Marques Mendes explica porque é que PS não deverá ter maioria absoluta nas legislativas

Nuno Veiga / Lusa

O antigo presidente do PSD, Luis Marques Mendes

O PS continua a melhorar nas sondagens, não estando muito longe da maioria absoluta, mas Marques Mendes considera que é improvável que os socialistas consigam essa meta nas próximas legislativas e apresenta três problemas que justificam a sua ideia.

No seu habitual espaço de comentário na SIC, Marques Mendes comentou os resultados da Eurosondagem, divulgados pelo Expresso e pela SIC, que colocam o PS com 40,8% das intenções de voto, enquanto o PSD desce para os 28,1%.

Estes dados reflectem que o PS passou incólume às polémicas do incêndio de Pedrógão Grande e do assalto a Tancos. “As pessoas valorizam muito mais a economia, é natural que o PS não desça”, considerou Marques Mendes na SIC.

E, por outro lado, “a oposição não esteve melhor” porque “não capitaliza as falhas dos adversários”, sublinhou o comentador, realçando que o PSD e o CDS juntos somam apenas 35% das intenções de voto.

“Se [a oposição] não melhora nas sondagens no pior momento do Governo, então quando é que vai melhorar?”, perguntou Marques Mendes, frisando que os resultados da sondagem são “um sério aviso à oposição”.

Mas o ex-líder do PSD não prevê que o Governo tenha vida fácil nos próximos tempos e antecipa três problemas essenciais que, como entende, deverão afastar o PS da maioria absoluta nas próximas legislativas: a dívida pública, as greves dos sindicatos e a reforma da lei laboral como os próximos grandes desafios do Executivo de Costa.

“A dívida pública não está a baixar”, começa por lembrar, notando que “é um problema muito sério” e que “António Costa está a desperdiçar o crescimento para uma revisão mais rápida da dívida pública”. E depois antevê que vai haver mais greves. “Se o Governo está mais frágil, os sindicatos aproveitam”, apontou na SIC.

A acrescentar a isto, Marques Mendes adivinha que haverá “guerra na coligação para saber se muda ou não muda a lei de trabalho”.

Assim, o comentador entende que a maioria absoluta ficará aquém do PS nas próximas legislativas, mas está certo de que essa é a meta dos socialistas quando sabem que manter a geringonça não vai ser fácil, numa segunda legislatura. Até porque, a partir de 2019, o trunfo do “papão Passos Coelho” já não surtirá o mesmo efeito.

SV, ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Sim, claro. Vamos continuar a dar ouvidos a este “indivíduo. Ou diz o que toda a gente sabe (mas como se fosse uma novidade) ou inventa. E o homem mais insignificante que quer ser alguém. Pena… Nunca o será. Pelo menos enquanto continuar assim.

  2. Como é que a SIC pode ter qualidade e credibilidade, dando ouvidos a um mafioso destes??
    Enfim…
    E, espero bem que o PS (ou o PSD), nunca mais tenham maioria absoluta!!

RESPONDER

Carlos César é o "primeiro apoiante do Governo e do primeiro-ministro"

O líder parlamentar socialista rejeitou esta sexta-feira que a sua proposta para reduzir o IVA da tauromaquia represente uma desautorização do executivo, acentuando que é por convicção e posição institucional o primeiro apoiante do …

NASA acaba de divulgar novos dados sobre o misterioso Oumuamua

A NASA acaba de revelar novas informações sobre Oumuamua, o primeiro asteróide não oriundo do Sistema Solar já detetado. De acordo com uma nova publicação, o corpo interestelar é um "objeto relativamente pequeno e reflexivo.  Oumuamua, …

Espanha está a envenenar o Rio Tejo (é uma "indecência ecológica")

É um "cocktail de desastre" que está a sufocar o rio Tejo. Análises efectuadas à água do rio, desde a nascente em Espanha, até à foz em Portugal, revelam uma situação preocupante, e do outro …

Portuguesa que escondeu filha na mala do carro condenada a 5 anos de prisão

A mulher portuguesa que escondeu a filha na mala do carro, durante os seus primeiros 23 meses de vida, foi condenada a 5 anos de prisão, com 3 anos de pena suspensa, por ter causado …

Ex-primeiro-ministro da Macedónia fugiu do país num carro diplomático húngaro

O ex-primeiro-ministro macedónio Nikola Gruevski, condenado no seu país a dois anos de prisão por corrupção, passou pela Albânia em direção ao Montenegro no passado domingo num carro diplomático húngaro. A Hungria já garantiu não …

Governo avança com mais medidas para incentivar regresso de emigrantes

O Governo vai avançar com medidas “de caráter multidimensional” para apoiar o regresso de portugueses que emigraram e queiram regressar ao país, avançou esta quinta-feira o secretário de Estado das Comunidades, José Luís Carneiro. À margem …

Sete em cada dez quedas de idosos acontecem em casa (mas é possível evitá-las)

A expressão “lar, doce lar” parece perder algum sentido quando o último relatório da Organização Mundial de Saúde sobre quedas comprova que estas são a principal causa de morte acidental dos idosos e acontecem, maioritariamente, …

Armas, carros, fatos. 90 milhões de euros para equipar polícias

Os polícias vão receber, em 2019, armas, carros, coletes balísticos e fatos de proteção, bem como obras em instalações, no valor de 90,9 milhões de euros. Esta sexta-feira, em Cascais, o ministro da Administração Interna entrega …

Zero oferece galinha ao Governo para reciclar resíduos orgânicos

A associação ambientalista Zero vai oferecer ao Governo a galinha Balbina, um animal reciclador, chamando a atenção para a necessidade de investir em soluções para que cada cidadão possa reciclar os resíduos orgânicos em casa. “A …

Chuva e vento forte de volta no fim de semana

O estado do tempo no fim-de-semana vai sofrer um agravamento devido à aproximação de um sistema frontal ao território do continente, prevendo-se chuva, vento forte e agitação marítima. De acordo com o Instituto Português do Mar …