Michael Schumacher em Paris para fazer tratamento secreto

hotgossipitalia / Flickr

Michael Schumacher, 7 vezes campeão do Mundo de Fórmula 1

Segundo informações do Le Parisien, o ex-campeão mundial de Fórmula1, que sofreu um grave acidente de esqui em 2013 e cujo estado de saúde é um mistério, vai receber um implante de células estaminais no hospital George Pompidou, na capital francesa, ao qual chegou esta segunda-feira.

O antigo piloto alemão Michael Schumacher foi internado esta segunda-feira no hospital parisiense George Pompidou.

De acordo com o jornal Le Parisien, o ex-campeão chegou à unidade hospitalar numa ambulância suíça, transportado numa maca totalmente coberta, que impedia que se visse o seu corpo e rosto.

Schumacher foi levado imediatamente para a ala de cirurgia cardiovascular, cercado por quinze seguranças.

O antigo campeão, hoje com 50 anos, foi recebido pelo cirurgião cardíaco francês Philippe Menasché, pioneiro no uso de terapia celular para tratar insuficiência cardíaca.

De acordo com jornal francês, Schumacher vai receber injeções de células estaminais em todo o corpo, para desencadear uma ação anti-inflamatória no organismo. O tratamento deverá ser realizado esta terça-feira, e o ex-campeão poderá deixar o hospital já na quarta-feira.

Consultada pelo Le Parisien, a equipa médica do hospital não prestou declarações, mas Schumacher terá vindo este ano pelo menos duas vezes ao estabelecimento, transportado de helicóptero.

Na primeira visita, o ex-piloto terá realizado exames no hospital Pitié-Salpetrière. Deveria ter regressado em julho, mas um problema de saúde repentino impediu a viagem.

Schumacher já não precisa de estar deitado

O estado de saúde do ex-campeão é um mistério desde o seu acidente, em Meribel, nos alpes franceses, onde embateu de cabeça contra uma rocha enquanto esquiava, no dia 29 de dezembro de 2013.

Quando foi atendido no hospital de Grenoble, no sudeste de França, Schumacher sofria de um traumatismo craniano grave. Operado duas vezes, esteve quatro semanas em coma artificial e vários meses na Unidade de Cuidados Intensivos.

O ex-piloto deixou o hospital em junho de 2014 e foi transferido para o hospital universitário de Vaud, em Lausanne, na Suíça. Três meses mais tarde, voltou a casa, que foi adaptada para facilitar o seu tratamento.

Desde então, a mulher do piloto, Corinna Schumacher, não fornece qualquer informação sobre a saúde do ex-campeão. Apenas Jean Todt, seu ex-diretor na Ferrari, é um dos raros amigos a visitar Schumacher em casa.

Segundo Jean Todt, o ex-piloto da Ferrari já não precisa de estar deitado, e terá até já assistido a seu lado a uma corrida do filho, Mick Schumacher, que corre em Fórmula 2.

Em dezembro, um documento chamado “Schumacher”, realizado com o apoio da família e amigos, deve ser exibido na TV e revelar o mistério que cerca o ex-campeão.

// RFI

PARTILHAR

RESPONDER

Em Chernobyl, estão a desaparecer "as memórias que as pessoas deixaram para trás"

Chernobyl é, atualmente, a maior atração internacional da Ucrânia e o novo presidente, Volodymyr Zelenski, já apresentou um projeto para trazer ainda mais turistas. No entanto, estão a desaparecer "as memórias que as pessoas deixaram …

Huawei afirma que a tecnologia 6G vai estar disponível daqui a 10 anos

O CEO da Huawei, Ren Zhengfei, assinalou, durante uma entrevista à CNBC, que a sua empresa está a trabalhar em redes móveis 6G, que estarão completamente desenvolvidas daqui a 10 anos.   "Trabalhámos em 5G e 6G …

Nazismo e comunismo classificados em pé de igualdade pelo Parlamento Europeu

No passado dia 19 de setembro, a União Europeia colocou comunismo e nazismo em pé de igualdade, depois de aprovar no Parlamento Europeu uma resolução condenando ambos os regimes por terem cometido "genocídios e deportações …

Conselho da Europa teme que polícia de Malta tenha “recusado provas” no caso da jornalista assassinada

Daphne Galizia era jornalista, acompanhava casos de corrupção no país e foi assassinada há dois anos. Pieter Omtzigt, relator do Conselho da Europa responsável pelo caso, diz que a abordagem da polícia e dos …

Itália quer mudar sede da final da Liga dos Campeões

A Itália quer que a final da Liga dos Campeões deste ano, marcada para o Estádio Olímpico Atatürk Olympic, mude de sede. Os últimos dias não têm sido fáceis para a UEFA. Depois dos incidentes racistas …

CNN coloca broa portuguesa entre os 50 melhores pães do mundo

A propósito das celebrações do Dia Mundial do Pão, que se celebra esta quarta-feira, a CNN fez uma lista com os 50 melhores pães do mundo e um deles é a broa portuguesa. A broa conhecida …

CP lança nova campanha: Lisboa-Porto por cinco euros e mais descontos até 80%

Há 10.300 bilhetes a custos muito reduzidos, anunciou a CP – Comboios de Portugal esta terça-feira. A nova campanha garante viagens nos comboios de longo curso Alfa Pendular e Intercidades “com 80% de desconto”, abrangendo …

"Níveis recorde". Glaciares suíços perderam 10% do seu volume nos últimos cinco anos

Os glaciares suíços perderam 10% do volume nos últimos cinco anos, a maior redução em cem anos, alertou esta terça-feira a Academia Suíça das Ciências. A Academia baseia-se nas medições feitas pelos peritos do painel intergovernamental …

Caso BPN. Relação condena dois dos absolvidos e agrava penas a outros dois

O Tribunal da Relação de Lisboa condenou esta quarta-feira dois dos três arguidos absolvidos no processo principal da falência do BPN, Ricardo Oliveira e Filipe Nascimento, e agravou as penas a dois dos 12 arguidos …

Operação Éter. Hermínio Loureiro entre as dezenas de autarcas arguidos

Hermínio Loureiro, ex-presidente da Câmara de Oliveira de Azeméis, está entre as dezenas de atuais e antigos autarcas que foram constituídos arguidos no âmbito da Operação Éter. Este processo levou à prisão preventiva do antigo presidente …