Ana Gomes tomou vacina da gripe que amiga lhe trouxe de França. Infarmed diz que é ilegal

José Sena Goulão / Lusa

A ex-eurodeputada socialista, Ana Gomes

A ex-eurodeputada, que se encontra na corrida à Belém, tomou vacina da gripe trazida por uma amiga de França, pois diz-se “farta” de esperar. Neste sentido, o Infarmed confirma que este tipo de ação é proibida. Já Ana Gomes diz que não sabia e que a tomou numa farmácia.

Ana Gomes admitiu ontem no Twitter que, depois de três meses em lista de espera, se cansou de pela sua dose da vacina contra a gripe e por isso resolveu ela própria o problema.

“Acabei de tomar, trazida por uma amiga de França”, revelou a candidata à presidência da República na sua conta do Twitter. O ato, porém, viola as regras da utilização de medicamentos em Portugal.

A Infarmed, a entidade que regula o mercado do medicamento, explicou ao Observador que trazer medicamentos do estrangeiro para uso pessoal é proibido. Para além disso, é também arriscado para a saúde de quem os usa.

A importação de medicamentos para uso próprio pelos utentes não é legal e acarreta riscos para a saúde dos consumidores. Os consumidores só podem adquirir medicamentos nas farmácias e nos locais de venda de medicamentos não sujeitos a receita médica (MNSRM)”, explica o regulador.

Ao Observador, o Infarmed detalha ainda que “no caso das pessoas que se desloquem para Portugal e que tragam medicamentos para uso próprio, estes devem fazer-se acompanhar de cópia das receitas médicas ou uma declaração do médico que descreva os medicamentos que habitualmente utiliza”.

Ana Gomes referiu ao jornal que não sabia que o ato era ilegal, e por isso achou que não estava a fazer nada de mal.

“Não tenho conhecimento, ninguém me disse que era ilegal”, afirma. A candidata a Presidente da República sublinha que a vacina trazida de França foi administrada numa farmácia, como se uma das que estão disponíveis em Portugal se tratasse. Nessa farmácia, garante, disseram-lhe que “normalmente” só administravam vacinas “de lá”, mas como não tinham vacinas e Ana Gomes tinha aquela, “registaram tudo” e “deram a vacina”.

A candidata a Belém garante que “não levantaram nenhum problema”. Assegura ainda que a vacina esteve sempre guardada no congelador e que estava “integral” quando a levou à farmácia.

Acrescenta ainda que este ato foi uma consequência do tempo de espera pela vacina. “Eu não só me inscrevi, em setembro, como fui a várias farmácias perguntar e disseram-me que não havia vacina, já fui a duas ou três farmácias e disseram-me isso”, diz ainda.

Depois de ter partilhado a experiência no Twitter, a candidata às presidenciais de 2021 tem sido fortemente criticada.

A uma dessas críticas, Ana Gomes respondeu, garantindo que não arranjou “nenhum esquema” e que só aceitou a oferta da amiga, que “tinha trazido vacina para familiar em alto risco, que entretanto a tinha conseguido tomar”.

Ao utilizador que a criticou, a ex-eurodeputada sugere que vá “desanuviar”, “por exemplo contemplando o Bugio”.

ZAP //

PARTILHAR

35 COMENTÁRIOS

  1. Em primeiro lugar, esta senhora com a dimensão pública que sempre teve, não acredito que o Centro de Saúde da área da sua residência. não lhe tivesse disponibilizado a vacina da gripe. Nenhuma projecção pública tenho eu e o meu Centro de Saúde, vacinou-me sem fazer qualquer marcação;
    Em segundo lugar, esta senhora, que até está na lista das eleições para as presidenciais, como candidata, ex-eurodeputada, manda um cidadão que lhe fez um comentário mandando- desanuviar para o Bugio?

    “Ir contemplar o Bugio” é assim que as pessoas chiques mandam à merda outras? Percebem agora porque há um enorme distanciamento entre estes políticos sofisticados e o povo?

    • Além de que esta Senhora (candidata à Presidência da República Portuguesa) “nunca” sabe. posição que toma sempre que se vê encurralada. Resposta inadmissível! Não concordam?
      Mas o Povo gosta de pessoas assim! Votem nela! Ela merece! E mais não digo.

  2. Mas qual é o problema ela ter tomado a vacina que alguém trouxe de França? Os Franceses são diferentes de nós? Ou só os Euros são iguais?
    Tudo serve para atacar a Liberdade. País tacanho!!

  3. Então a Ana Gomes ainda diz que não sabia que a importação de medicamentos é ilegal em qualquer parte do mundo??
    Bem…
    De resto, toda a gente que conheço do grupo de risco conseguiu a vacina sem qualquer problema no Centro de Saúde!

    • Pois eu conheço vários que continuam à espera, e que se inscreveram em várias farmácias diferentes e as pediram no Centro de Saúde em eu são acompanhados. Segundo as informações repassadas pelo ministério da saúde, cerca de metade dos idosos ainda não a tomaram e, provavelmente, não a vão tomar. Eu também arranjei várias vacinas por outros canais para pessoas que precisavam, inclusive uma do foro oncológico. Qual problema se as cá não há?

  4. É assim, tão fácil! estou à espera para quê? Tenho conhecimento, possibilidades e ainda por cima sou candidata à Presidência, torna me por si só já imune.

  5. Ilegal???
    Ela nunca sabe nada sobre essas coisas.
    Agora resta saber se a vacina ia a caminho de Guantanamo (para vacinar os terroristas que ela tanto defendeu) ou se produzida pelo Rui Pinto (que ela também tanto defende).
    Esta “democrata” é assim…tão defensora da “liberdade” que defende tudo o que é reles (até a importação ilegal de medicamentos).

  6. Poibido ou não, eu tentarei obter na Europa a vacina russa Spunik V contra a Covid 19 para a tomar, pois recuso ser forçado a tomar uma vacina imposta pelas multinacionais farmacêuticas. Não posso impedir que haja corruptos em Portugal, mas recuso-me a ser deles cúmplice.

  7. Gostaria de entender umas coisas simplesmente:
    Afinal o que é que o INFARMED, tem a ver com as opções individuais de cada cidadão.
    Afinal o INFARMED já regula Direitos Liberdades e Garantias?
    Afinal será que posso levar uma vacina no estrangeiro e dizer que já estou vacinado em outro país da Comunidade Económica Eupleia?
    Afinal tenho ou não opção dos meus direitos dentro das minhas escolhas e não a dos outros, afinal já não sei o que é o melhor para mim.?
    Chatice tanto alarido com a vida do outro, quando a nossa é a mais importante.
    Realmente este nosso país…

  8. Não sei se é mais vergonhoso o post desta ilustre senhora se a resposta “chique”. Que asqueroso um político portar se assim! E vai se candidatar a presidente. A mulher de CÈsar não basta se la, tem de parece la. Está senhora deve pertencer a USF de Colares, onde pertence a minha mãe também, com 82 anos e também de risco e que também teve de esperar pela vacina como os outros. Ainda bem que a USF não lhe fez vassalagem. Quanto ao resto, apenas digo “dizer que não sabe que não era ilegal” é uma desculpa tao esfarrapada, “à Sócrates”, como já estamos habituados, e que mais me deixa abismado por vir da boca de um político!

  9. Esta senhora, tal como eu suspeitava, tem vindo a demonstrar aos poucos que é exatamente como os outros, nada mais nada menos, o que é uma pena pois poderia vir para mudar muita coisa!
    Afinal nada iria mudar!

  10. O facto de alegar não saber que é ilegal, ao fim de uma vida a mamar como eurodeputada, só demonstra bem o que para lá fazem estes recos. É passear e comer à grande, à conta do cidadão europeu…

  11. Caiu a máscara. Revelou-se a artista. Há quem diga por aqui que a filha também tem um belo tacho. Não sei ao certo a que se referem mas já vi aqui referido nos comentários do ZAP algumas vezes.

  12. Uma candidata a Presidente da República e toma ILEGAMENTE uma vacina, não sabia?? Como ser Presidente desconhecendo as leis básicas do seu país?? e o comum cidadão português que não pode meter cunhas e tem esperar a sua vez??? Como uma candidata a presidente mandar BUGIAR um cidadão??
    Ao nível a que a politica portuguesa chegou!!!
    Ponha as suas pantufas e fique em casa para podermos todos andarmos descansados …

  13. Até este Ano fatídico, a obtenção da Vacina comum contra o virus Influenza, era vendida livremente sem obrigação de receita Medica. Foi assim que desde há muitos Anos tenho protegido os meus Idosos assim que a mim mesmo e minha Esposa. Consegui (não sem mal) obter ao conta gotas as cinco Unidades de Influvac até a data de hoje. Ao que se sabe segundo o que vem a Publico actualmente, ainda há muita gente por vacinar. Ao ser verdade o que esta Sra. afirma, resolveu seu proprio problema por outro meio. Pessoalmente não hesitaria a fazer o mesmo !

  14. O desconhecimento da Lei não é justificação para nada. É isto que se aplica a todos os portugueses. Ela sabe bem disso, ninguém pode alegar desconhecer uma Lei, ainda por cima uma pessoa ligada à politica . Vergonhoso.

  15. E se esta Senhora fosse a França tomar a Vacina, também é proibido, aonde está CEE livre de circulação de pessoas e bens? serve para que

  16. Nesta velha Europa sempre foram muito complexados, complicadinhos, preconceituosos, presunçosos, hipocratas, invejosos, cobiçosos etc. E pouco amigos de dar espaço á diferença de pensamento de comportamentos, autonomia e liberdade de decisão e responsabilidade individual respeitando o espaço de cada um, arrogando-se demasiadas vezes o direito de invadir a esfera privada de cada um sem que sequer esteja em causa qualquer prejuizo significativo da colectividade.
    É uma ditadura os excessivos poderes sobre a venda de medicamentos aprovados em geral e muito mais na questão do uso para si próprio de vacinas aprovadas para uso generalizado a toda população!
    Chegamos a este absurdo de sociedade onde o direito á liberdade pessoal quase não existe, ou se reduziu ao seguidismo obrigatorio tão caracteristico das grandes manadas .

    • O direito á liberdade existe, a senhora tem o direito de ir ao estrangeiro e receber a vacina, mas ao fazer-lo em Portugal, importou um produto proibido e passou a responsabilidade se algo correr mal para o farmacêutico ou enfermeiro que a administrou.

      Mas ainda se vai descobrir que a Ana tomou a vacina bem a tempo na farmácia, e que inventou a história da amiga e da vacina para levantar ondas e mostrar como entende os problemas do povinho, saiu-lhe o tiro pela culatra.
      * Nem acredito que a farmácia não lhe tivesse reservado uma sendo uma figura publica com o relevo que tem (seria como o Presidente vir dizer que esta em lista de espera para a vacina … LOL )
      * Nem acredito que ela não sabia da ilegalidade de tomar uma vacina que não entrou pelos canais de distribuição farmacêuticos e sem aprovação do INFARMED, até porque à 1 ano esta senhora comentava sobre essa mesma lei quando a historia do menino com doença rara tinha de tomar um medicamento que custava 2milhoes (ou algo assim, estupidamente avultado) e o Infarmed teve de aprovar o medicamento para que pudesse ser administrado em Portugal.

  17. Que grande exemplo para quem é candidata a Presidente da República. “Eu tenho posses, por isso vou comprar a vacina nem que seja em França.” Que chuto no pé deu esta fulana. Um flop em termos políticos.

  18. Os xuxas ou chuchas deixaram as pessoas sem vacina e admiram-se de quem tem possibilidades as arranjarem em países civilizados e respeitadores dos cidadãos o q não é o caso de Portugal, infelizmente eu com 80 anos vi a vacina por um canudo, que mer** de governo.

RESPONDER

Declínio cognitivo relacionado com a idade pode ser reversível

Cientistas conseguiram reverter em ratos o declínio cognitivo causado pelo envelhecimento. O objetivo dos investigadores é que as farmacêuticas baseiem-se neste estudo para criar um composto que possa ser administrado em humanos. As células específicas do …

Afluência às urnas é menor (mas há mais votantes). Abstenção deverá ficar entre os 56 e 60%

A afluência às urnas às 16:00 nas presidenciais de hoje em Portugal, 35,4%, é a segunda mais baixa desde as eleições de 2006, ano em que este número passou a ser divulgado pela administração eleitoral. Esta …

Reino Unido já vacinou quase 6 milhões. Alemanha aumenta controlo nas fronteiras

O Reino Unido já administrou a primeira das duas doses da vacina contra o novo coronavírus em cerca de seis milhões de pessoas, quando o número de mortes no país devido à pandemia está perto …

Polícia desmantela rede de tráfico internacional de armas (e descobre santuário dedicado a Hitler)

Em dezembro, as autoridades espanholas conseguiram desmantelar uma rede ilegal de armas que operava em toda a Europa, e acabou por capturar os traficantes. O que a polícia não esperava era encontrar um armazém cheio …

Diminuição da esperança média de vida é "consequência inevitável" da pandemia

A esperança média de vida em Portugal vai necessariamente diminuir em consequência da pandemia de covid-19, defendeu um especialista, explicando que isso decorre do efeito combinado da morte de idosos, mas também de jovens em …

Novo estudo explica a importância de esterilizar os gatos antes da adolescência

Um novo estudo sugere que a idade de esterilização dos gatos deve ser antecipada de seis para quatro meses, com o objetivo de prevenir ninhadas indesejadas de gatinhos, que muitas das vezes acabam por ser …

Publicidade do Pingo Doce a promoções viola a lei do confinamento

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica está a avaliar incumprimento que visa aumentar clientes em loja durante o fim de semana. Os supermercados da Jerónimo Martins estão a publicitar promoções numa altura em que …

A tomada de posse de Joe Biden deixou os apoiantes do QAnon sem rumo

Com a tomada de posse de Joe Biden como 46.º Presidente dos Estados Unidos, esta quarta-feira, a frustração começou a infiltrar-se entre os apoiantes do QAnon. O QAnon é um movimento nascido, em 2017, no seio …

Pela quarta vez em quase 50 anos, gelo cobriu o deserto do Saara

Na terça-feira passada, um dos lugares mais secos do mundo acordou com uma geada sobrenatural. Foi apenas a quarta vez em quase 50 anos. No deserto do Saara, no noroeste da Argélia, nos arredores da cidade …

Novo máximo de mortes. São mais 275 óbitos e 11 721 novos casos

Portugal registou mais 275 mortos e 11 721 novos casos de infeção por covid-19 nas últimas 24 horas, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) deste domingo. É o novo máximo de mortes …