“Há outras coisas mais importantes”. Marcelo chuta para novembro decisão sobre recandidatura

António Cotrim / Lusa

O presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, afirmou esta quinta-feira que só “lá para novembro” irá tomar uma decisão sobre uma recandidatura ou não nas eleições presidenciais de janeiro de 2021.

Em declarações aos jornalistas, Marcelo Rebelo de Sousa justificou este adiamento com a preocupação de evitar “um ruído antecipado que perturbasse o exercício das funções” e considerou que este prazo “é o mais adequado ao conhecimento de todas as condições”.

O chefe de Estado falava no final de uma visita à fábrica de cerâmica Viúva Lamego, no concelho de Sintra. Marcelo Rebelo de Sousa tinha inicialmente estabelecido o verão deste ano como o período para a sua decisão, que entretanto adiou para o mês de outubro.

Esta quinta-feira, questionado sobre a possibilidade de ficar dez anos em funções, o Presidente da República afirmou que por agora não está a pensar nesse assunto, estabelecendo um novo prazo: “É uma decisão que eu tomarei lá para novembro”.

“Neste momento, há outras coisas mais importantes, como ser Presidente da República”.

Interrogado, depois, sobre o motivo para este adiamento, respondeu: “Acho que é o mais adequado ao conhecimento de todas as condições, para poder exercer a minha presidência, a presidência da República, de uma forma estável e pacífica, sem ruído antecipado que perturbasse o exercício das funções”.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Marte está vivo". Sonda InSight regista mais de 170 eventos sísmicos no Planeta Vermelho

Resultados dos primeiros dez meses de exploração da sonda InSight da NASA revelaram que o Planeta Vermelho é um mundo com atividade sísmica ativa. "Marte está vivo e a cada diz que passa começo a ter …

Um planeta pode ter sido "roubado" do Sistema Solar

Uma nova análise de astrónomos da Universidade Stony Brook, em Nova Iorque, revelou que as estrelas "roubam" planetas umas às outras - e isso também poderá ter acontecido no nosso próprio Sistema Solar. Quase tudo o …

Netflix passa a mostrar "top 10" diário de séries e filmes

A Netflix disponibiliza, desde esta segunda-feira (24), uma nova feature para os utilizadores do serviço de streaming: uma lista com os 10 filmes e as 10 séries mais vistas no país em cada dia. Esta nova …

A Realidade Virtual pode ser a próxima terapia para tratar pânico, fobias e distúrbios

A Oxford VR, empresa britânica de realidade virtual, acaba de acumular mais de 13 milhões de euros para investir na terapia com a tecnologia do futuro. A companhia surgiu a partir do departamento de psiquiatria da …

Apple não deixa que vilões de filmes usem iPhones

A Apple não deixa que os vilões dos filmes de Hollywood usem os telemóveis iPhone no grande ecrã. Esta é apenas uma das empresas que não permite este tipo de coisa. Os filmes podem ter uma …

O coronavírus pode ser a "doença X" temida pelos especialistas

O coronavírus, que já matou 2.700 pessoas e infetou mais de 80 mil desde dezembro, está a tornar-se "rapidamente" no primeiro grande desafio pandémico do mundo, enquadrando-se nos moldes da "doença X" temida por especialistas. O …

Media Capital passou de lucros a prejuízos de 54,7 milhões

A Media Capital registou prejuízos de 54,7 milhões de euros no ano passado, contra lucros de 21,6 milhões de euros um ano antes, anunciou hoje a dona da TVI, que está em processo de compra …

Camas na classe económica dos aviões podem vir a tornar-se uma realidade

A companhia aérea neozelandesa Air New Zealand está a pensar incluir camas na classe económica de alguns dos seus voos mais longos. A ideia deverá avançar dentro de um ano. A companhia aérea neozelandesa Air New …

Temperatura do planeta pode estabilizar nos valores de há três milhões de anos

A temperatura no planeta pode estabilizar nos valores de há três milhões a cinco milhões de anos, caso a humanidade consiga estancar as emissões de gases com efeito de estufa até 2030, diz a especialista …

Operação Lex. Juiz Vaz das Neves arguido por corrupção e abuso de poder

O ex-presidente do Tribunal da Relação de Lisboa Vaz das Neves é arguido na Operação Lex por suspeitas de corrupção e abuso de poder relacionadas com a distribuição eletrónica de processos, disse à Lusa fonte …