Quase metade dos portugueses acredita que um grupo secreto governa o Mundo

Thierry Ehrmann, Midnight Digital / Abode of Chaos

“A Última Ceia”, Abode of Chaos

A maioria dos portugueses não confia nos governos, nem nos militares, jornalistas, sindicalistas ou líderes religiosos.

Portugal é o país onde menos se acredita em teorias da conspiração, muitas vezes difundidas através de notícias falsas, como as que negam, por exemplo, a importância das vacinas e a responsabilidade humana no aquecimento global ou as que veiculam sentimentos anti-imigração.

Esta uma das conclusões de um estudo da Universidade de Cambridge realizado em oito países europeus e nos EUA. De acordo com os resultados do estudo “Conspiracy and Democracy”, do Centre for Research in the Arts, Social Sciences and Humanities e a YouGov Cambridge, só 10% dos portugueses defendem que os verdadeiros efeitos das vacinas estão a ser escondidos — em França, por exemplo, ultrapassa os 25%.

Em relação aos imigrantes, apenas 13% acreditam que o Governo esconde o número real de imigrantes no país — lá fora, a média é 28%.

Por outro lado, Portugal é o país onde mais de crê que existe um grupo que governa secretamente todo o Mundo – 42%, o dobro da média. 66% dos portugueses acredita que, apesar de vivermos em democracia, haverá sempre uma elite a mandar.

“É a correlação entre estas duas posições que surpreende”, conclui Hugo Leal, investigador que participou no estudo. “Por um lado, há razões histórico-sociais que justificam a crença de que o país não está nas mãos dos eleitos, mas nas mãos das elites. Por outro lado, não há condições sociais e políticas para a emergência de fenómenos de base nativista ou nacionalista que espalhem essa desinformação pela Internet.”

Os níveis de desconfiança nas instituições já vêm de trás. “A grande maioria dos portugueses está acostumada às elites. São sempre os mesmos a mandar”, afirma o historiador Manuel Loff, citado pelo Expresso.

Já Pedro Magalhães, politólogo, explica que o sentimento de desafeição política — “uma combinação entre a perceção de que quem tem poder não ouve o cidadão comum e de que se é pessoalmente impotente para mudar as coisas” — é já uma característica da cultura política nacional.

O que surpreende é que essa descrença na política não leve os portugueses a embarcar na desinformação que circula na Internet, à semelhança do que tem acontecido nos Estados Unidos, Brasil ou Reino Unido.

ZAP //

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Sentimentos anti-imigração não são necessariamente baseados em mitos infundados como os anti-vacinas, ou altamente controversos como o do negacionismo da influência humana no aquecimento global. Quem souber a realidade de Marselha, Clichy-sous-Bois, Molenbeek ou Cova da Moura sabe que certa imigração tem mais probabilidade de ser problemática.

  2. Eu sei qual é:
    BILDERBERG
    e não sou só eu.
    O Balsemão há umas semanas reuniu-se com alguns influentes do país para discutir o futuro do mesmo.
    Esse bilderbergueiro deve ter decidido montar um clube bilderberg à moda portuguesa e terá anunciado aos outros técnicas de lavagens cerebrais utilizadas no canal privado como sejam novelada brasileira à pazada e lixo importado da feira das TV na Alemanha. Curioso num país dito demo-crático onde todos os cidadãos à luz da Constituição são iguais proliferarem estes donos disto tudo como formigas numa termiteira.

    • ora nem mais, mas não é o único, existem mais, mas realmente este é o mais ‘badalado’ infelizmente os srs dos MSM, as presstitutes há muito que os levam ao colinho (afinal são donos dos MSM), rara é a notícia que sai sobre eles, agora mais pq já perceberam que têm de manipular muito mais gente que vai abandonando os MSM e optando por informação open source como por exeplo o corbett report.

      entre outros a Trilateral Comission, Council on Foreign Relations, a máfia mais costumeira como os srs e sras do avental, o vaticano e a Opus Dei….tudo bons rapazes.

      só dois exemplos em como isto é possível, dêem olhada à lista dos psicopatas do bilderberg presente em cada reunião, as empresas que representam e percebam ainda que por exemplo nos EUA apenas 6 grandes empresas dominam todos os media para perceber como é realmente simples um punhado de psicopatas estar à frente do mundo….há quem diga que são 300.

      • Ora nem mais ovigia, você sabe. Mas muita gente não se interessa por saber em que mundo vivem realmente, preferem ficar na ignorância do que rebentar a bolha da ilusão…
        E sabendo bem quem controla o quê, só se torna ainda mais clara a propaganda dos media.

  3. Há vários grupos secretos mas os piores de todos é a ONU e os Direitos Humanos coadjuvados por ONGs, Soros e afins do Plano Kalergi.

  4. A regra é:
    Constantemente mudar tudo, para com que tudo fique igual . .

    A fase entre democracia e oligarquia é o tipo de totalitarismo na qual os cidadãos sofrem menos.

    Depois da democracia vem a oligarquia e depois a ditadura e depois a democracia e depois vem a oligarquia e depois a ditadura etc etc.

    Neste momento estamos no final de uma oligarquia e a beira de uma ditadura

34 anos depois, dados da Voyager 2 revelam mais um segredo de Urano

Mais de 30 anos depois, os dados da Voyager 2, que sobrevoou o planeta em 1986, permitiram aos cientistas da NASA desvendar mais um segredo de Urano. Em janeiro de 1986, a Voyager 2 sobrevoou Urano. …

Está a nevar em Plutão

Em julho de 2015, a sonda New Horizons da NASA concluiu uma longa e árdua jornada pelo Sistema Solar, viajando a 36.000 mph durante nove anos e meio. Toda a missão focava-se em mapear a …

Cientistas dão um importante passo na criação de uma Internet quântica segura

Uma nova investigação da Universidade de Harvard e do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, nos Estados Unidos, revelou o elo que faltava para termos uma Internet quântica funcional e prática: uma forma de corrigir os …

Os pedregulhos de Bennu brilham como faróis para a Osiris-Rex da NASA

Este verão, a sonda OSIRIS-REx empreenderá a primeira tentativa da NASA de tocar a superfície de um asteroide, recolher uma amostra e recuar em segurança. Mas, desde que chegou ao asteroide Bennu há mais de …

Cidades subterrâneas podem ser um bom refúgio para futuros desastres

Especialistas ouvidos pelo portal One Zero acreditam que cidades subterrâneas podem ser um bom refúgio para populações que possam vir a enfrentar desastres naturais no futuro potenciados pelas alterações climáticas. À medida que os desastres naturais …

Descobertas três novas espécies de pterossauro em Marrocos

Cientistas encontraram três novas espécies de pterossauro, que viveram no deserto do Sahara, há 100 milhões de anos, em Marrocos. De acordo com o site EurekAlert!, estas três novas espécies de pterossauro faziam parte de um …

Texto português do século XVI mostra eficácia da quarentena

Um especialista australiano descobriu num texto português do século XVI uma prova de que a quarentena ou o isolamento podem impedir a globalização de uma doença como a covid-19, que já provocou mais de 30 …

Coronavírus. Mercados chineses continuam a vender morcegos

Nem com a pandemia de covid-19 a China abre mão dos seus velhos hábitos. Embora o novo coronavírus tenha tido origem num mercado de animais exóticos, em Wuhan, muitos destes sítios continuam a funcionar normalmente …

No Twitter, o discurso de ódio contra chineses cresceu 900%

A L1ght, uma empresa que mede a toxicidade das plataformas digitais, partilhou recentemente um relatório no qual revela que o discurso de ódio contra a China e contra os chineses teve um crescimento de 900%. Donald …

Há mais pessoas em quarentena do que vivas durante a 2ª Guerra Mundial

Um terço da população mundial - 2,6 mil milhões de pessoas - está em quarentena. São mais seres humanos em isolamento do que aqueles que estavam vivos para testemunhar a 2ª Guerra Mundial. Na terça-feira, o …