Material contra Covid-19 comprado por Portugal desviado por país que pagou mais

Massimo Percossi / EPA

Uma encomenda de material de proteção individual contra a Covid-19 feita por Portugal foi desviada por outro país que pagou um preço mais alto.

Os profissionais de saúde em Portugal queixam-se da falta de material de proteção contra o novo coronavírus. Face a este problema, Portugal decidiu comprar material no mercado estrangeiro para responder às lacunas. No entanto, a encomenda portuguesa acabou por ser desviada por um país que pagou um preço mais alto pelo material médico, avança o Expresso.

O primeiro-ministro António Costa adiantou, esta semana, que foram feitas encomendas para conseguir o material médico e de proteção que o país precisa. A encomenda conta com batas, fatos de proteção, luvas esterilizadas e não esterilizadas, máscaras com viseira, máscaras cirúrgicas, máscaras FFP2 e FFP3, protetores de calçado e toucas.

Este investimento é absolutamente essencial não só para o curto prazo, mas porque estamos numa maratona e tal como acontece na economia de guerra, – onde muitas das atividades industriais são nessa altura reorientadas para a produção de material bélico, – estamos agora a reorientar muita da atividade industrial tradicional para estes equipamentos de Proteção Individual ou equipamentos para o funcionamento do SNS”, disse António Costa.

Além disso, foram encomendados 280 mil testes, dos quais 80 mil chegaram nestes últimos dias. “Estes testes serão distribuídos por diferentes laboratórios do país, dependendo das suas necessidades e compatibilidade com os equipamentos”, explicou fonte do Ministério da Saúde ao Expresso.

A falta deste tipo de material não é exclusiva em Portugal. No resto da Europa, a rápida disseminação do surto de Covid-19 está a deixar alguns países no limite.

A “oferta tradicional” europeia daria resposta a apenas 10% da procura de de equipamentos de proteção e ventiladores. Isto levou a Comissão Europeia a procurar acelerar a produção deste material dentro da própria União Europeia.

Em resposta, uma fonte comunitária garante que a percentagem representa apenas uma pequena amostra de empresas e que, entretanto, a indústria do setor “aumentou significativamente a produção”. Ainda assim, as dificuldades em responder à demanda são elevadas e já foram abertos “novos canais de importação”, nomeadamente de fabricantes não europeus.

ZAP //

PARTILHAR

24 COMENTÁRIOS

  1. Quem no universo ou galáxia quererá visitar ou coabitar o planete azul, terra, sabendo e/ou conhecendo que este é habitado por uma espécie dominante e pensante, perverso e corrupto??
    Por cada poro do planete, respira-se um ambiente de iniquidade, desconfiança, mentira e injustiça. Vivemos num mundo de tentações, promessas, desconfiança e falsidade… 07/04/2012

  2. Vou ser sincero, não li a notícia do Expresso, mas gostava de saber que países é que estamos a falar?
    Que país pagou mais, que país fabricou ? Pois como portugues irei fazer um boicote ao seus produtos, é a minha única “arma”.

  3. Estamos numa especie de Guerra e como tal acredito que existem industrias em Portugal que podem ser
    direccionadas para a confecção urgentissima desse material , talvez não em toda a quantidade mas de certeza numa grande parte , dava-se trabalho a portugueses e não se estava sujeito a estes trafulhas dos chineses .

  4. Sim, acho que se impõe um boicote total a esse tal país que pagou mais, isto é inadmissível!
    E sim queremos saber que país é esse!

  5. e que diferença existe nisto e nos casos anteriores de medicamentos que faltavam cá porque no exterior eram vendidos mais caros?

    tb vão boicotar Portugal?

  6. De quem foi a responsabilidade? Foi do vendedor! Era quem estava obrigado a cumprir o que foi estabelecido. Como podemos nós confiar num regime como o chinês? Mas quem em pleno século XXI pode acreditar em regimes de criminosos? Portugal tem de voltara a fabricar os bens essenciais para si mesmo e se possível exportar, não faz sentido nenhum estamos nesta dependência dos chineses quando quase toda a tecnologia e conhecimento vem do Ocidente. Não vale a pena confiar num regime que se faz manhoso como as cobras que pela frente se mostra muito sorridente e pelas costas nos aponta mísseis nucleares, não porque esteja ameaçado, mas apenas com o propósito de se manter no poder.

  7. Ovigia tem toda a razão! Mas Portugal tem que começar a ser auto-suficiente em muitas áreas que foram destruídas por sucessivos governos! Se continuarmos a depender do estrangeiro nunca mais vamos lá! Espero que este flagelo abra os olhos a muita gente. E boicote total aos responsáveis

  8. SENHORES GOVERNANTES; SOU PORTUGUÊS MORO NO BRASIL DEDE 1966. COMO É POSSIVEL O FACTO DE TER QUE ADQUIRIR MATERIAL DE PROTEÇÃO PARA SE PROTEGER DO CORONA . EM OUTRO PAÍS . SIMPLESMENTE FORA DE PROPÓSITO. SERÁ QUE ESSE MATERIAL É TAO DIFÍCIL DE SER PRODUZIDO. CLARO QUE NÃO. DESSA FORMA, O PAÍS NUNCA CRESCERÁ. TENHAM BOM SENSO . TORNEM O PAÍS AUTO SUFICIENTE , FAÇAM ESTE NOSSO PAÍS CRESCER , DESENVOLVAM O PAÍS. E ASSIM CONTINUA O BARCO DESGOVERNADO. FICO REALMENTE DESILUDIDO . COM TAIS PROCEDIMENTOS. QUE PENA QUE NÃO POSSO DIZER, O MEU PAÍS É DESENVOLVIDO.

  9. Toda agente fal no comprador para mim mais grave a atitude do vendedor. Parece guerra. Concordo já era tempo de se saber fazer e produzir tudo aqui, até ventiladores. Tantas Start ups vamos, mostrem resultados.Aonde está o proverbial «Inventismo» esta criei agora perdoem o pontapé na gramática

  10. Eu já ontem aqui tinha comentado este caso pois tinha acabado de ler a notícia noutro jornal quando vim para o ZAP, quanto ao vendedor são os chineses, o comprador não sei mas neste caso pouco importa, o que importa na verdade é que estamos VERGONHOSAMENTE dependentes dos chineses por incompetência dos nossos governantes e imposição da União Europeia, o que também já previ é que tudo isto irá provocar um enorme tsunami na União Europeia e repare-se já nas notícias de hoje o ataque do representante holandês aos espanhóis e não só, a desunião vai-se acentuar e espero que em breve todos estes pardais sejam confrontados com o povo europeu acerca da nossa dependência em relação à China e não só, que dura há muitos anos e que tem por nome GLOBALIZAÇÃO. Os defensores incompetentes da União acabarão por ser os seus carrascos que lhe ditarão a morte.

  11. Quanto a proteções, como já referido e muito bem, a solução está no país https://www.youtube.com/watch?v=vQLZMHz1c0c mas este tipo de soluções não proporciona esquemas de corrupção.
    Ter fechado as fronteiras e fazer controlo nos aeroportos 2 semanas mais cedo, assim não teríamos que pedir. seja o que for.
    Mas, como sempre, corremos atras do prejuízo. Atenção que houve quem o propusesse mas, novamente e como sempre, lá vem o alarmismo… https://www.youtube.com/watch?v=2vnn5y7apuY
    Somos governados por idiotas e por espertos porque já não conseguem mentir e há todo o interesse em pedir dinheiro para o empregar em esquemas e outros afins que não para os verdadeiros propósitos que dizem que vão fazer.
    Daqui a uns tempos alguém vai dizer que a segurança social, bancos, etc., levaram um rude golpe por causa do covid 19 e mais uma vez, só para quem não anda a dormir e não é tolo, vai perguntar afinal para onde é que o dinheiro foi?
    Acordem!

  12. Incrível tanta gente com diplomas, em especializações tão afinadas e específicas que se esquecem que fazem parte da mesma unidade.
    A ganância está a comer o universo, toda essa gente que ganha milhares ou milhões enquanto gente morre sem comer e agora sem assistência médical por falta de educação, de material ou de profissionais de saúde.
    Espero bem que toda essa gente na hora da angústia, do sofrimento e hora da despedida tome um bom banho nas suas banheiras de ouro com a visão de guerra que eles criaram, com a visão de criancinhas a morrer por falta de comer.

    Esperando que a consciência humana se junte numa só voz para combater todos os gananciosos que vão pelo mundo fora depois de sairmos desta crise sanitária !

    Abrir os olhos para ver, os ouvidos para saber ouvir, abrir as mãos para partilhar os bens terrestres, abrir o nariz para respirar o ar puro de um novo paradigma de vida. Baseando no gosto, no saborear a vida que não passa de uma passagem terrestre com destino ao conhecimento, crescimento de nós mesmo e do que nos envolve ou seja o universo que nos rodeia.
    A herança não tem valor se não sabemos porque nascemos e porque morremos.
    Se Deus existe, ele cresce e morre com a espécie que o defende, que o cultiva. O que não quer dizer que ele não exista para outras espécies.

  13. Isto é como comprar as nossas rações de combate a empresas espanholas. Há setores e compras que TÊM de ser assegurados internamente, a nível nacional, independentemente de leis e regras nacionais ou europeias (estas últimas destinadas a sabotaram o Estado-nação e a sua soberania). Talvez alguém abra os olhos, mas dúvido.

  14. Pagou mais ou apenas pagou, enquanto Portugal esperavs comprar fiado?
    Ninguém exporta sem antes receber, e se o exportador ja tivesse recebido de Portugal teria dr indemnizar.
    Era bom que publicassem a história completa com datas e os termos acordados para o negócio, cado contrário a notícia não passa de uma desculpa para quem se calhar nem encomendou

  15. Tanta presunção em relação ao ministro das finanças holandez por ter mandado uma boca sobre terceiros e não há coragem de dizer qual o país, país nosso amigo de certeza, que desviou a encomenda para si sabendo quel era para vir para cá?

  16. Peço desculpa: holandês
    Já agora, uma dúvida: Oficialmente, “Holanda” já não existe. Passou a ser definitivamente “Países Baixos”. Com que termo vamos passar a denominar os seus habitantes? Paísbaixenses? neerlandeses?

FC Porto com City na Champions. Ronaldo volta a encontrar Messi

O FC Porto vai defrontar os ingleses do Manchester City, os gregos do Olympiacos e os franceses do Marselha no Grupo C da fase de grupos da Liga dos Campeões em futebol, ditou esta quinta-feira …

Cabrita pede abertura de inquérito a fuga de 17 migrantes. Cinco já terão sido apanhados

O ministro da Administração Interna pediu a abertura de um inquérito à fuga de 17 migrantes do norte de África que desembarcaram em setembro no Algarve e fugiram, durante a madrugada, do quartel em Tavira …

Governo chega a acordo com Madrid para alargar restrições a toda a comunidade

O Governo espanhol anunciou, esta quarta-feira, um acordo que estende medidas para combater a covid-19, já em vigor em partes da Comunidade Autónoma de Madrid, a toda a capital e várias localidades da periferia onde …

Ciclista suspenso por defender Trump

Quinn Simmons respondeu no Twitter a uma jornalista e a sua equipa suspendeu o atleta. Um "adeus" e uma mão negra na origem da polémica. Quinn Simmons foi campeão do mundo de ciclismo no ano passado, …

Bolsonaro considera "lamentável" discurso de Biden que apela ao país que pare de destruir a Amazónia

Jair Bolsonaro classificou como “lamentável” o comentário de Joe Biden durante  o debate presidencial que ocorreu na madrugada de terça-feira. O candidato democrata mostrou-se preocupado com o facto das florestas tropicais no Brasil estarem a …

Ex-responsável militar acusado de fazer compras pessoais e cobrar ao Exército

Um antigo responsável militar mandou cobrar ao Exército compras pessoais no valor de 7.600 euros, feitas ao longo de seis meses. Um antigo responsável militar no Porto mandou cobrar ao Exército compras pessoais no valor de …

American Airlines e United Airlines preparam-se para despedir 32.000 funcionários

As companhias aéreas norte-americanas American Airlines e United Airlines preparam-se para despedir, no total, 32.000 funcionários, situação que admitem travar se os apoios do Governo forem prorrogados.  A American Airlines anunciou que começará a despedir 19.000 …

Lei da Nacionalidade. PS deixa cair artigos que motivaram veto de Marcelo

A vice-presidente da bancada socialista Constança Urbano de Sousa disse à agência Lusa que o PS vai "atender plenamente" às objeções que estiveram na origem do veto do Presidente da República à revisão da Lei …

Promulgada lei que prolonga proteção de arrendatários até 31 de dezembro

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, promulgou esta quinta-feira o diploma do Parlamento que prolonga a proteção de arrendatários até 31 de dezembro, por considerar que neste período "é necessária uma especial proteção …

Nuno Melo lança petição para retirar “o que é político” da disciplina de Cidadania

O eurodeputado centrista Nuno Melo lançou uma petição pública que pede a revisão dos conteúdos da disciplina de Cidadania e Desenvolvimento ou o seu caráter opcional, numa tentativa de “expurgar” da disciplina “o que é …