Médicos suspeitos de burlar o Estado em milhares de euros

Três médicos são suspeitos de assinar relatórios clínicos falsos para burlar a Segurança Social e garantir pensões de invalidez aos clientes. O Estado foi lesado em 39 mil euros.

Três médicos estão a ser investigados pelo Ministério Público por suspeitas de terem assinado relatórios clínicos falsos. Segundo o Jornal de Notícias, os médicos seriam pagos para assinarem relatórios que garantissem aos clientes a atribuição de pensões de invalidez pela Segurança Social.

De acordo com o diário, os médicos cobravam alegadamente 3 mil euros para assinarem os relatórios falsos, documentos esses que garantiam aos cliente a atribuição de pensões de invalidez.

Os clientes dirigiam-se à Segurança Social para requerer uma pensão de invalidez, devido às alegadas incapacidades para trabalhar. Depois, conta o diário, os requerentes eram presentes a um ajunta médica que funciona como uma comissão do serviço de verificação da incapacidade.

O esquema de burla avançava quando essas comissões não encontravam nenhuma incapacidade do requerente: os clientes pediam o recurso e recorriam ao direito de designar um médico para os representar na Segurança Social.

Enquanto um dos médicos passava relatórios clínicos que reiterava a incapacidade para trabalhar de um cliente em troca de dinheiro, os outros dois sustentavam os relatórios falsos junto da comissão de recurso da Segurança Social de Braga, composta por outros médicos para além dos dois constituídos arguidos.

A comissão acabava por aceitar os documentos e a Segurança Social concedia as pensões de invalidez aos requerentes que não deveriam ter direito, por não apresentarem qualquer incapacidade para trabalhar.

Doze pessoas terão aderido a este esquemas, mas o Estado só terá sido enganado em metade dos casos. Os outros foram descobertos a tempo.

O médico que redigia os relatórios clínicos é suspeito de ter lesado o Estado em 39 mil euros, um valor que terá de devolver caso seja julgado.

Os três profissionais de saúde vão ser presentes ao Tribunal de Braga e julgados pelos crimes de burla tributária e de atestado falso.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Estes gajos ainda estão a vender disto?
    Estou com uma dor no joelho que com um pouco de jeito e 3.000 no bolso certo poderiam dar-me o bilhete para as caraíbas. Alguém sabe onde é que vendem disto? Estou interessado!

  2. Nas escolas de teatros dão formações específicas para juntas médicas na área da psiquiatria. É o curso com mais sucesso, pois não há exame orgânico que ateste as doenças psiquiátricas. Falaram-me também no curso avançado de “Político em Portugal”. Dizem que é garantida a boa vida e a remuneração com regalias.

RESPONDER

Obesidade infantil continua a aumentar em Portugal

Um estudo do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto concluiu que, aos 4 anos, 22% das crianças têm excesso de peso. Um estudo do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP), que …

"O louco do Sanders" ou "o sonolento do Biden"? As apostas de Trump para a corrida eleitoral de 2020

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, previu que o seu rival democrata nas eleições de 2020 para a Casa Branca deverá ser ou o ex-vice-presidente Joe Biden ou o senador de esquerda Bernie Sanders. "Eu …

"Breaking Bad": professor japonês incentiva alunos a produzir ecstasy

Um professor universitário japonês pode apanhar até dez anos de prisão depois de, alegadamente, incentivar os alunos a produzir ecstasy, num eco à série televisiva norte-americana "Breaking Bad", informaram as autoridades na passada quarta-feira. Segundo o …

União Europeia lança programa-piloto de “Erasmus para artistas”

A Comissão Europeia já lançou o i-Portunus, um projeto-piloto que possibilita a artistas residentes nos Estados-membros da União Europeia trabalhar entre 15 e 85 dias noutro país. A primeira edição da iniciativa abriu com 500 vagas …

Seleção de género pode ter impedido 23 milhões de meninas de nascer

Uma análise dos dados da população mundial sugere que os abortos baseados em seleção sexual interromperam o nascimento de, pelo menos, 23 milhões de meninas. A maior parte dessas raparigas "em falta" estariam na China …

Ministra brasileira diz que as mulheres devem ser submissas ao homem no casamento

Uma nova declaração da ministra brasileira da Mulher, Damares Alves, gerou mais uma polémica. Desta vez, a chefe do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos disse que "dentro da sua conceção cristã" as mulheres …

Marinha procura barco desaparecido desde quarta-feira. Sete a nove pessoas a bordo

A Marinha Portuguesa está a realizar buscas a 518 quilómetros de Peniche para detetar uma embarcação que lançou um alerta às 23:50 de quarta-feira (hora de Lisboa), disse à Lusa o porta-voz daquela força armada. A …

Liberdade de imprensa em risco: "ódio aos jornalistas transformou-se em violência"

A liberdade de imprensa continua a deteriorar-se em muitos países, "onde o ódio aos jornalistas se transformou em violência", de acordo com a advertência dos Repórteres Sem Fronteiras (RSF). "O número de países onde os jornalistas …

Matemática do canibalismo prova benefícios de comer os próprios filhos

O canibalismo filial é o ato de comer as próprias crias. Por chocante que pareça, cientistas descobriram um possível benefício para esta horrenda prática, que já foi documentada em várias espécies de animais. Um estudo publicado …

Tempos de resposta penalizam SNS e mandam doentes para o privado

Os critérios "políticos" para definir os tempos máximos de resposta em consultas e cirurgias podem penalizar os hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS), com um aumento de envio de doentes para o setor privado …