Médicos que se voluntariaram para ajudar SNS obtiveram “meia resposta”

Giuseppe Lami / EPA

Os 142 médicos, sobretudo reformados, que recentemente tornaram pública uma carta enviada ao Governo, na qual expressaram a vontade de regressar à atividade para ajudar a combater a pandemia, informaram que receberam uma “meia resposta”.

Maria do Céu Machado, uma das subscritoras da carta, contou à TSF que recebeu, entre terça e quarta-feira, “um e-mail com um link” para aceder a uma plataforma para inscrição. “Estamos à espera que haja uma resposta dessa plataforma”, disse a médica, que se inscreveu para fazer inquéritos epidemiológicos e seguir doentes em casa.

A lista de voluntários aumentou nos últimos dias. “Penso que, como estavam todos identificados na lista com e-mail, todos receberam” o link, referiu Maria do Céu Machado, indicando que “a lista aumentou”, incluindo agora quase 180 médicos.

A carta surgiu em reação ao apelo do Bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, em março de 2020. “Somos um conjunto de médicos, alguns reformados, mas ativos. Queremos ajudar e declaramo-nos presentes”, escreveram na carta a que a TSF teve acesso. “Queremos participar nesta luta e ajudar. Queremos que nos considerem um corpo de voluntários”.

Novas regras para a testagem preocupam médicos

A Direção-Geral da Saúde (DGS) emitiu novas normas para a testagem e rastreio à covid-19, com efeito imediato a partir das zero horas de quarta-feira. Este documento, avançou o Diário de Notícias, impõe testes rápidos em setores com grande mobilidade social (escolas, lares, fábricas e construção) e a todos os contactos de infetados.

Determinado ficou ainda que estes contactos sejam feitos, idealmente, nas 24 horas seguintes à identificação do caso positivo, o que só será possível “se houver um número reduzido de casos e não os que se registaram no início do ano”, apontou o presidente da Associação Portuguesa de Médicos de Saúde (APMSP), Ricardo Mexia.

Rovena Rosa / ABr

A nova estratégia passa por testar para se identificar o maior número de casos assintomáticos, os infetados e travar mais cedo as cadeias de transmissão.

Para os médicos de família, uma das preocupações é o facto de ainda não se saber quem são os profissionais que terão de fazer testagens regulares. “Se esta tarefa for atribuída aos profissionais dos centros de saúde a capacidade será muito reduzida”, referiu o atual presidente da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF), Nuno Jacinto.

“É positivo haver uma estratégia de maior testagem e de identificação rápida dos casos, porque é importante que tal aconteça para se quebrar as cadeias de transmissão”, mas “deixa-me preocupado, porque os recursos humanos dos centros de saúde são os mesmos e o nosso tempo é finito. Não conseguimos dar resposta a tudo em simultâneo”, indicou.

Os médicos de família, continuou, já atuam no rastreio à covid-19, através do acompanhamento dos doentes infetados que não têm necessidade de internamento, dos contactos de vigilância e nas equipas de vacinação, reivindicando mais recursos.

A preocupação de Nuno Jacinto é “o que se vai fazer a seguir, como vamos desconfinar e de que forma vamos garantir um nível de casos aceitável para que os centros de saúde possam trabalhar de forma mais organizada e não estar só a reagir ao que acontece. É preciso voltarmos a fazer o que devemos fazer e não sermos só profissionais da pandemia. Temos de dar atenção a todos os outros doentes”.

Taísa Pagno Taísa Pagno //

PARTILHAR

RESPONDER

Quase 10 anos depois, avião de Gaddafi continua parado num aeródromo em França

Quase uma década depois de ter aterrado em solo francês, o avião presidencial do ex-ditador líbio continua parado num aeródromo no sul do país, estando no meio de vários processos judiciais que parecem não ter …

Governo recebeu 1.600 ideias para a bazuca. Costa agradece mobilização

Durante a fase de discussão pública, o Plano de Recuperação e Resiliência recebeu mais de 1.600 contribuições e mais de 65 mil consultas. O primeiro-ministro António Costa disse que, durante a fase de discussão pública, …

"Honjok" é o nome do movimento sul-coreano que reivindica a solidão

A solidão tornou-se um tema recorrente devido à pandemia de covid-19. Na Coreia do Sul, existe um movimento chamado "honjok", que promove um estilo de vida solitário. O isolamento imposto pela pandemia de covid-19 está a …

Do subsolo sírio à nomeação ao Óscar: hospitais em tempos de guerra numa "era de impunidade"

The Cave é o nome de uma produção que esteve nomeada para o Óscar de Melhor Documentário de 2020. É também o lugar onde hospitais sírios se escondem para salvar vidas longe de bombardeamentos e …

Patrícia Mamona sagra-se campeã no triplo salto em pista coberta

Esta tarde, Patrícia Mamona tornou-se a terceira atleta portuguesa a garantir a medalha de ouro para Portugal no Campeonato da Europa em pista coberta. A portuguesa Patrícia Mamona conquistou, este domingo, a medalha de ouro na …

Dias de aulas mais longos, férias mais curtas e cinco períodos. Na Inglaterra, já se equacionam formas de recuperar o tempo perdido

Há três medidas em cima de mesa que podem vir a ser adotadas para combater os atrasos na aprendizagem dos alunos. Na Inglaterra, as escolas reabrem para aulas presenciais esta segunda-feira, mas já se pensa …

Índia abre centro de bem-estar para hóspedes abraçarem vacas e "esquecerem todos os problemas"

Animais de conforto e apoio emocional são cada vez mais populares em todo o mundo. Embora a maioria das pessoas use cães ou gatos, há também algumas escolhas mais bizarras, incluindo pavões, macacos e cobras. Os …

Abel Ferreira tentou levar jogador do Benfica para o Palmeiras

O treinador português Abel Ferreira, ao leme do comando técnico dos brasileiros do Palmeiras, pediu a contratação de Franco Cervi, que alinha pelo Benfica, mas acabou por ver a sua proposta recusada pelo jogador argentino. …

Governo aperta regras. Passageiros do Brasil ou Reino Unido têm de ter teste negativo e cumprir isolamento

Os passageiros provenientes do Brasil e do Reino Unido vão ser obrigados a apresentar um teste negativo e a cumprir 14 dias de isolamento profilático. A partir deste domingo, os passageiros provenientes do Brasil e do …

O primeiro hotel espacial mudou de nome (e deverá abrir em 2027)

Fechado em casa a sonhar com a próxima viagem? Esqueça as praias paradisíacas ou as grandes metrópoles. As férias do futuro podem vir a ser no Espaço. Tudo começou em 2019, quando a empresa californiana Gateway …