Mais de metade dos 10 mil milhões transferidos terão saído do BES

Mário Cruz / Lusa

-

Mais de metade dos dez mil milhões de euros de transferências para offshores, que não apareciam nas estatísticas entre 2011 e 2014, foram declarados pelo Banco Espírito Santo (BES).

Segundo o Jornal Económico, esta revelação foi feita por fonte da administração fiscal, que “garante que o peso do BES ‘é enorme’ na omissão das transferências no sistema informático da Autoridade Tributária [AT], cujo montante acabou por escapar ao controlo do fisco”.

Em causa, escreve o jornal, “estão os montantes que os clientes do banco, a maioria empresas, enviaram para offshores nos dois anos antes da resolução do banco”.

“As transferências foram declaradas pelo Novo Banco após a resolução do BES a 3 de agosto de 2014. Os valores ascendem a mais de cinco mil milhões de euros e estão relacionados com três das 20 declarações apresentadas pelas instituições financeiras que não foram objeto de qualquer tratamento pela Autoridade Tributária”, salienta o jornal.

A mesma fonte adiantou que o “BCP surge em segundo lugar no que diz respeito aos montantes transferidos para offshores e que escaparam ao radar da máquina fiscal”.

Sobre o montante declarado pelo BES, a mesma fonte explicou ao económico que “o facto de os negócios de private banking do antigo BES poderem ser mais desenvolvidos, gerando maiores montantes que forma depois declarados pelos clientes, onde se incluem algumas das empresas do GES”.

O Jornal Económico contactou o Ministério das Finanças que se escusou a comentar.

Não nos podemos pronunciar sobre as entidades financeiras envolvidas. O Banco de Portugal não autoriza a divulgação, conforme referido ontem [quarta-feira, dia 01 de março] pelo secretário de Estado na COFMA [Comissão de Orçamento e Finanças e Modernização Administrativa]”, disse a mesma fonte do ministério ao jornal.

Na quarta-feira, o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Rocha Andrade, reiterou no Parlamento que não houve controlo inspetivo dos dez mil milhões de euros que foram transferidos para offshore, porque esse montante não era conhecido do Fisco.

Na semana passada, o Público noticiou que nesses quatro anos quase dez mil milhões de euros foram transferidos para contas sediadas em paraísos fiscais sem qualquer controlo da AT, embora tenham sido comunicados ao Fisco pelos bancos, como a lei obriga.

Entre 2011 e 2015, enquanto Paulo Núncio era secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, não foram publicadas as estatísticas da AT com os valores das transferências para offshore, uma publicação que tinha sido tornada obrigatória em 2010.

As estatísticas só voltaram a ser publicadas no Portal das Finanças por decisão do atual secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, sendo que o Ministério das Finanças detetou que houve 20 declarações de Operações Transfronteiras (enviadas pelos bancos ao Fisco) que “não foram objeto de qualquer tratamento pela AT”.

Estas declarações, segundo disse o Ministério das Finanças ao jornal, “estão agora a ser objeto de controlo pela inspeção tributária”, sendo que o caso foi remetido para a Inspeção-Geral de Finanças.

Também o Ministério Público está a recolher elementos para apurar se existem procedimentos a desencadear.

// Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Este NUNCIO quando surripiava as micro-empresas portuguesa e os particulares com taxas e mais taxinhas para a autoridade tributária não reparou – não quis reparar na fuga de 10 000 000, 00 para off-shores. Engraçado, pois á data dos fatos acha este tecnocrata do Passos um palhaço!… Com efeito, não me enganei! Em podendo, tinha todo o gosto em dar-lhe umas boas bordoadas e enfiar-lhe uns bons pontapés no cú!…
    Este NUNCIO, o SÓCRATES, o SALGADO, o BATAGLIA, o ZEINAL, o GRANADEIRO, todos mereciam os ditos pontapés no cú! … Assim eu pudesse!…

  2. Mas então não era necessário, que os “RATOS” fizessem primeiro, os respectivos desvios, para os respectivos offshores, antes de darem o banco por falido?
    Talvez para ajudar os “RATOS”, as listas de transferências que deviam ter sido publicadas “à cautela” não o foram. Mas podemos todos estar descansados! Paulo Núncio até já disse ser o único responsável por essa decisão. Curiosamente já deve estar no desemprego, pois se renunciou aos cargos que tinha no partido, coitado! Mas Portugal deve-lhe muito!
    Os então ministros das finanças, completamente desresponsabilizados, desempenham altos cargos…
    Já o governador do BdP,, sendo impotável, vai continuando por cá a fazer o “seu trabalho”.
    Afinal a tudo isto chama-se tirar o país da banca rota, salvar os portugueses!
    Devemos-lhe muito a todos!

Responder a 10m Cancelar resposta

Coreia do Norte anuncia "teste muito importante" em local de lançamento de mísseis

A Coreia do Norte anunciou ter realizado um "teste muito importante" no local de lançamento de mísseis de longo alcance, defendendo que terá um efeito fundamental na futura posição estratégica do país. A Agência Central de …

Balas que assassinaram John F. Kennedy preservadas em modelo 3D

A partir do próximo ano, os Arquivos Nacionais dos Estados Unidos vão disponibilizar, no seu catálogo online, imagens 3D das balas que assassinaram o antigo presidente norte-americano John F. Kennedy. Para criar os modelos das …

Pela primeira vez, neurónios artificiais foram criados para curar doenças crónicas

Uma equipa de investigadores conseguiu recriar as propriedades biológicas dos neurónios em chips, que podem ser úteis ajudar na cura de doenças neurológicas crónicas. Naquele considerado um feito única na ciência, investigadores da Universidade de Bath …

Cientistas encontram uma relação negativa "muito forte" entre inteligência e religiosidade

Uma equipa de investigadores sugere que pessoas religiosas tendem a ser menos inteligentes do que pessoas sem crenças religiosas. O estudo tem gerado uma grande controvérsia. A religião é um tema forte, capaz de juntar ou …

Descoberta nova espécie de tubarão pré-histórico que podia chegar aos sete metros

Uma nova espécie de tubarão pré-histórico foi descoberta no Kansas, nos Estados Unidos. Este predador podia crescer até quase sete metros de comprimento. De acordo com a revista Newsweek, Kenshu Shimada, da Universidade DePaul, e Michael …

Conhecido medicamento para diabetes pode conter um carcinógeno

A Food and Drug Administration, agência federal e reguladora do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos, está a testar amostras de metformina, um medicamento para diabetes que pode conter o carcinógeno N-Nitrosodimetilamina …

Nobel da Física diz que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra

Didier Queloz disse, este sábado, estar convencido de que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra, razão pela qual está "zangado" com alguns argumentos do cofundador da Tesla, Elon Musk. Os suíços …

Ford está a reciclar palha de café do McDonald's. Quer transformá-la em peças de carro

https://vimeo.com/377768195 A Ford está a fabricar peças de carro através de palha de café reciclada do McDonald's. A iniciativa contribui para a redução da pegada ecológica e do desperdício alimentar. O combate às alterações climáticas cabe um …

Comité da ONU preocupado com condições das prisões em Portugal

As condições de detenção, a sobrelotação das prisões, o alegado uso da força e outros abusos contra pessoas pertencentes a grupos raciais e étnicos são as principais preocupações do Comité da ONU contra a Tortura …

Cientistas identificaram organismo que prospera ao comer meteoritos

O micróbio Metallosphaera sedula tem uma propensão para comer minerais. E não estamos a falar de granito ou giz, mas de rochas muito mais especiais como meteoritos. Segundo o Science Alert, uma equipa internacional de cientistas …