Miguel Albuquerque critica silêncio de Marcelo sobre situação da Madeira

Homem de Gouveia / Lusa

O Presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque

O chefe do executivo madeirense, Miguel Albuquerque, criticou esta quinta-feira o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, por nunca se ter pronunciado sobre a situação decorrente da covid-19 no arquipélago.

“O senhor Presidente da República, que foi eleito por sufrágio direto, ainda não teve tempo de se pronunciar sobre aquilo que se passa na Madeira, não teve tempo ainda de dirigir uma palavra de conforto aos madeirenses e de admiração pela forma como enfrentaram esta epidemia”, declarou Miguel Albuquerque.

O arquipélago da Madeira regista um total de 90 casos de covid-19, dos quais 64 foram dados como curados, estando há 14 dias consecutivos sem sinalizar novas infeções.

O governante, que falava na inauguração de um arruamento em Câmara de Lobos, na zona oeste da ilha da Madeira, realçou que a região precisa de fazer uma “operação de financiamento urgente” de 300 milhões de euros para “acorrer à emergência social e económica” gerada pelas medidas de contenção da pandemia.

Por isso, o executivo, de coligação PSD/CDS-PP, reivindica a alteração da Lei das Finanças Regionais, para permitir o acesso ao financiamento no mercado, e também uma moratória sobre o pagamento de duas prestações de 48 milhões de euros cada, relativas à dívida da região ao Estado.

“Estamos há 60 dias à espera de uma resposta, essa resposta não vem, ou está a ser protelada e eu, neste momento, preciso de ter os mecanismos para poder fazer essa operação de financiamento para acorrer à situação de emergência social”, declarou.

Miguel Albuquerque considerou ser “fantástico” e “estranho” que ninguém se pronuncie sobre a matéria ao nível nacional, nem mesmo Marcelo Rebelo de Sousa. “Até hoje, o que tem havido do outro lado é silêncio. Mas nós vamos continuar a lutar, porque a nossa obrigação é servir o nosso povo”, disse.

Albuquerque adiantou que esta “situação de impasse” é motivada por um “estado centralista” e por um “governo que não quer saber das regiões”, negando-lhes o “direito básico” de realizar operações de financiamento. “O que é fundamental é as pessoas perceberem que nós precisamos rapidamente de uma decisão ao nível nacional”, afirmou.

“Vida completamente limpa”

Na mesma intervenção, Miguel Albuquerque afirmou ter a vida “completamente limpa e transparente” em questões de negócios privados e afirmou que a sua candidatura à Presidência da República é uma hipótese. “O que posso dizer, neste momento, é que tenho sido contactado e que não descarto essa hipótese“, reiterou.

Miguel Albuquerque sublinhou, por outro lado, não ser “nada estranho” a notícia avançada na quarta-feira pela revista Sábado, dando conta que o Ministério Público e a Polícia Judiciária estão a investigá-lo como “um dos suspeitos num processo de corrupção”.

Segundo a Sábado, Albuquerque está a ser investigado por corrupção, devido a negócios privados imobiliários e pelo ajuste direto da concessão a privados da Zona Franca.

“Não acho nada estranho. Isso nunca surge por acaso”, afirmou, reforçando: “Isso é o símbolo daquilo que é o sistema político em Portugal e os interesses que estão instalados, porque, quando essa hipótese surgiu [a candidatura à Presidência da República], saiu imediatamente esse tipo de insinuações e de difamações”.

O governante social-democrata mantém em aberto a possibilidade de avançar com a candidatura a Belém, vincando que, se isso acontecer, vai continuar a liderar o Governo Regional e o PSD/Madeira.

“Há uma situação que eu quero dizer: ninguém me intimida, não tenho medo de nada e, sobretudo nestas questões [de negócios privados], tenho a vida completamente limpa e transparente”, declarou.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

É a quantidade de alimento que determina quem se torna a abelha-rainha

Um novo estudo sugere que é a quantidade de alimento, e não a sua qualidade, como se pensava até agora, que determina quem se torna a abelha-rainha. Quais são os fatores que determinam qual é a …

Em Miami e Nova Iorque, os polícias ajoelharam-se por George Floyd

Em Miami e em Nova Iorque, alguns agentes da autoridade juntaram-se aos manifestantes por breves momentos, para mostrar o seu respeito pela memória de George Floyd. Nos Estados Unidos, os protestos pela morte de George Floyd …

A Nova Zelândia está em cima de uma enorme bolha de lava

A Nova Zelândia situa-se no topo dos restos de uma pluma vulcânica gigante. Este processo é o responsável pela atividade vulcânica e desempenha um papel fundamental no funcionamento do nosso planeta. Nos anos 70, vários cientistas …

Petição busca estatuto de vítima para crianças em contexto de violência doméstica

Uma petição lançada na sexta-feria que reivindica a criação do estatuto de vítima para as crianças que vivem em contexto familiar de violência doméstica já foi assinada por mais de 1300 pessoas, entre elas personalidades …

Assimétrica e flutuante. A primeira casa impressa em 3D na República Checa vai "nascer" em 48 horas

A primeira casa impressa em 3D na República Checa vai estar pronta no próximo mês para demonstrar a velocidade e a eficácia de uma técnica de construção que será sete vezes mais rápida e terá …

Anonymous garantem que princesa Diana foi assassinada para abafar caso Epstein

O movimento internacional de ciberativistas Anonymous - ou alguém que alega operar em seu nome - garante que a princesa Diana, que morreu num acidente de viação em agosto de 1997, foi, na verdade, assassinada …

Empresa de mineração pede desculpa por destruir cavernas sagradas aborígenes

A empresa mineira Rio Tinto admitiu que destruiu as cavernas pré-históricas que eram locais de culto para os aborígenes australianos e pediu desculpa. As cavernas de pedra Juukan Gorge 1 e 2 – dois locais de …

Itália exige "respeito": vai abrir fronteiras, mas excluir países que impõem restrições a italianos

Apesar de acredita "no espírito europeu", o ministro dos Negócios Estrangeiros italiano sublinhou que o país está pronto "para fechar as fronteiras" àqueles que não o respeitem. A Itália vai abrir as suas fronteiras internacionais a …

As Forças Armadas sul-africanas não estavam preparadas para um inimigo invisível

A Força de Defesa Nacional da África do Sul não está preparada para combater uma pandemia silenciosa como a da covid-19. Este "inimigo invisível" veio trazer à tona as fragilidades do país. As Forças Armadas da …

Putin convoca referendo sobre alterações constitucionais para 1 de julho

A aprovação da reforma constitucional permitirá ao atual Presidente da Rússia, Vladimir Putin, cumprir mais dois mandatos suplementares a partir de 2024. Vladimir Putin anunciou a data de 1 de julho para o referendo nacional de …