Marcelo preocupado com desnorte na estratégia do Governo no combate à pandemia

Mário Cruz / Lusa

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa (D), acompanhado pelo primeiro-ministro, António Costa (E)

Marcelo Rebelo de Sousa terá confessado a alguns partidos a sua preocupação relativamente a “divisões no Governo sobre medidas” tomadas nas últimas semanas.

O Presidente da República está preocupado com o desnorte e até divisão no Governo sobre a estratégia seguida no combate à pandemia, escreve o Observador. Na quarta-feira, nas audiências com os partidos, Marcelo Rebelo de Sousa disse a pelo menos dois que está apreensivo por haver “perceções diferentes” no Governo sobre a estratégia a seguir.

Marcelo terá dito a alguns partidos que o fecho das aulas presenciais no Ensino Superior era uma das medidas da renovação do estado de emergência. No entanto, durante a tarde, a medida foi desmentida pelo próprio ministro do Ensino Superior, Manuel Heitor.

No dia seguinte, Marcelo Rebelo de Sousa questionou o presidente do Conselho Nacional de Saúde Pública, Henrique de Barros, se o meio universitário era um local privilegiado de contaminação. O especialista respondeu que não.

O Observador adianta que esta terá sido uma tentativa de Marcelo pressionar o Governo a tomar a decisão de suspender as aulas presenciais no Ensino Superior.

Nas reuniões extraordinárias do Conselho de Ministros, eram muitas as divisões do Governo sobre qual o caminho mais seguro a seguir. “Se o país fecha é porque fecha e estamos a condenar as pessoas ao desemprego, se não se fecha, corre-se o risco de irresponsabilidade e de desproteção da saúde das pessoas”, disse ao Observador um dos membros do Executivo.

Um outro governante desvaloriza estas dissidências, já que considera ser normal que aconteçam num Conselho de Ministros.

Ao Observador, pelo menos três dos participantes das audiências que decorreram em Belém confirmaram desabafos de Marcelo sobre a existência de “divisões no Governo sobre medidas” tomadas nas últimas semanas.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Governo francês vai dar 100 euros a famílias carenciadas para pagar energia

O Governo francês vai entregar um cheque de 100 euros a 5,8 milhões de famílias de menores recursos para ajudar a pagar a fatura energética. A medida anunciada pelo executivo vai ter um custo de 580 …

Incidência e R(t) recuam em dia com mais 1.023 infetados e sete mortes

Portugal registou, esta sexta-feira, 1.023 novos casos e sete mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, Portugal …

Apoiantes de Navalny acusam Google e Apple de "censura" política

Os apoiantes de Alexei Navalny acusaram hoje as empresas Google e Apple de terem suprimido o apelo ao voto "útil" proposto pelo oposicionista através das respetivas plataformas, denunciando "censura" num processo eleitoral em que a …

Presidente da República argentino cancela viagens para impedir que vice assuma Governo

Cristina Kirchner é parceira maioritária na coligação de Governo e exige, entre outras mudanças, a substituição de ários ministros, secretários e presidentes de organismos públicos. Recentemente, tem mostrado em público o seu descontentamento face à …

"Bazuca" europeia não resolve problema da falta de habitação

De acordo com vários especialistas, as 26 mil casas identificadas como prio­ritárias pelo Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) não chegam para as necessidades do país, que podem chegar às 46 mil. A questão da aplicação …

Peça que terá sido usada no batismo de D.Maria II está à venda. Estado não a compra por ser demasiado cara

Há uma semana que está à venda uma peça que pertenceu à coroa portuguesa. Terá pertencido à família real depois do Terramoto de 1755 e, de acordo com o antiquário que agora a comercializa, terá …

"Dupla pancada". Vítimas de violência doméstica são deixadas ao abandono sem indemnização

Mais de 80% das vítimas de violência doméstica, a maioria mulheres, não recebem indemnizações, nem dos agressores nem do Estado. Se as vítimas não tiverem sofrido uma incapacidade para o trabalho por um período igual ou …

Ministério Público declara ilegal eleição de André Ventura

Ministério Público invalidou a mudança nos estatutos do Chega, incluindo a eleição direta de André Ventura. O líder do partido admite um novo congresso. No início do mês, o Ministério Público (MP) pediu ao Tribunal Constitucional …

Ministra dos Negócios Estrangeiros dos Países Baixos demite-se por causa do Afeganistão

Sigrid Kaag demitiu-se do seu cargo de ministra dos Negócios Estrangeiros dos Países Baixos, depois de o Parlamento considerar que o Governo fez uma má gestão da retirada de cidadãos do Afeganistão. A ministra dos Negócios …

Rio "atirou" Costa aos macacos e pediu aos eleitores que "penalizem" o descaramento do PS

Rui Rio afirma nunca ter visto um "desplante" semelhante ao do PS no que respeita a promessas eleitorais como o que está a acontecer na atual campanha para as autárquicas. Mais um dia, mais uma capelinha. …