Maternidade só deixa mãe ver as filhas recém-nascidas depois de pagar a conta

Marcello Casal Jr. / ABr

Uma mãe esperou cinco dias para ver as suas filhas recém-nascidas porque não tinha dinheiro para pagar as despesas médicas.

Juliana Logbo esperou cinco dias depois do parto para ver as suas filhas gémeas e recém-nascidas por não ter dinheiro para pagar os 678 euros de despesas médicas que o hospital de Guangzhou, na China, lhe exigia. Para piorar a situação, só conseguiu sair da unidade de saúde oito dias depois do nascimento, quando a conta já ia em quase três mil euros.

Segundo o New York Times, a liberiana costumava acompanhar viagens turísticas de africanos à cidade de Guangzhou. Durante uma dessas visitas, Juliana Logbo entrou em trabalho de parto e teve de ir imediatamente para o hospital.

Após a cesariana de emergência, a equipa de enfermagem teve uma atitude que a jovem de 28 anos não esperava: para além de não a terem deixado pegar nas filhas, Juliana também não as pôde ver. As gémeas foram levadas para a unidade de recém-nascidos mesmo antes de conhecerem a mãe.

No dia seguinte, Juliana Logbo pediu para ver as crianças mas disseram-lhe que teria de pagar 535 euros em taxas de hospitalização se as quisesse ver.

Em que raio de país estou?” perguntou indignada, depois de ter dito que não tinha mais dinheiro. A mãe teve de pagar 110 euros pelo transporte de ambulância e mais 670 euros de depósito, segundo a Visão.

Quando finalmente conseguiu arranjar os 535 euros, graças a uma amiga que a ajudou, já era tarde demais. A conta tinha aumentado para os 678 euros.

Juliana argumentou que não tinha coo pagar a conta do hospital e a administração baixou para os 600euros. Mas, ainda assim, a mãe das meninas não tinha esse dinheiro.

A insistência e desespero da mãe não foi suficiente. O caso só avançou depois de algumas perguntas da correspondente do New York Times à gerência do hospital. Passados cinco dias, Juliana pôde, finalmente, ver as suas filhas.

No entanto, como uma má notícia nunca vem só, Juliana teve de permanecer no hospital. Só oito dias depois é que a mãe pôde sair do estabelecimento e levar as suas filhas consigo. Mas, nessa altura, a conta já estava perto dos três mil euros.

A história terminou com um final feliz, sendo a verba paga com os donativos feitos à família.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Melhor pensando naquele país só se poderá ser mãe se houver dinheiro para pagar a conta os laços maternais nada contam para o caso, pobre humanidade!.

Responder a Eu! Cancelar resposta

Ratos paraplégicos voltam a caminhar graças a proteína inovadora

Cientistas criaram e injetaram uma proteína no cérebro de ratos paraplégicos. Após um par de semanas, os ratos recuperaram a capacidade de caminhar. Não, não é milagre. Uma equipa de investigadores alemães conseguiu restaurar a capacidade …

Sporting vai apresentar queixa à Ordem dos Médicos do diretor clínico da Unilabs

O presidente do Sporting anunciou, esta terça-feira, a intenção de denunciar à Ordem dos Médicos o comportamento do diretor clínico da Unilabs, devido aos testes à covid-19 que impediram Nuno Mendes e Sporar de defrontar …

Matéria escura? Raios-X ao redor das "Magníficas 7" podem ser rastos de uma misteriosa partícula

Uma equipa de cientistas descobriu que os misteriosos raios-X detetados em estrelas de neutrões próximas podem ser a primeira evidência de axiões, partículas hipotéticas que podem ajudar a desvendar segredos sobre a matéria escura. Existem muitos …

Os astrónomos captaram duas galáxias a meio de uma colisão (e viram uma garça a formar-se)

As colisões entre galáxias podem demorar milhões de anos. NGC 5394 e NGC 5395 estão a meio de um desses encontros e os cientistas conseguiram captar o evento em imagens. O par NGC 5394 e NGC …

"Toupeira" do InSight termina a sua viagem em Marte

A sonda de calor desenvolvida e construída pelo Centro Aeroespacial Alemão (DLR) e implantada em Marte pelo lander InSight da NASA terminou a sua parte da missão. Desde 28 de fevereiro de 2019 que a …

Após injetar chá de cogumelos, homem começou a desenvolver fungo no sangue

Um homem preparou um chá de "cogumelos mágicos" e decidiu injetá-lo no corpo. Vários dias depois, acabou nas urgências devido ao crescimento de um fungo na sua circulação sanguínea. De acordo com o Live Science, o …

Ministro da Economia testa positivo ao novo coronavírus

O ministro da Economia e do Estado, Pedro Siza Vieira, testou positivo ao novo coronavírus que causa a covid-19, anunciou o ministério que tutela.  Em comunicado citado pelo jornal digital Observador, o ministério da Economia refere …

"Reis do esperma". Homens vendem e doam espermatozóides nas redes sociais (e a procura é surreal)

São muitos os norte-americanos que têm vendido ou doado o seu esperma nas redes sociais. A procura pelo material tem sido cada vez maior, e os bancos não estão a dar conta desta nova realidade, …

Sporting 2-1 FC Porto | Jovane Cabral entra para virar resultado e levar Sporting à final

O suplente Jovane Cabral ‘bisou’ esta terça-feira na vitória do Sporting frente ao FC Porto, por 2-1, em Leiria, consumando a reviravolta no clássico das meias-finais da Taça da Liga de futebol, depois de Marega …

Entrevista: "Amigos meus falam em dar um tiro na cabeça. Eu espero não fechar, mas..."

As novas medidas de confinamento estão quase a entrar em vigor e vão afetar muito a restauração. Contactámos o proprietário de um dos cafés mais conhecidos no Porto. 38 anos depois de ter começado a …