Médicos católicos pedem a Marcelo que vete lei de identidade de género

Nuno Veiga / Lusa

A Associação dos Médicos Católicos Portugueses está contra as alterações à lei de identidade de género e pede ao Presidente da República que vete o novo diploma.

A Associação dos Médicos Católicos Portugueses (AMCP) é contra as alterações à lei de identidade de género e, por isso, pede ao Presidente da República para vetar a lei que permite a mudança de sexo aos 16 anos.

A legislação aprovada pelo Parlamento, além de baixar para os 16 a idade mínima para mudar de sexo no registo civil, prevê que o pedido possa ser feito mediante requerimento e sem necessidade de recorrer a relatórios médicos.

“A AMCP considera que a dispensa de um parecer médico se reveste de uma enorme gravidade em termos de saúde pública“, lê-se no comunicado da associação, citado pela Renascença.

“A lei aprovada exclui a medicina e não tem qualquer base científica, já que não se apoia em qualquer diagnóstico médico de disforia de género, e dispensa o tratamento médico necessário para estes casos”, acrescenta a nota.

Além disso, o comunicado explica que aos 16 anos “o córtex pré-frontal (envolvido nas respostas emocionais e na tomada de decisões) ainda não atingiu o desenvolvimento completo, pelo que não existem condições neurobiológicas de maturidade para uma tomada de decisão desta natureza”.

É por esta razão que a AMCP considera “questionável a capacidade de discernimento de um jovem de 16 anos poder decidir, de forma madura, livre e responsável sobre a mudança de género”.

A associação destaca também o facto de a legislação permitir a mudança de género “numa idade em que se considera que os cidadãos não têm ainda maturidade para votar, conduzir um automóvel ou ingerir bebidas alcoólicas”.

Embora admita que “existem casos de disforia de género na população geral”, a AMCP refere que a prevalência “é muito baixa (0,003% – 0,005%)”.

A lei foi aprovada à tangente no Parlamento, com os votos a favor de PS, Bloco de Esquerda, Verdes e PAN, e a abstenção do PCP. “A AMCP entende que é um risco a Assembleia da República produzir uma legislação baseada nesta casuística, sobre uma matéria tão sensível”, conclui.

ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Médicos católicos? O que é isso?!
    Será que também há associações de médicos judeus, médicos da IURD, médicos benfiquistas, etc?!…
    De qualquer modo, não haverá nenhuma precaução com a saúde publica mais urgente do que esta?
    Duvido…
    Mas, por acaso, até estou de acordo com eles e acho que essa alteração nunca deveria ser possível antes dos 18 anos!

      • Errado!!
        Como qualquer país civilizado, Portugal é um país laico; quem não se sentir bem – rua!!
        Não sei se já ouvi falar na Constituição da República Portuguesa, mas nunca é tarde para aprender (Artigo 41.º).

  2. Só não entendo por que razão os subscritores do pedido de veto se apresentam como católicos, se não é por serem católicos que têm mais legitimidade para se manifestarem. Que pretenderão ao vestirem essa “camisola”? Parecer que são mais conscientes do que os outros?
    Mas ainda bem que se manifestam e denunciam a falta de aprofundamento da questão. Questão essa que, tal como foi tratada, revela mais ideologia barata e permissivismo fraudulento do que séria vontade de ajudar quem eventual e realmente necessite de ajuda.
    A lei, que revela desconhecimento dos mistérios da sexualidade humana, reflecte, ao mesmo tempo, a confusão que parece pairar nas mentes de quem a promoveu. Mas se estou enganado, então o caso é muito mais sério, tendendo a admitir que aquilo que a lei consente (para não dizer prevê) é a sodomização e lesbianização da sociedade.
    Há que respeitar e dar a mão a quem necessita de ajuda, coisa que a lei nada pode fazer, por isso não se justifica.
    Terão de ser as ciências médicas a faze-lo, até onde puderem, porque as mudanças totais ou radicais não existem. Que não se criem, pois, falsas esperanças a ninguém.

RESPONDER

Físicos produziram o campo magnético mais forte e controlável de sempre

Um grupo de cientistas do Instituto de Física do Estado Sólido da Universidade de Tóquio, no Japão, produziu o campo magnético mais forte e controlável já criado em ambientes fechados - é um macro para …

"Impossível" puzzle químico do ouro foi finalmente resolvido

Uma equipa de cientistas russos e alemães conseguiu decifrar o segredo da estabilidade da estrutura cristalina do calaverita (AuTe2) - um raro mineral metálico também conhecido como telúrio de ouro. A descoberta, publicada nesta terça-feira na …

Há caranguejos mutantes e zangados a invadir a costa dos EUA (e são verdes)

Uma espécie agressiva de caranguejo verde está a invadir as águas do estado norte-americano de Maine, deixando um rasto de destruição nos habitats e ecossistemas aquáticos. Os caranguejos (Carcinus maenas) ameaçam várias espécies, como mexilhões azuis, …

Porsche quer ser a primeira fabricante alemã a deixar o diesel

A Porsche quer tornar-se a primeira fabricante automobilística alemã a deixar o diesel, apostando em motores a gasolina, híbridos e, a partir de 2019, em veículos elétricos, anunciou este domingo o presidente executivo da empresa. "Agora …

Viver nas cidades aumenta risco de demência (e a culpa é da poluição)

Viver na cidade influencia a nossa saúde. Segundo um estudo recente, a poluição do ar pode aumentar em 40% o risco de desenvolver demência. O impacto da poluição do ar na nossa saúde já era conhecido, …

Finalmente resolvido o mistério do assassino de gatos em Londres

Um dos mistérios criminais que intrigava a Inglaterra está finalmente resolvido. A conclusão é que, afinal, o famoso assassino de gatos de Croydon não existe. O mistério à volta da morte de mais de 400 gatos …

Benfica - Aves | Triunfo de águia exuberante e perdulária

O Benfica respondeu ao triunfo do FC Porto no sábado com uma vitória caseira sobre o Desportivo das Aves, por 2-0. O resultado pode indicar algumas dificuldades por parte da formação “encarnada”, mas pode-se dizer, sem …

Aquecimento global no Pleistoceno elevou nível do mar até 13 metros

O aquecimento global no final do período do Pleistoceno, com temperaturas similares às previstas para este século, reduziu a camada de gelo da Antártida oriental e elevou o nível do mar até 13 metros acima …

Autor dos mais famosos estudos sobre comida viu 13 artigos retirados

O famoso investigador norte-americano está envolvido numa polémica, depois de 13 dos seus estudos científicos terem sido retirados de algumas publicações. É provável que nunca tenha ouvido falar de Brian Wansink mas, tal como recorda o …

NASA observa movimentos tectónicos recentes em Marte

A sonda Mars Express da NASA observou fissuras proeminentes em Marte causadas devido à ação de falhas tectónicas que atingiram a superfície do planeta há menos de dez milhões de anos. As imagens foram capturadas …