, declarou.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Espécie rara de orquídea encontrada em telhado de banco de investimentos em Londres

Uma espécie rara de orquídea, que se acredita estar extinta no Reino Unido, foi descoberta no jardim do telhado de um banco de investimentos em Londres. Segundo o The Guardian, a Serapias parviflora, uma espécie rara …

Pintura de David Bowie comprada por três euros vai agora ser leiloada por milhares

A pintura do ícone do rock, David Bowie, deverá ser vendida por milhares de dólares num leilão de arte online. O retrato, intitulado "DHead XLVI", faz parte de um conjunto de aproximadamente 47 obras que David …

Vila Nova de Milfontes vai ter praia para cães

A praia pet friendly, que fica próxima de Furnas-Rio, vai funcionar já esta época balnear de forma experimental. Uma praia concessionada que também admite cães vai funcionar, nesta época balnear, de forma experimental, em Vila Nova …

Podia ser um quadro de Dalí, mas é só o degelo glacial na Islândia

Na Islândia, o degelo glacial criou uma paisagem deslumbrante que o fotógrafo espanhol Manuel Ismael Gómez de Almería não deixou passar em branco. Faz lembrar a arte surrealista de Salvador Dalí, mas é uma versão ampliada …

Digby, o cão dos bombeiros, ajudou a salvar uma mulher do suicídio

O cão Digby desempenhou um importante papel ao salvar uma mulher que estava a ponderar pôr fim à sua própria vida no Reino Unido. Digby é um cão terapeuta que ajuda as pessoas a lidar com …

Seca pode ser a "próxima pandemia e não há vacinas que a curem", alerta a ONU

A seca e a escassez de água podem afetar o planeta de forma sistémica se não forem tomadas medidas urgentes sobre a gestão da água e dos solos, alertou a Organização das Nações Unidas (ONU) …

Três portugueses morrem em desabamento de escola na Bélgica

O desabamento de uma escola em construção em Antuérpia, na Bélgica, provocou, esta sexta-feira, a morte de três portugueses. As circunstâncias em que o desabamento ocorreu ainda não são conhecidas. Fonte consular portuguesa confirmou à RTP …

António Oliveira desiste de candidatura à Câmara de Gaia

Esta sexta-feira, numa reunião de emergência, António Oliveira, candidato à Câmara de Vila Nova de Gaia, anunciou ao líder do PSD, Rui Rio, a sua desistência da corrida eleitoral. António Oliveira tinha sido a escolha de …

Elemento da comitiva olímpica portuguesa recusou vacina

Todas as outras pessoas que estarão em Tóquio, a representar Portugal, já foram vacinados contra a COVID-19. Quase todos os membros da comitiva olímpica portuguesa, que vão estar nos Jogos Olímpicos de Tóquio, foram vacinados contra …

Os balões incendiários são a mais recente arma nas tensões Israel-Hamas

Durante a noite, forças israelitas voltaram a quebrar o cessar-fogo e lançaram um ataque aéreo na Faixa de Gaza em resposta a balões incendiários lançados pelo Hamas. Ativistas palestinianos lançaram dezenas de balões incendiários por cima …