Marques Mendes explica porque é que PS não deverá ter maioria absoluta nas legislativas

PSD / Flickr

Luis Marques Mendes

O PS continua a melhorar nas sondagens, não estando muito longe da maioria absoluta, mas Marques Mendes considera que é improvável que os socialistas consigam essa meta nas próximas legislativas e apresenta três problemas que justificam a sua ideia.

No seu habitual espaço de comentário na SIC, Marques Mendes comentou os resultados da Eurosondagem, divulgados pelo Expresso e pela SIC, que colocam o PS com 40,8% das intenções de voto, enquanto o PSD desce para os 28,1%.

Estes dados reflectem que o PS passou incólume às polémicas do incêndio de Pedrógão Grande e do assalto a Tancos. “As pessoas valorizam muito mais a economia, é natural que o PS não desça”, considerou Marques Mendes na SIC.

E, por outro lado, “a oposição não esteve melhor” porque “não capitaliza as falhas dos adversários”, sublinhou o comentador, realçando que o PSD e o CDS juntos somam apenas 35% das intenções de voto.

“Se [a oposição] não melhora nas sondagens no pior momento do Governo, então quando é que vai melhorar?”, perguntou Marques Mendes, frisando que os resultados da sondagem são “um sério aviso à oposição”.

Mas o ex-líder do PSD não prevê que o Governo tenha vida fácil nos próximos tempos e antecipa três problemas essenciais que, como entende, deverão afastar o PS da maioria absoluta nas próximas legislativas: a dívida pública, as greves dos sindicatos e a reforma da lei laboral como os próximos grandes desafios do Executivo de Costa.

“A dívida pública não está a baixar”, começa por lembrar, notando que “é um problema muito sério” e que “António Costa está a desperdiçar o crescimento para uma revisão mais rápida da dívida pública”. E depois antevê que vai haver mais greves. “Se o Governo está mais frágil, os sindicatos aproveitam”, apontou na SIC.

A acrescentar a isto, Marques Mendes adivinha que haverá “guerra na coligação para saber se muda ou não muda a lei de trabalho”.

Assim, o comentador entende que a maioria absoluta ficará aquém do PS nas próximas legislativas, mas está certo de que essa é a meta dos socialistas quando sabem que manter a geringonça não vai ser fácil, numa segunda legislatura. Até porque, a partir de 2019, o trunfo do “papão Passos Coelho” já não surtirá o mesmo efeito.

SV, ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Sim, claro. Vamos continuar a dar ouvidos a este “indivíduo. Ou diz o que toda a gente sabe (mas como se fosse uma novidade) ou inventa. E o homem mais insignificante que quer ser alguém. Pena… Nunca o será. Pelo menos enquanto continuar assim.

  2. Como é que a SIC pode ter qualidade e credibilidade, dando ouvidos a um mafioso destes??
    Enfim…
    E, espero bem que o PS (ou o PSD), nunca mais tenham maioria absoluta!!

RESPONDER

Sair das redes sociais não garante privacidade

Uma pessoa que saia das redes sociais não tem garantia de privacidade porque os amigos que lá deixou continuam a permitir prever com alguma certeza as suas atividades, segundo um estudo científico. A investigação da equipa …

Hotel condenado a pagar 19 milhões por discriminação religiosa a funcionária despedida

Quando foi contratada pelo hotel Conrad, Marie Jean fez um acordo: não trabalharia ao domingo, para cumprir os seus compromissos religiosos na igreja Bethel Baptist. Marie Jean Pierre era uma imigrante a tentar ganhar a vida …

"Alpinista de biquiní' morre de hipotermia após queda em desfiladeiro

Famosa pelos seus passeios em biquíni pelas montanhas, Gigi Wu caiu de um desfiladeiro e morreu de hipotermia no Parque Nacional Yu Shan, em Taiwan. Gigi Wu, de 36 anos, apelidada de "alpinista de biquíni" pelos …

Crimes de Vale e Azevedo no Benfica prescreveram

O Tribunal da Relação de Lisboa considerou prescritos os crimes de que o ex-presidente do Benfica João Vale e Azevedo estava acusado, relativos ao desvio de dinheiro dos direitos televisivos do clube, disse esta terça-feira …

Suspensão de voos em Gatwick devido aos drones custou quase 17 milhões à easyJet

A transportadora aérea easyJet informou que os custos devido à suspensão da operação em Gatwick, um dos aeroportos que serve Londres, devido à presença de drones, chegou quase aos 17 milhões de euros. Em comunicado enviado …

Passageiro alcoolizado desviou um avião na Rússia

Um avião de passageiros que voava da Sibéria para Moscovo foi desviado por um passageiro que alterou a rota prevista, obrigando-o a aterrar no Afeganistão. O homem estaria alcoolizado e já foi detido. A Associated Press, …

Santana desafia partidos a falar sobre coligações antes das legislativas

O presidente do partido Aliança, Pedro Santana Lopes, desafiou os líderes partidários a dizerem antes das eleições legislativas deste ano se querem alguma coligação pós-eleitoral e com que partidos. Uma coligação pré-eleitoral dos partidos do centro-direita …

Polícia prende cinco suspeitos da morte de Marielle

A operação Os Intocáveis, desencadeada nesta manhã em áreas controladas por milícias do Rio de Janeiro, prendeu cinco suspeitos do envolvimento nos assassinatos da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes. São integrantes de uma …

Centeno não estará no próximo Governo "para não ter de gerir as consequências" das políticas adotadas

Daniel Bessa, antigo ministro da Economia de António Guterres, alerta que as contas públicas estão "por arames", considerando que Mário Centeno, que lidera a pasta das Finanças no atual Executivo socialista, não fará parte de …

Cientista que criou bebés geneticamente modificados foi despedido

O cientista chinês He Jiankui, que anunciou a criação da primeira modificação genética de bebés, foi acusado pelo Governo chinês de driblar a fiscalização e de quebrar as diretrizes em busca de fama e fortuna. Esta …