Marta Temido recusa ser “refém” de Centeno e anuncia maior concentração de Urgências até ao verão de 2020

José Sena Goulão

“Eu nunca me senti refém [de Mário Centeno]. Tenho alguma dificuldade nessa leitura. Este reforço de meios também permitirá injetar mais confiança no sistema e criar respostas. Mas não considero que tenho estado refém do que quer que seja”, garantiu a ministra da Saúde, Marta Temido.

Em entrevista ao Público, citada pelo Expresso esta quinta-feira, a ministra revelou que a sua relação com o ministro das Finanças é “ótima” embora nem sempre partilhem “a mesma perspetiva”. A conversa com o jornal diário ocorreu depois de ter sido anunciado um reforço de 800 milhões de euros para a Saúde em 2020.

“Não queremos sempre as mesmas coisas e não temos a mesma perspetiva. Temos aspetos em que não coincidimos. Mas nós, Saúde e Finanças, queremos a mesma coisa: melhor saúde para os portugueses e maior valor do investimento que se faz na Saúde dos portugueses”, afirmou.

Na sua opinião, o reforço que chegou ao Serviço Nacional de Saúde (SNS) foi “o resultado de um trabalho de boa gestão de contas públicas no sentido da redução de pagamento de juros de empréstimos internacionais, etc”.

“O Governo trabalha como um todo e trabalha para os portugueses, não trabalha para o êxito de uma área governativa. Há áreas que são tradicionalmente muito mais difíceis como noutros sítios. A Saúde é uma delas. Isso faz parte do nosso caminho coletivo”, disse a ministra.

Ao Público, Marta Temido indicou igualmente que o Governo tem como objetivo concentrar os serviços de Urgência até ao verão de 2020. “Não falando só das urgências pediátricas, mas falando em termos mais genéricos, é imprescindível que esse modelo de urgências mais concentradas, mais articuladas, mais a funcionar em termos regionais seja seguido em todos os sítios do país”, explicou.

A ministra revelou que o regime de exclusividade para médicos no SNS deve avançar também no próximo ano. “Está prevista na lei de bases da Saúde. Vamos procurar regulamentá-la. Tem incidência orçamental. É uma matéria que vai ser discutida”, referiu.

Na mesma entrevista, Marta Temido garantiu que o reforço de 800 milhões de euros vai dar aos hospitais “autonomia total” para contratar médicos e outros profissionais de saúde. “Todas as contratações de substituição poderão ser feitas diretamente, sem intervenção externa”, ou seja, sem ser necessária a aprovação do Ministério das Finanças.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Descobertas filmagens inéditas de um centro de espionagem da II Guerra Mundial

Foi descoberta uma rara filmagem da instalação militar secreta Bletchley Park, no Reino Unido. Este centro de espionagem atuou durante a II Guerra Mundial e foi responsável por decifrar códigos alemães durante o período nazi. O …

Montezemolo revelou o sonho que Ayrton Senna não cumpriu

O antigo presidente da equipa da Ferrari, Luca di Montezemolo, revelou que o seu maior arrependimento foi não ter conseguido levar Ayrto Senna para a equipa. Em 1994, Ayrton Senna morreu de forma trágica quando perdeu o …

Friends: atores já terminaram as gravações do episódio especial

Ainda antes de os talk shows serem suspensos devido à COVID-19, Matt LeBlanc foi um dos convidados do The Kelly Clarkson Show, onde confirmou que as gravações do episódio especial de FRIENDS estavam concluídas. O programa …

YouTube remove vídeos com teoria da conspiração que liga covid-19 ao 5G

A onda de teorias falsas que ligam a pandemia da COVID-19 ao 5G levou a uma série de incidentes, incluindo ameaças a funcionários de operadoras e ataques a antenas de telecomunicações. Agora, o YouTube está …

Engenheiros construiram um ventilador caseiro. Pode servir como "último recurso"

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Vanderbilt, nos Estados Unidos, construiu um ventilador caseiro que pode ser usado como último recurso. A pandemia de covid-19 continua a desafiar as comunidades médicas e uma das ameaças …

Sepultura de genocídio encontrada no Ruanda pode conter 30 mil corpos

No Ruanda, foi encontrada uma sepultura que pode conter 30 mil vítimas do genocídio no país em 1994. Cerca de 800 mil tutsis e hutus moderados foram assassinados. Mais de 25 anos depois de um genocídio …

Belenenses SAD entra parcialmente em lay-off

"A indústria do futebol está entre as mais atingidas pelos efeitos da pandemia", que provocou a suspensão de praticamente todas as provas futebolísticas, destaca o Belenenses SAD. O Belenenses SAD, da I Liga de futebol, entrou …

Dois milhões de máscaras furtadas em Espanha podem ter sido vendidas em Portugal

O equipamento médico e sanitário furtado está avaliado em cinco milhões de euros e terá sido adquirido por uma empresa portuguesa que conhecia a proveniência do material. Um empresário de Santiago de Compostela foi detido por, …

Facebook terá tentado comprar um software de espionagem em 2017

O Facebook tem estado envolvido em vários escândalos e o mais recente está relacionado com a alegada compra da ferramenta Pegasus, usada para hackear iPhones. A empresa de segurança informática NSO Group, responsável pela Pegasus, alega …

Primeiro-ministro espanhol diz que coronavírus desafia o futuro da UE. E fá-lo em sete idiomas

O primeiro-ministro espanhol Pedro Sánchez publicou no domingo um artigo em sete idiomas europeus, argumentando que o coronavírus pode ser a ruína da União europeia (UE) caso não sejam tomadas medidas mais drásticas para lidar …