Marcelo evoca 25 de Novembro como “data ponte” para institucionalização da democracia. CDS propõe que seja feriado nacional

Paulo Novais / Lusa

O presidente do CDS-PP, Francisco Rodrigues dos Santos, considerou esta quarta-feira que o 25 de Novembro de 1975 permitiu que a democracia fosse uma realidade no país e defendeu que esse dia deve ser decretado feriado nacional.

O CDS assinalou esta data em Lisboa, numa cerimónia na qual foi também apresentado o livro “O Estado de Portugal”, da Juventude Popular.

Apontando que “as verdades são para se dizer”, Rodrigues dos Santos afirmou que “o 25 de Novembro foi o movimento que conteve a ala radical do Movimento das Forças Armadas, que era apoiada e suportada pelas forças de extrema-esquerda, e que pôde determinar a natureza pluralista e democrática do nosso regime político”.

O centrista indicou igualmente que o 25 de Novembro fez-se para “cumprir uma irrenunciável promessa do 25 de Abril, que era a democracia e a liberdade”, e apontou que a revolução dos cravos “foi mãe das liberdades, e o 25 de Novembro foi o seu primeiro filho”.

“O nosso regime político constitucional, que vivemos hoje, foi o que herdámos do 25 de novembro, porque se tivesse dependido de outros, que se achavam donos da revolução, nós teríamos tido uma ditadura de sinal contrário”, salientou, apontando que “o povo português acabou com uma ditadura” e “impediu outra ditadura que lhe sucedesse”, o que “para algumas franjas era aceitável”.

O presidente frisou que o CDS celebra “sem complexos esta data”, e defendeu que “até já era a hora de ser feriado em Portugal”.

A data que “pertence a todos”, diz Marcelo

Também o Presidente da República evocou esta quarta-feira os 45 anos do 25 de Novembro, considerando que constituiu uma “data ponte” determinante para a institucionalização da democracia, com Eanes como “protagonista essencial”.

Marcelo Rebelo de Sousa, que neste dia há um ano almoçou com o general Ramalho Eanes no Palácio de Belém, assinalou esta quarta-feira a data através de uma nota divulgada no portal da Presidência da República na Internet.

Nesta mensagem, o chefe de Estado “evoca os 45 anos do 25 de novembro de 1975”, considerando que constituiu uma “data ponte” e que foi “determinante, entre o 25 de Abril de 1974 e a institucionalização da democracia portuguesa, pela Constituição da República de abril de 1976”.

“E que teve como protagonista essencial o general António Ramalho Eanes, que viria a ser o primeiro Presidente da República eleito em plena democracia”, acrescenta Marcelo Rebelo de Sousa, antigo deputado constituinte pelo PSD.

Há um ano, o Presidente da República defendeu que esta é “uma data nacional”, que “pertence a todos”, e deve ser evocada em “espírito de unidade”.

Segundo Marcelo Rebelo de Sousa, Ramalho Eanes “representa, melhor de que ninguém, a unidade do 25 de Novembro, porque foi uma figura central do 25 de Novembro”, do qual saiu vencedora a ala considerada moderada do Movimento das Forças Armadas, “e porque foi o primeiro Presidente eleito democraticamente em Portugal”, nas presidenciais de 27 de junho de 1976.

Questionado na altura se no seu entender deveria haver uma cerimónia oficial para celebrar anualmente o 25 de Novembro de 1975, Marcelo Rebelo de Sousa respondeu que essa decisão compete “a outras instituições, que podem legislar sobre isso ou tomar decisões sobre essa matéria”.

Os acontecimentos do 25 de Novembro de 1975, em que forças militares antagónicas se defrontaram no terreno, e sobre os quais não há uma versão consensual, marcaram o fim do chamado Processo Revolucionário Em Curso (PREC).

  ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Se querem mais um feriado nacional, vão antes à criação da Nação por D. Afonso Henriques! A maior parte dos países do mundo tem um feriado alusivo à sua criação/independência, nós não.
    o que temos com fartura são feriados religiosos com pouco sentido.

  2. Na realidade, o herói maior do 25 (e 26) de Novembro não foi bem o Eanes, foi o Jaime Neves, que marchou com os seus comandos sobre o quartel da Polícia Militar e da Cavalaria 7 para esmagar o golpe de estado comunista.

RESPONDER

Com as ruas inundadas, casal indiano usa panela de cozinha para se deslocar para o próprio casamento

Um casal indiano foi transportado para o seu casamento por um meio de transporte incomum: uma panela de cozinha. Com as ruas do estado de Kerala inundadas, após chuvas torrenciais, esta foi a única forma …

OE2022: PCP propõe eliminação do adicional de ISP e da “dupla tributação” dos combustíveis

O PCP anunciou hoje que irá propor em sede de Orçamento para 2022 a eliminação do “adicional” ao Imposto sobre Produtos Petrolíferos (ISP) e da dupla tributação dos combustíveis e insistir na fixação de preços …

Besiktas 1-4 Sporting | Tratado leonino deixa turcos KO

O Sporting foi à Turquia somar a primeira vitória no Grupo C da Liga dos Campeões, ao bater o Besiktas por 4-1. Um desfecho fundamental para a equipa de Alvalade continuar a acalentar esperanças de apuramento …

Lei de David. Reino Unido pondera acabar com anonimato online depois de esfaqueamento de deputado

A morte de David Amess está a suscitar um debate no Reino Unido sobre a segurança dos deputados e os insultos de que as figuras políticas são alvo nas redes sociais. Depois do deputado conservador David …

"Não há acordo". Bloco e Governo continuam às turras por causa do OE, mas há mais reuniões previstas

Os bloquistas não se mostraram satisfeitos com o resultado da reunião com o executivo e exigem mais cedências do Governo. Ambos os lados confirmam que ainda se vão encontrar mais vezes para debater o Orçamento. "Não …

Dois mortos e 450 feridos em manifestações para assinalar protestos de 2019 no Chile

Dois mortos e 450 detidos foi o resultado da violência registada em Santiago do Chile, na sequência de uma manifestação para celebrar o segundo aniversário dos protestos de 2019 contra a desigualdade social no país. A …

Votação das leis sobre teletrabalho só para depois do Orçamento

As recentes alterações às propostas têm aproximado os partidos, mas as compensações dadas aos trabalhadores pelos custos adicionais do teletrabalho e o direito a desligar continuam sem consenso. Apesar do calendário inicial apontar que os projectos …

O temido aconteceu: Engenheiros criam cão robô com sniper às costas

A Ghost Robotics criou um cão robô com uma arma equipada às costas. O SPUR "é o futuro dos sistemas de armas não tripuladas". A evolução da robótica e da Inteligência Artificial tem sido recebida de …

Morreu Armanda Passos, uma “referência maior da pintura contemporânea nacional”

Armanda Passos faleceu aos 77 anos na passada madrugada. Ferro Rodrigues lamenta a perda de uma "referência maior da pintura contemporânea" portuguesa. A pintora Armanda Passos morreu hoje, aos 77 anos, confirmou a Universidade do Porto, …

Os números que levam o Bayern a dizer: "O Benfica tem medo de nós"

Alemães destacam sete dados, antes da deslocação a Lisboa. Formação do Benfica destacada pelo Bayern. O Bayern Munique, na antevisão ao jogo com o Benfica na terceira jornada da Liga dos Campeões, publicou um artigo com …