Marcelo gastou apenas 7 cêntimos por cada voto que conquistou

José Sena Goulão / Lusa

O presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa

O presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa

Dados disponibilizados pelo Tribunal Constitucional revelam que a campanha de Marcelo Rebelo de Sousa às Presidenciais custou-lhe 179 mil euros – um décimo do que gastou Cavaco Silva em 2011. Sampaio da Nóvoa foi quem mais gastou e quem mais recebeu do Estado.

As contas das campanhas presidenciais, que foram esta quarta-feira publicadas pelo Tribunal Constitucional, mostram que a campanha do atual Presidente da República ficou a meio da tabela em termos de custos.

Quem mais gastou foi Sampaio da Nóvoa (924,7 mil euros), Edgar Silva (581 mil euros), Maria de Belém (541 mil euros), Marisa Matias (303 mil euros) e Henrique Neto (248,7 mil euros).

Na parte de baixo da tabela de gastos surgem também os candidatos menos votados: Paulo Morais (59,5 mil euros), Cândido Ferreira (28,7 mil euros), Vitorino Silva (8,1 mil euros) e Jorge Sequeira (seis mil euros).

Marcelo Rebelo de Sousa, por seu lado, gastou 179 mil euros (22 mil acima do previsto) numa campanha que lhe deu a vitória com os expressivos 52% dos votos.

De acordo com o Público, Marcelo Rebelo de Sousa, que prometeu uma campanha poupada, disse que não queria donativos e que o dinheiro que tinha para gastar era seu, de empréstimos dos irmãos e do que viesse a receber de subvenção do Estado pela campanha.

Além dos 165 mil euros do Estado – a lei não lhe permite receber mais do que orçamentou -, recebeu ainda outros cinco mil euros em donativos, mais 1.920 euros de cedência de bens a título de empréstimo e 12 mil euros de donativos em espécie.

Dos três candidatos que receberam dinheiro do Estado (a par de Sampaio da Nóvoa e Marisa Matias), foi o que menos recebeu.

Sampaio da Nóvoa tem direito a 897 mil euros, com uma campanha mais cara, e Marisa Matias recebe 290 mil euros.

Maria de Belém, que acabou em quarto lugar com apenas 4,24% dos votos – insuficientes para conseguir a subvenção estatal -, conseguiu 93,5 mil euros em donativos ou angariações, contrastando com os 541 mil euros gastos ao longo da campanha.

Os comícios e as caravanas contribuíram significativamente para estes resultados financeiros. No final das contas, ficou a braços com uma dívida de 447 mil euros.

O Público recorda que, em 2006, Cavaco Silva gastou 3.194.100 euros e obteve 2.746.689 votos – cada voto custou-lhe 1,16 euros. Em 2011, investiu um pouco mais de metade do valor de 2006 e teve menos 500 mil votos – ou seja, 80 cêntimos por eleitor.

Marcelo Rebelo de Sousa, que investiu 179 mil euros na campanha e teve 2.413.956 votos, acabou por gastar apenas sete cêntimos por cada eleitor que convenceu.

ZAP

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Habilidade era gastar 0,00 €
    .
    depois da campanha que foi fazendo ao longo dos anos nas rádios e tv’s até fica mal uma notícia destas

RESPONDER

Nova aplicação deteta insuficiência cardíaca através da voz

Foi desenvolvida uma nova aplicação para smartphones que prevê a insuficiência cardíaca através da voz. A tecnologia baseia-se num dos sintomas mais comuns: a falta de ar. O sintoma mais comum da insuficiência cardíaca é a …

Atividade física ajuda a prevenir a perda de visão

Uma nova investigação sugere que o exercício físico pode ser um componente-chave na prevenção da perda de visão. Os benefícios da atividade física são cada vez mais conhecidos, mas há alguns que devem ser tidos em …

Dubai vai construir uma cidade marciana no deserto

O Dubai tem em mãos um projeto ambicioso: a construção de uma cidade marciana. O projeto foi apresentado por uma empresa sediada em Copenhaga e Nova Iorque e é uma parte do plano dos Emirados …

Coreia do Norte voltou a rejeitar negociações com os Estados Unidos

A Coreia do Norte disse, esta terça-feira, que não tenciona retomar o diálogo com os Estados Unidos, quando o vice-secretário de Estado norte-americano, Stephen Biegun, chegou à Coreia do Sul para discutir diplomacia nuclear. Num comunicado …

Construiu uma cadeira de rodas com bicicletas elétricas para a namorada. Agora, vai produzi-la em massa

Para Zack Nelson, construir esta  peça inovadora de engenharia foi "super divertido e surpreendentemente simples". Há cerca de um ano, Zack Nelson, o youtuber de tecnologia do canal JerryRigEverything, uniu duas bicicletas elétricas para criar uma …

A reeleição de Trump nunca esteve tão ameaçada. A culpa é do pessimismo dos americanos

A gestão do Presidente norte-americano face à pandemia e a perspetiva de uma crise económica ameaçam a reeleição de Donald Trump. Um estudo de opinião da Fundação Peter G Peterson para o The Financial Times indica …

Ministros da Indonésia promovem colar de eucalipto como cura para a covid-19

O ministro da Agricultura da Indonésia foi muito criticado por especialistas por alegar que um colar feito de eucalipto pode ajudar a impedir a transmissão da covid-19. Segundo o The Guardian, o ministro da Agricultura da …

SATA pede auxílio ao Estado no valor de 163 milhões de euros

A SATA, companhia aérea detida a 100% pela Região Autónoma dos Açores, precisa do valor até ao final do ano para pagar dívidas. A SATA pediu um auxílio ao Estado de 163 milhões de euros para …

Cortiça portuguesa usada em foguetões da Space X

A Corticeira Amorim forneceu a Space X, de Elon Musk, para componentes usados nos foguetões espaciais da empresa, adiantou o presidente da empresa, António Rios Amorim. "É o nosso maior cliente [deste segmento] neste momento desde …

Pandemia põe em risco mais de 40% dos empregos no Algarve

Além do Algarve, outros destinos turísticos europeus, como ilhas do sul da Grécia, Canárias e Baleares, estão também em risco. As regiões onde o turismo tem mais peso enfrentam um risco maior de destruição de emprego, …