Ana Gomes atira-se a Marcelo por causa do desastre de Camarate (e deixa recado a “alguns” socialistas)

José Sena Goulão / Lusa

A ex-eurodeputada socialista, Ana Gomes, durante o anúncio da sua candidatura à Presidência da República

A ex-eurodeputada Ana Gomes, candidata à presidência da República, deixa farpas a Marcelo Rebelo de Sousa, considerando que “é o maior desestabilizador do Estado” numa entrevista onde elogia o “trabalho extraordinário” de Rui Pinto e deixa um recado a “alguns” socialistas.

Numa entrevista à Rádio Observador, Ana Gomes começa por abordar a polémica relativamente à vacina contra a gripe que uma amiga lhe trouxe de França.

“Não fiz nenhuma ilegalidade”, frisa a candidata presidencial, notando que na farmácia portuguesa onde lhe foi administrada, não foi “levantado qualquer problema”. “Não disseram que era ilegal”, aponta.

Ana Gomes tomou vacina vinda de França. Infarmed diz que é ilegal (aeiou.pt)

De resto, Ana Gomes nota que não passou “à frente de ninguém” e que “até disponibilizou uma vacina” quando estão em falta.

A ex-diplomata também deixa críticas ao Presidente da República, considerando que “Marcelo é o maior desestabilizador do Estado”.

Uma ideia que surge na conversa no âmbito do acidente de Camarate que vitimou Francisco Sá Carneiro, ex-primeiro-ministro de Portugal.

Marcelo revelou que acredita que não se tratou de um acidente, mas de um atentado, conforme a nota que enviou ao programa “Expresso da Meia-Noite” da SIC-Notícias que foi dedicado aos 40 anos da morte de Sá Carneiro. Esta posição contraria as conclusões da Justiça.

Formei uma convicção como cidadão que mantenho de que não se tratou de um acidente”, afirmou Marcelo, lamentando que a “última decisão da justiça não tenha podido contar por causa do tempo com mais dados probatórios” e que, assim, “tenha dito que não havia provas suficientes para apontar para o atentado, mas não havia provas suficientes também para apontar para o acidente”.

Uma posição que merece reparos de Ana Gomes. “Se acredita nisso é a maior suspeita que se pode levantar sobre todas as instituições do Estado e há que reabrir o caso”, destaca a candidata presidencial na entrevista ao Observador.

“Se fosse presidente e também estivesse convencida que tinha sido um atentado — como estou — eu não descansaria, sobretudo quando há um relatório que compromete todo o Estado a dizer o contrário”, atira ainda Ana Gomes.

“Esquema criminoso” no Novo Banco

Na entrevista, a ex-diplomata também deixa elogios ao “extraordinário trabalho” de Rui Pinto e diz esperar que, “em breve, se recuperem milhões” com base nas informações que obteve no âmbito dos casos Football Leaks e Luanda Leaks.

Ana Gomes comenta ainda a gestão do Novo Banco, frisando que “há uma nebulosa que leva a crer que possa haver esquema criminoso”.

Gostaria era de ver todo o processo BES começar a ser julgado“, atira ainda a ex-diplomata que promete que “uma das questões prioritárias” se for eleita Presidente da República “é que a Justiça funcione”.

“Há imensas intervenções que a Presidente da República pode fazer para que os operadores que querem fazer o seu trabalho não sejam travados”, sublinha.

Quanto à falta de apoio do PS que resolveu não se colocar ao lado de nenhum candidato às próximas Presidenciais, Ana Gomes sustenta que se sente “fortalecida”, apesar de não ter o seu partido consigo.

“Alguns até é melhor que não estejam comigo”, refere a propósito de elementos do PS que prefere não identificar. “Essas pessoas sabem quem são”, constata.

ZAP //

 

PARTILHAR

14 COMENTÁRIOS

  1. A Senhora Ana Gomes ainda acredita no Pai Natal? Lá porque os Tribunais Portugueses disseram que foi um acidente, isso não altera a realidade! Se um juiz disser que a o sol anda à volta da terra, isso altera a realidade? O que dizem os relatórios dos investigadores estrangeiros do “acidente” de Camarate”? Ora, dizem que existiam vestígios de substancias explosivas nas solas dos sapatos do piloto. Que conclusões tirar disto? Os tribunais disseram que a pólvora encontrada não era suficiente para derrubar o avião. O que eu digo? Digo que a pólvora já tinha deitado o avião abaixo! Quem é que ganha? Ganha quem manda! E quem manda, pode!

  2. Aí está ela no seu melhor.
    Desconhece a lei, por isso ter tomado a vacina como tomou é “legal”…
    Se fossem gatunos ou terroristas ela já tinha assumido a sua defesa. Como foi um atentado que matou Sá Carneiro, isso já não interessa.
    E nós a pagarmos impostos para esta senhora. Não há paciência!

  3. Será que alguns comentadores leram o mesmo que eu?
    Cito o que diz a notícia:
    “Se fosse presidente e também estivesse convencida que tinha sido um atentado — como estou — eu não descansaria, sobretudo quando há um relatório que compromete todo o Estado a dizer o contrário”, atira ainda Ana Gomes.
    Então como é que alguém afirma que ela diz que não foi atentado?

  4. Que miséria de mulher! Anos e anos a servir-se do partido a que pertence e agora sente o “tacho” a fugir.
    Miserável criatura!

  5. Ana Gomes,
    colhe aquilo que semeias.
    Mas nada semeaste.
    Portanto, fica quietinha no teu pedestal frio.

  6. O problema que afeta esta senhora é apenas o sentir-se enfraquecida perante a candidatura de MRS, este é apenas o seu drama e daqueles que estão na mesma situação dela, na impossibilidade de uma vitória vingam-se com o ataque ao candidato mais forte em vez de apresentarem soluções.

  7. Como é óbvio, é proibida importação paralela (sem passar pelo laboratório/titular da autorização de introdução no mercado) de medicamentos em Portugal (em todos os países da EU e, em todos os países minimamente civilizados pelo mundo fora) e, esta tontinha continua a dizer que não fez nada de ilegal!!
    Melhor foi o argumento: “na farmácia não me disseram nada”…
    O mais estranho é que na França também há poucas vacinas e portanto é curioso que tenha “sobrado” uma vacina à amiga…

  8. A mulher tem muitos inimigos de estimação. Tudo serve para a descredibilizarem, mesmo que se interprete mal as suas palavras. Já a vacina continua na ordem do dia como se fosse um assunto transcendente, importante para a vida coletiva dos milhões de portugueses. Se a mulher estivesse em França ninguém se importaria que ela lá tivesse tomado a vacina, mas assim……. sem cumprir a burocracia é que não pode ser 🙂
    Coragem para continuares a luta contra os corruptos, não desistas Ana.

  9. Provavelmente essa senhora não conhece o ” youtub” se lá escrever ” Camaratefarinhasimoes” irá ver parte daquilo que foi planeado. O grave é que um certo Sr. considerado dos que foram mais importantes na defesa da democracia tenha dito no gabinete do então vice de S.C. ” Não me podiam ter feito melhor oferta de Natal ”
    Não é fácil deduzir quem com eleições 6 meses depois

RESPONDER

"Poço do Inferno". Espeleólogos encontram serpentes, mas não demónios

No deserto da província de Al-Mahra, no leste do país, um buraco redondo e escuro de 30 metros de largura serve de entrada para uma caverna de cerca de 112 metros. Uma maravilha natural que …

Vitória SC 1-3 Benfica | “Águia” passa tranquila em Guimarães e continua a voar no topo

Naquele que era apontado como o mais duro teste à sua liderança até ao momento, o Benfica passou com relativa tranquilidade em Guimarães. Frente a um Vitória que tentou discutir o jogo de igual para igual …

Fazer umas calças de ganga exige 10 mil litros de água. Dez marcas estão a criar jeans sustentáveis

As calças de ganga são das peças de vestuário com piores impactos para o ambiente, mas há marcas que estão a apostar na sustentabilidade como um factor atractivo para os consumidores. Estão sempre na moda e …

"Guerra das matrículas" faz escalar tensão entre Sérvia e Kosovo

Esta semana, a fronteira entre o norte do Kosovo e a Sérvia esteve bloqueada por protestos de elementos da etnia sérvia, que não aceitam a decisão do governo kosovar, de etnia albanesa, de proibir a …

Num golpe de "fake it until you make it", Hong Kong vai a eleições a saber o vencedor

Hong Kong prepara-se para as primeiras eleições legislativas após as mudanças no sistema eleitoral implementadas pela China para garantir a vitória dos seus aliados. Aos olhares mais desatentos, as eleições em Hong Kong são mais um …

Stefano Pioli propõe regra de basquetebol que contribui para um "futebol de ataque"

O treinador do Milan, Stefano Pioli, propõe uma alteração nas regras do futebol que promete revolucionar o desporto rei. De forma semelhante ao basquetebol, uma vez dentro do meio campo adversário, as equipas não poderiam voltar …

Um dos maiores sites de dados sobre a covid-19 na Austrália é, afinal, gerido por adolescentes

Aproveitando o momento em que passaram a integrar as estatísticas que os próprios fazem chegar diariamente à população australiana, o grupo de três jovens revelou a sua identidade para surpresa de muitos dos seus seguidores. …

Mais cinco mortes e 713 casos confirmados em Portugal

Portugal registou, este sábado, mais cinco mortes e 713 casos confirmados de covid-19, de acordo com o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Este sábado registaram-se mais cinco mortes e 713 novos casos …

Dirigente da Huawei detida no Canadá pode voltar à China após acordo com EUA

A justiça dos EUA aceitou hoje o acordo entre o Departamento da Justiça e a Huawei, que vai permitir à filha do fundador e diretora financeira do conglomerado chinês de telecomunicações regressar à China. Uma juíza …

Depois do coro de críticas, brasões da Praça do Império passam do jardim para a calçada

Os brasões florais que representam as capitais de distrito e as ex-colónias portuguesas vão mesmo ser retirados da Praça do Império, em Lisboa, mas passarão a estar representados em pedra da calçada. É a solução …