Manuela Moura Guedes abandona “Barca do Inferno” em direto

YouTube

Manuela Moura Guedes no programa "Barca do Inferno"

Manuela Moura Guedes no programa “Barca do Inferno”

Manuela Moura Guedes abandonou, na noite desta segunda-feira, em direto, o programa da RTP Informação “Barca do Inferno”, moderado por Nilton.

Tudo aconteceu quando se discutia as medidas legislativas do governo PS para o futuro e os ânimos exaltaram-se.

Manuela Moura Guedes acusou a deputada socialista Isabel Moreira de falta de educação, por esta ter “virado a cara” após uma questão colocada sobre as alterações na TSU: “Como é que a descida da TSU vai garantir emprego, crescimento, salários?”

Quando o apresentador do programa pediu mais calma, o debate intensificou-se. Foi nesse momento que Manuela Moura Guedes afirmou: “Neste preciso momento abandono o programa. Já chega, é inacreditável o que aqui se passa”.

Antes de abandonar o programa, pediu desculpas aos telespectadores.

“Um momento Pedro Santana Lopes na Barca do Inferno”, brincou Nilton ainda antes da saída de Moura Guedes do estúdio, numa referência à situação em que Santana Lopes abandonou uma entrevista na SIC Notícias depois de ser interrompido por um direto da chegada de José Mourinho ao aeroporto da Portela.

A deputada Isabel Moreira reagiu ao sucedido na sua página oficial do Facebook: “O moderador fez o seu papel de forma exemplar e a profunda superficialidade de uma das participantes posta a nu ao longo do programa viu ali uma oportunidade de saída de vítima de má educação, logo a pessoa em causa. As participantes no programa não são iguais, há quem se prepare e há quem debata. E é um bom programa. Sempre o defenderei . O programa. Não quem saiu tarde. Num desrespeito total pelo público”.

Move

PARTILHAR

17 COMENTÁRIOS

  1. Não conheço os outros intervenientes, a não ser a senhora Moura Guedes e de “ginjeira”. O programa em causa raramente o vejo. Esta senhora sempre foi pessoa difícil,para não dizer malcomportada. Excessivamente mimada é no que dá. Coisas dos nossos órgãos de informação e da má forma de uma grande parte da nossa população em termos políticos e cívicos.

  2. “O programa em causa raramente o vejo”…se assim é como pode opinar sobre o que não viu. Apenas porque já tem uma ideia preconcebida da senhora isso já lhe dá o direito de proferir uma opinião, infelizmente é assim nos media também, nas empresas e nas relações sociais. E termina generalizando: “Coisas dos nossos órgãos de informação e da má forma de uma grande parte da nossa população em termos políticos e cívicos”, metendo tudo no mesmo saco!!! Fantástico Júlio Pereira, ainda bem que nos conheces a todos de “ginjeira”!!!!

  3. Parabéns sr júlio. O Sr e muitos outros já são conhecidos de gingeira!!!! Conhece aquele provérbio que diz que mais vale estar calado do que dizer asneiras ?
    Acresce que nem sequer é obrigado a comentar a não ser que seja funcionário de algum partido e tenha que procurar influenciar os leitores.

  4. Eu acompanho semanalmente o programa e gosto bastante!
    É o único programa de comentário “político” que sigo!
    Vi todos os programas e, ao longo de todos eles, repete-se a falta de educação da MMG!
    Fala quando lhe apetece e não tem qualquer respeito pelo tempo/opinião dos outros!
    Só a opinião dela é que conta; os outros andam todos a “dormir”…
    Já pôs várias vezes os colegas de programa a “ferver” (e também os telespectadores, como eu), mas, até gostava de a ver… principalmente para ver como não se deve ser!!
    Claro que qualquer pessoa que vê o programa concorda que a educação, a humidade e o bom-senso, são coisas que ela não conhece muito bem!
    Ao contrário do que já ouvi dizer (comentários de quem, provavelmente, nunca viu programa), o Nilton esteve bem!

  5. É o que dá ter estado demasiados anos na RTP a ser muito bem paga com o dinheiro dos contribuintes!…
    Habituou-se mal.
    Já Marinho Pinto a desancou em directo num Jornal da noite da TVI.
    A RTP criou uns quantos “bibelots” que já são parte do anedotário nacional, não precisávamos era de lhes pagar tanto para tão tristes espectáculos… há palhaços mais baratos!

  6. Os senhores políticos por diversas vezes ficam exaltados com perguntas incómodas para as quais sabem que não têm resposta nem preparação para defender a sua resposta… Tenho pena que aqui só se debata nos comentários esse lado da barricada…

    • O que aqui se comenta é a noticia (e não “lados da barricada”)!
      A MMG também já foi “política profissional” e, tal, como jornalista, ou apresentadora de concursos, a competência e educação nunca foi o seu forte…
      É disso que se trata aqui!

  7. Politicos para mim todos sabem falar e todos se defendem, e ninguém pode ter troco. Por isso estão lá todos e todos os que não estão anseiam ir para lá e outros lugares onde a fama percorre. Quem está de fora dá sempre opiniões certas ou erradas depende do ponto de vista de cada um.
    Não esquecer é que se há uma zanga ou um debate tem de haver duas ou mais pessoas e normalmente contra, agressividade gera agressividade o que não é bonito em direto para telespetatores mas que é real no dia a dia é. Porque atiramos pedras se nós somos iguais. (salvo a regra) sim ainda existe pessoas muito mas muito pacíficas mas conta se um em 1000.

  8. Não gosto da postura da MMG, ainda por cima acho que ela não se preparava para o debate e às vezes colocava-se ela própria em situações pouco agradáveis, mas neste caso acho que em termos de ofensa é uma aprendiz ao pé das outras 3 ratazanas … enfim, mulheres .,…

  9. O que é certo é que a TSU continua, apesar de todos sabermos que se devia chamar IPRI (imposto para pagamento das reformas dos idosos). Poruqe espero que quando chegar a minha reforma este IMPOSTO se mantenha porque já descontei 27 anos 11% do meu salário para pagar aos inactivos e não vou ter quem desconte para mim….. Se ninguém pagasse a TSU, gostava de saber como justificavam não haver o dinheiro dos que descontaram no passado. Se fosse uma companhia de seguros chamava-se burla, como é o Estado, chama-se o quê?

  10. Portugueses no seu melhor… Ror de “posts”
    … Sobre a pertinência da pergunta de uma e o trejeito da outra a “maioria” prefer o “bullyng” reles do bota abaixo “recheado de “fundamentos” duvidosos…

  11. MMG: Percebendo o ‘sapo’ contudo relembro que as coisas, como algumas pessoas, tendo a importância que têm, têm aquela que a gente lhes dá!

  12. Esta senhora tem falta de educação e falta de nível, mais parece uma peixeira. Não prepara os debates, fala ao acaso, não sabe nada de nada, entra em conflito com todos, enfim uma verdadeira artista que de jornalista tem muito pouco, falta-lhe idoneidade, bom senso, verticalidade e postura de saber estar e dizer.

  13. Pois é, esta senhora é incomoda para muita gente! Neste país quando uma mulher sabe o que diz e não tem medo de o dizer é logo rotulada de malcriada…
    Fez muito bem abandonar o programa, aliás acho que já estava arrependida de aceitar estar ali, a ter um mediador que não sabe conduzir nem percebe de politica. O sr.Nilton é bom noutras áreas (cada macaco no seu galho).

Ex-Presidente do Sudão admite ter recebido mais de 80 milhões da Arábia Saudita

O antigo Presidente do Sudão, que foi deposto em abril após vários meses de protestos, começou a ser julgado esta segunda-feira por corrupção. O julgamento por corrupção do ex-Presidente do Sudão, Omar al-Bashir, começou esta segunda-feira e, …

Hong Kong. Funcionário do consulado britânico desaparece após enviar mensagem à namorada a pedir para rezar por ele

A 08 de agosto, Simon Cheng Man-kit, de 28 anos, estava a regressar a Hong Kong depois de ter estado na cidade chinesa Shenzhen. No momento em que, a bordo de um comboio de alta …

Open Arms. Procurador siciliano ordena apreensão do navio e desembarque imediato dos ocupantes

Luigi Patronaggio, o procurador da cidade de Agrigento, na Sicília, ordenou esta terça-feira a apreensão do navio Open Arms e o desembarque imediato dos quase 100 migrantes africanos que este levava a bordo. O jurista, que …

Jovens suspeitos de três homicídios filmaram um “testamento final” com o telemóvel antes de se suicidarem

Bryer Schmegelsky e Kam McLeod, os dois jovens de 18 e 19 anos suspeitos de três homicídios no Canadá e que foram encontrados mortos após duas semanas em fuga, terão filmado um “testamento final” com …

Em resposta a Macron, Putin diz que autoridades agiram para evitar situação igual à dos "coletes amarelos" em França

O Presidente da Rússia Vladimir Putin disse, durante um encontro com o seu homólogo francês Emmanuel Macron, que as autoridades russas agiram para garantir que as manifestações dos seus opositores permanecem dentro "da lei", evitando …

Gémeas que viviam em garagem estavam sinalizadas há seis anos

As gémeas de 10 anos que viviam numa garagem no concelho da Amadora estavam sinalizadas há seis anos pela Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) e a sua situação conhecida pelo Ministério Público …

Afinal, duração máxima dos contratos a prazo no Estado também baixa para dois anos

O ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Vieira da Silva, assumiu o compromisso de emitir uma orientação aos serviços da Administração Pública para respeitarem a redução da duração máxima dos contratos a prazo de …

Turistas franceses arriscam seis anos de prisão. Roubaram areia de uma famosa praia em Itália

Um casal francês foi detido ao transportar 40 quilos da famosa areia da ilha da Sardenha, em Itália, e agora pode enfrentar até seis anos de prisão, caso a justiça italiana os considere culpados. O casal …

Pedro Dias transferido de Monsanto para Coimbra

Pedro Dias, condenado a 25 anos de prisão pelo triplo homicídio de Aguiar da Beira, distrito da Guarda, em outubro de 2016, foi transferido da prisão de segurança especial de Monsanto, em Lisboa, para o …

Após três dias de inferno, incêndio na Grã Canária começa a perder força

O incêndio florestal na ilha espanhola de Grande Canária começou esta madrugada a perder força após três dias em que esteve incontrolável, anunciou esta terça-feira o presidente, Ángel Víctor Torres. As primeiras notícias do dia sobre …