Marcelo põe o dedo na ferida de Bruxelas e pede libertação imediata dos fundos europeus

ppdpsd / Flickr

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa

Marcelo Rebelo de Sousa salientou a necessidade de aprovar “logo que possível” os planos nacionais de recuperação e resiliência e de “libertar” os fundos europeus.

O Presidente da República sustentou hoje que os portugueses esperam uma “saída equilibrada” da pandemia que permita conjugar a “vida e a saúde” com a “economia e a sociedade”, e que seja feita “sem alarme” mas também sem facilitismo.

“Os portugueses esperam uma saída da pandemia de mais de um ano e meio, uma saída equilibrada, sem facilitismo nem alarmismo: sem facilitar o que não deve ser facilitado, mas sem alarme que signifique não ter a capacidade de conjugar vida e saúde, de um lado, e economia e sociedade, do outro”, apontou Marcelo Rebelo de Sousa.

O Presidente da República falava em conferência de imprensa conjunta com o seu homólogo esloveno, Borut Pahor, após um encontro entre ambos no Palácio Presidencial de Liubliana.

Afirmando que a Europa se encontra “num momento de transição” e de “viragem”, Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou que é “importante a vida e a saúde”, mas também é importante “a economia e a sociedade”.

“Os portugueses e os europeus esperam um arranque das economias e maior justiça e equilíbrio social: o arranque das economias, o arranque do turismo que esteve parado mais de um ano, de muito comércio, de muitos serviços, de relações económicas entre povos, mas também o arranque na sua vida pessoal, na vida de todos os dias”, frisou.

O chefe de Estado considerou assim que “cada cidadão pensa na sua vida pessoal, na sua vida familiar que ficou adiada, congelada, sacrificada” durante “mais de um ano”, mas sublinhou que “nenhuma outra crise foi igual a esta”, e que a “saída da crise é também uma saída difícil”.

“Pode parecer fácil, mas não se para uma economia, não se para a vida de uma pessoa ou de uma família, num momento, e se recomeça como se não tivesse havido um ano e meio pelo meio. Não há isso: não há isso nas empresas, nas economias, nas escolas, não há isso na vida das pessoas e das famílias”, sublinhou.

Marcelo considerou que é por isso que é tão importante preocupar-se “com o futuro da Europa, que é o futuro dos europeus”.

“A Europa é uma ideia, mas é uma ideia que tem não só uma alma, mas tem corpos, tem milhões de europeus: (…) uma melhor Europa é uma melhor vida para milhões e milhões de europeus”, apontou.

Nesse sentido, o Presidente da República salientou a necessidade de aprovar “logo que possível” os planos nacionais de recuperação e resiliência, de “libertar” os fundos europeus, e de permitir “o arranque mais rápido da economia” e o “reequilíbrio da vida da sociedade”.

“Durante um ano e meio, o sonho de muitos europeus foi de manterem-se vivo, terem os seus familiares vivos, e não sofrerem na saúde, e não sofrerem muito na sua economia. Agora, é preciso sonhar muito mais do que isso, e esse sonho tem que ser acompanhado de realidade”, afirmou.

Reconhecendo assim que, devido à pandemia, a presidência portuguesa do Conselho da UE “foi difícil e está a ser difícil”, Marcelo Rebelo de Sousa asseverou que, ainda assim, “deu passos importantes para criar condições económicas, financeiras e sociais para o futuro”.

“A presidência eslovena é [agora] essencial. Tem de ser, vai ser, uma presidência cheia de sucesso”, referiu.

Marcelo Rebelo de Sousa encontra-se atualmente numa deslocação oficial à Eslovénia, tratando-se do primeiro Presidente da República a visitar o país desde Jorge Sampaio, em abril de 1999.

Esta tarde, o Presidente da República irá visitar o Castelo de Bled, a cerca de 55 quilómetros da capital eslovena.

  ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. O mais lindo nisto tudo é como o governo português encara parte dos fundos… Diz que é a fundo perdido. Isto já revela a intenção de não pagar ou então a de esconder a realidade aos portugueses.
    O dinheiro que vem para Portugal é obtido mediante a contração de um empréstimo conjunto de todos os países da UE. Isto significa que é um empréstimo e que terá de ser pago!!! Preparem-se que mais tarde ou mais cedo virá a austeridade. Mas isso já ficará para outros. Reza assim a história.

RESPONDER

Governo proíbe menores de 16 anos de assistirem a tourada

Os menores de 16 anos vão deixar de poder assistir a touradas, decidiu o Governo, nesta quinta-feira. A decisão de aumentar a idade mínima para 16 tem origem num "relatório do Comité dos Direitos da …

Mais 777 novos casos de covid-19 e seis mortes nas últimas 24 horas

Portugal registou na quarta-feira seis mortes devido à covid-19 e 777 novas infeções, de acordo com o boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS) divulgado nesta quinta-feira. Segundo o boletim epidemiológico, há em Portugal 321 pessoas internadas, …

OE2022. Marcelo Rebelo de Sousa refere que "empatar tempo é perder o jogo"

O Presidente da República apelou esta quinta-feira a um “esforço de concertação” entre os decisores políticos, considerando que “não se trata de ceder nos princípios”, mas em aproveitar a oportunidade que o país tem para …

Caso Meco. Dux e Lusófona absolvidos de indemnizar famílias das vítimas

O ex-dux da Universidade Lusófona e a instituição de ensino foram absolvidos, esta quinta-feira, de pagar o pedido de indemnização que tinha sido movido pelas famílias das vítimas. Segundo avança o jornal online Observador, o Tribunal …

Costa põe na agenda bandeiras de Esquerda - e mostra-se disponível para negociar OE com "humildade"

O primeiro-ministro apareceu à última hora na reunião do grupo parlamentar do PS, acompanhado pelo ministro das Finanças, para explicar aos deputados o Orçamento do Estado para 2022 que está em risco de chumbo, depois …

Caos jurídico e mar de papéis. Juíza de mãos atadas com a estratégia de Sócrates

O mar de papéis, de recursos e de requerimentos do processo que implica José Sócrates está a complicar a vida à justiça, e não há luz ao fundo do túnel quanto ao momento em que …

"Legionella" detetada em balneários de pavilhão de escola em Portalegre

A bactéria foi detetada na água dos chuveiros de um balneário do pavilhão desportivo da Escola Secundária Mouzinho da Silveira, em Portalegre, mas “não há nenhum caso da doença", revelou o diretor do estabelecimento escolar. Em …

Diocese de Viseu está a investigar duas suspeitas de abuso sexual

A diocese de Viseu está a investigar dois casos de suspeita de abuso sexual de menores cometidos por membros da Igreja Católica. De acordo com o jornal Público, que avança a notícia esta quinta-feira, um dos …

Pessoas num mercado chinês

OMS armada com plano ousado e nova equipa para encontrar origens da covid-19. China pode atrapalhar

A Organização Mundial da Saúde anunciou esta quarta-feira a composição da equipa que irá passar a investigar novos vírus infecciosos que possam provocar pandemias e que terá como uma das missões estudar a origem do …

O vice-almirante Henrique Gouveia e Melo, coordenador do plano de vacinação contra a covid-19 em Portugal

Gouveia e Melo foi à TV japonesa revelar os segredos do sucesso da vacinação em Portugal

Esta quarta-feira, a TV Asashi emitiu uma reportagem sobre as campanhas de vacinação contra a covid-19 um pouco por todo o mundo. Portugal e o sucesso da sua estratégia mereceram destaque. Com 85% da população vacinada …