Marina Silva à frente de Dilma para a 2ª volta das presidenciais no Brasil

joseserra / Flickr

As manifestações de junho de 2013, o baixo crescimento económico do Brasil e a posição do país na América Latina e no mundo entraram em agenda no primeiro debate do ano entre candidatos à presidência, transmitido pela Rede Bandeirantes.

Ao todo, sete candidatos que pontuam nas sondagens de intenção de voto participaram do programa, incluindo os três principais candidatos: a atual presidente Dilma Rousseff (Partido dos Trabalhadores, de centro-esquerda), a ex-ministra do Meio Ambiente e ecologista Marina Silva (Partido Socialista Brasileiro), e Aécio Neves (Partido da Social Democracia Brasileira). Ao todo, 11 pessoas concorrem à presidência brasileira nas eleições que ocorrem no próximo dia 5 de outubro.

O debate foi influenciado pela divulgação da primeira sondagem após a entrada oficial de Marina Silva na corrida presidencial. A ex-ministra, que disputava a vice-presidência na lista do socialista Eduardo Campos, foi nomeada candidata na semana passada, após a morte do político, num acidente aéreo.

A sondagem do Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope), divulgada nesta terça-feira pela imprensa brasileira, mostra uma reviravolta na disputa, com a ida prevista de Marina e Dilma à segunda volta, e uma perspetiva de vitória da ecologista. Com Campos na disputa, a segunda volta prevista era entre Rousseff e Aécio Neves.

Manifestações, economia e diplomacia em debate

Rousseff defendeu que o Brasil é a “maior potência regional” da América Latina e que tem condições de ampliar a sua influência por meio de relações no continente americano, na África e, principalmente, com o grupo dos BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), após ser questionada sobre investimentos do governo em Cuba.

Marina Silva abordou o tema das manifestações de junho de 2013, época em que teve a candidatura defendida por participantes dos protestos, e criticou as medidas apresentadas como resposta pelo governo atual nas áreas de educação, mobilidade e controlo da inflação, afirmando que “nada funcionou”.

Rousseff disse discordar da candidata socialista e acrescentou que a reforma política é um tema central que depende desse envolvimento da população.

Já o tema económico foi motivo de embate entre Aécio Neves e Dilma. O social-democrata criticou o baixo crescimento económico do país, a inflação e a diminuição no ritmo de criação de empregos, enquanto a Presidente disse que as dificuldades são provenientes da crise internacional e defendeu a política atual.

Durante o debate, o candidato social-democrata acusou Marina Silva de ser incoerente, por elogiar tanto políticos alinhados ao atual governo como à oposição, enquanto a ecologista tentou firmar-se como “terceira via” e opção às duas maiores forças políticas brasileiras (PT, de Rousseff e PSDB, de Neves).

Os outros participantes do debate foram Pastor Everaldo (Partido Social Cristão), Luciana Genro (Partido Socialismo e Liberdade), Eduardo Jorge (Partido Verde) e Levy Fidelix (Partido Renovador Trabalhista Brasileiro).

ZAP / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Filho de Deeney tem problemas respiratórios. Jogador foi alvo de abusos por recusar treinar

O futebolista Troy Deeney, capitão do Watford, revelou que tem sido alvo de abusos e comentários depreciativos, por ter recusado voltar aos treinos, face aos problemas respiratórios do seu filho. “Vi comentários em relação ao meu …

Parlamento aprova alargamento de apoios a todos os sócios-gerentes afetados pela pandemia

O parlamento aprovou hoje, em votação final global, um texto final que alarga os apoios no âmbito do `layoff´ aos sócios-gerentes das micro e pequenas empresas afetadas pela pandemia covid-19, independentemente do volume de faturação. Com …

Pandemia de covid-19 alimenta corrupção na América Latina

A propagação da Covid-19 na América Latina está a alimentar a corrupção nos vários países que a integram, que vai desde a inflação dos preços a situações de aproveitamento económico e de ligações entre políticos …

Mais de 500 católicos portugueses contra proibição de comunhão na boca

Mais de 500 católicos portugueses, entre leigos e sacerdotes, apelaram à Conferência Episcopal Portuguesa para revogar a proibição de os fiéis receberem a comunhão na boca, por causa da pandemia de covid-19, informou na quarta-feira …

Adeptos recusam devolução dos bilhetes. Bayern distribui dinheiro por clubes amadores

Os adeptos do Bayern renunciaram ao direito de serem reembolsados pelos bilhetes comprados para os jogos até ao final da temporada. O clube decidiu distribuir o dinheiro pelos emblemas amadores da região da Baviera. Tal como …

Trabalhadores acusam TAP de pagar abaixo do salário mínimo a tripulantes em lay-off

O Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) acusou hoje a TAP de não estar a pagar o previsto na lei do ‘lay-off’, indicando vários casos em que a remuneração é inferior …

Tesla baixa preço de quase todos os modelos nos Estados Unidos

A empresa de carros elétricos Tesla baixou o preço dos Modelos 3, S e X no mercado norte-americano, visando estimular as vendas que estão em declínio durante a pandemia, avança a agência Reuters. O semanário …

Assessor de Boris cometeu infração ao confinamento, conclui polícia

A polícia britânica concluiu que Dominic Cummings, assessor do primeiro-ministro, Boris Johnson, cometeu uma violação "menor" das regras de confinamento introduzidas para combater o novo coronavírus, mas não pretende abrir um processo. Cummings admitiu ter conduzido …

Infarmed suspende hidroxicloroquina no tratamento de pacientes com covid-19

O Infarmed suspendeu o uso de hidroxicloroquina no tratamento de pacientes com covid-19. Para além da OMS, outros países já tomaram a mesma decisão que Portugal. A decisão vem no mesmo sentido da Organização Mundial de …

PCP mantém festa do Avante! e pede calma às "almas mais inquietas"

O secretário-geral do PCP admitiu hoje que “não seria um drama”, devido à pandemia de covid-19, cancelar a festa do Avante, e garantiu que não é por dinheiro que os comunistas estão empenhados em realizá-la …