Matar por ciúme “não é motivo fútil”

Bruno Oliveira viu a sua pena de prisão alterada, depois de os juízes reconsiderarem e concluírem que “o motivo, embora reprovável, não é fútil”.

Na decisão inicial dos juízes do Tribunal da Relação de Guimarães, proferida a 6 de dezembro, Bruno Oliveira, que agrediu à facada a ex-namorada, tinha sido condenado a seis anos de prisão efetiva, por homicídio qualificado na forma tentada.

No entanto, o acórdão de 9 de abril decide de forma diferente. “Embora o motivo tenha sido muito reprovável, não se deve qualificá-lo como fútil“. Por isso, os juízes decidiram por alterar a pena do arguido para cinco anos de prisão suspensa, por homicídio tentado na forma simples, de acordo com o Correio da Manhã.

O crime pelo qual Bruno Oliveira estava a ser julgado aconteceu em agosto de 2016, em Vizela, Guimarães. O arguido e a vítima teriam namorado durante um ano e meio, até que a vítima decidiu terminar a relação contra a vontade de Bruno Oliveira.

O jovem, na altura com 19 anos, tentou voltar a namorar com a vítima, que tinha então 17 anos. Na sequência de uma discussão com a ex-namorada por esta ter uma nova relação, o jovem deu-lhe uma facada no peito.

O Tribunal da Relação de Guimarães clarificou que, apesar de reprovar o ciúme, este é um sentimento “natural”.

No acórdão pode-se ler que “matar por ciúme é um tema clássico da arte – o do Otelo que mata Desdémona e as suas múltiplas réplicas na literatura, no cinema, no teatro -, o que demonstra que tem sido universal e intemporal. Esperar-se-ia, porém, que hoje em dia, quando vivemos numa sociedade mais aberta, mais informada e mais democrática do que qualquer das anteriores, o ciúme – não podendo desaparecer, pois é um sentimento natural e espontâneo – não fosse tão patológico e aberrante, ao ponto de alguém querer tirar a vida a outrem só porque essa outra pessoa não corresponde aos afetos”.

Para o tribunal, o arguido teve inequívoca intenção de matar, o que só não aconteceu porque acabou por ser prontamente assistida por terceiros, de acordo com a Sábado.

A Relação sublinha ainda que este tipo de crime reclama “uma reação firme e enérgica, no âmbito da qual só em casos excecionais deve ter lugar a suspensão da execução das penas”.

O acórdão diz ainda que, em julgamento, o arguido não se mostrou arrependido nem demonstrou ter interiorizado devidamente o desvalor da sua conduta, uma vez que, admitindo a prática dos factos objetivos, não assumiu a intenção de atentar contra a vida da assistente.

No entanto, e face à idade do arguido à data dos factos, ao seu percurso de vida “perfeitamente estruturado”, à dinâmica familiar funcional de que dispõe e à sua inserção social e laboral, a Relação considera que o cumprimento efetivo da pena, “pelos seus efeitos estigmatizantes, terá relevantes reflexos perniciosos no seu processo de ressocialização, podendo até comprometê-la”.

Como atenuantes, a Relação aponta a ausência de antecedentes criminais e o concreto contexto em que os factos foram perpetrados, “como reação impulsiva e exasperada quando a assistente lhe confirmou que já mantinha outro relacionamento afetivo”.

Daniel Cotrim, assessor técnico da Associação Portuguesa de Apoio à Vítima, disse que, apesar de não ter lido o acórdão, não se espanta: “Estão a reduzir a violência doméstica àquilo que ela não é, dando a entender que decorre de um ato de paixão. Trata-se de um crime grave cometido contra as pessoas.”

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Mas afinal o que foi e julgamento foi o sentimento pelo demente ou foi o ato em si de apunhalar com o objetivo de matar? Estes juízes cada vez são mais incompetentes.

  2. Os passos seguidos por Portugal em relação à política e justiça é igual ao do Brasil, Venezuela… Coincidência ou utopia?!!! O problema é que é realidade….

Responder a PQOP Cancelar resposta

Mudanças climáticas ameaçam 60% das espécies de peixes do mundo

Uma nova investigação levada a cabo por cientistas do Instituto Alfred Wegener, na Alemanha, sugere que as mudanças climáticas podem destruir mais espécies de peixes do que se pensavam anteriormente. Se as temperaturas globais subirem …

Engenheiros desenvolvem célula de combustível duas vezes mais eficiente do que a de hidrogénio

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, desenvolveu um novo processo para uma célula de combustível que funciona com o dobro da tensão das células a combustível tradicionais de hidrogénio. O novo …

Preços das bebidas concertados durante anos. Seis supermercados sob suspeita de cartel

Seis grupos de distribuição alimentar e dois fornecedores de sumos, vinhos e outras bebidas, foram acusados pela Autoridade da Concorrência de concertarem preços durante vários anos em prejuízo do consumidor. "Após investigação, a Autoridade da Concorrência, …

Sindicato denuncia mobilização forçada de médicos para tratar surto de Reguengos de Monsaraz

O Sindicado dos Médicos da Zona Sul (SMZS) denunciou hoje o que diz ser uma “mobilização forçada de médicos” pela Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo para o combate ao surto de covid-19 de …

Novo comboio-bala entra ao serviço na linha Tóquio-Osaka

O mais novo modelo de comboio-bala do Japão - o N700S - entrou ao serviço no dia 1 de julho, numa jornada inaugural de Tóquio a Osaka. A série N700S (sendo que o "S" significa "Supreme") …

Kanye West anuncia candidatura à Presidência dos EUA

O músico norte-americano Kanye West anunciou este sábado, Dia da Independência dos Estados Unidos, a sua candidatura à Casa Branca, depois de ter apoiado anteriormente o atual Presidente e candidato à reeleição, Donald Trump. "Agora devemos …

Vídeo revela, pela primeira vez, como é que o cérebro se livra dos neurónios mortos

Uma equipa de cientistas conseguiu usar, pela primeira vez, uma técnica que "mata" uma célula cerebral isolada e permite observar o processo de limpeza do sistema nervoso em tempo real. A equipa de investigadores conseguiu registar …

Reutilizável, dobrável e esterilizável. Novo "escudo" protege profissionais de saúde

Uma equipa de cientistas desenvolveu, recentemente, um dispositivo dobrável em forma de tenda que atua como um escudo físico para os profissionais de saúde na linha da frente contra a covid-19. A tenda redutora de gotículas …

O Lamborghini mais potente acelera dentro de água. É um iate com 4.000 cavalos

O resultado da primeira colaboração entre a a Lamborghini e os especialistas da Tecnomar é um iate de luxo, com 4.000 cavalos que recria a sensação de condução de um superdesportivo dentro de água. O mais …

Aproxima-se o lançamento do rover Perseverance

O rover Perseverance da NASA está a menos de um mês da data de lançamento prevista para 20 de julho. A missão de astrobiologia do veículo vai procurar sinais de vida microscópica passada em Marte, explorar …