Manuela Moura Guedes abandona “Barca do Inferno” em direto

YouTube

Manuela Moura Guedes no programa "Barca do Inferno"

Manuela Moura Guedes no programa “Barca do Inferno”

Manuela Moura Guedes abandonou, na noite desta segunda-feira, em direto, o programa da RTP Informação “Barca do Inferno”, moderado por Nilton.

Tudo aconteceu quando se discutia as medidas legislativas do governo PS para o futuro e os ânimos exaltaram-se.

Manuela Moura Guedes acusou a deputada socialista Isabel Moreira de falta de educação, por esta ter “virado a cara” após uma questão colocada sobre as alterações na TSU: “Como é que a descida da TSU vai garantir emprego, crescimento, salários?”

Quando o apresentador do programa pediu mais calma, o debate intensificou-se. Foi nesse momento que Manuela Moura Guedes afirmou: “Neste preciso momento abandono o programa. Já chega, é inacreditável o que aqui se passa”.

Antes de abandonar o programa, pediu desculpas aos telespectadores.

“Um momento Pedro Santana Lopes na Barca do Inferno”, brincou Nilton ainda antes da saída de Moura Guedes do estúdio, numa referência à situação em que Santana Lopes abandonou uma entrevista na SIC Notícias depois de ser interrompido por um direto da chegada de José Mourinho ao aeroporto da Portela.

A deputada Isabel Moreira reagiu ao sucedido na sua página oficial do Facebook: “O moderador fez o seu papel de forma exemplar e a profunda superficialidade de uma das participantes posta a nu ao longo do programa viu ali uma oportunidade de saída de vítima de má educação, logo a pessoa em causa. As participantes no programa não são iguais, há quem se prepare e há quem debata. E é um bom programa. Sempre o defenderei . O programa. Não quem saiu tarde. Num desrespeito total pelo público”.

Move

PARTILHAR

17 COMENTÁRIOS

  1. Não conheço os outros intervenientes, a não ser a senhora Moura Guedes e de “ginjeira”. O programa em causa raramente o vejo. Esta senhora sempre foi pessoa difícil,para não dizer malcomportada. Excessivamente mimada é no que dá. Coisas dos nossos órgãos de informação e da má forma de uma grande parte da nossa população em termos políticos e cívicos.

  2. “O programa em causa raramente o vejo”…se assim é como pode opinar sobre o que não viu. Apenas porque já tem uma ideia preconcebida da senhora isso já lhe dá o direito de proferir uma opinião, infelizmente é assim nos media também, nas empresas e nas relações sociais. E termina generalizando: “Coisas dos nossos órgãos de informação e da má forma de uma grande parte da nossa população em termos políticos e cívicos”, metendo tudo no mesmo saco!!! Fantástico Júlio Pereira, ainda bem que nos conheces a todos de “ginjeira”!!!!

  3. Parabéns sr júlio. O Sr e muitos outros já são conhecidos de gingeira!!!! Conhece aquele provérbio que diz que mais vale estar calado do que dizer asneiras ?
    Acresce que nem sequer é obrigado a comentar a não ser que seja funcionário de algum partido e tenha que procurar influenciar os leitores.

  4. Eu acompanho semanalmente o programa e gosto bastante!
    É o único programa de comentário “político” que sigo!
    Vi todos os programas e, ao longo de todos eles, repete-se a falta de educação da MMG!
    Fala quando lhe apetece e não tem qualquer respeito pelo tempo/opinião dos outros!
    Só a opinião dela é que conta; os outros andam todos a “dormir”…
    Já pôs várias vezes os colegas de programa a “ferver” (e também os telespectadores, como eu), mas, até gostava de a ver… principalmente para ver como não se deve ser!!
    Claro que qualquer pessoa que vê o programa concorda que a educação, a humidade e o bom-senso, são coisas que ela não conhece muito bem!
    Ao contrário do que já ouvi dizer (comentários de quem, provavelmente, nunca viu programa), o Nilton esteve bem!

  5. É o que dá ter estado demasiados anos na RTP a ser muito bem paga com o dinheiro dos contribuintes!…
    Habituou-se mal.
    Já Marinho Pinto a desancou em directo num Jornal da noite da TVI.
    A RTP criou uns quantos “bibelots” que já são parte do anedotário nacional, não precisávamos era de lhes pagar tanto para tão tristes espectáculos… há palhaços mais baratos!

  6. Os senhores políticos por diversas vezes ficam exaltados com perguntas incómodas para as quais sabem que não têm resposta nem preparação para defender a sua resposta… Tenho pena que aqui só se debata nos comentários esse lado da barricada…

    • O que aqui se comenta é a noticia (e não “lados da barricada”)!
      A MMG também já foi “política profissional” e, tal, como jornalista, ou apresentadora de concursos, a competência e educação nunca foi o seu forte…
      É disso que se trata aqui!

  7. Politicos para mim todos sabem falar e todos se defendem, e ninguém pode ter troco. Por isso estão lá todos e todos os que não estão anseiam ir para lá e outros lugares onde a fama percorre. Quem está de fora dá sempre opiniões certas ou erradas depende do ponto de vista de cada um.
    Não esquecer é que se há uma zanga ou um debate tem de haver duas ou mais pessoas e normalmente contra, agressividade gera agressividade o que não é bonito em direto para telespetatores mas que é real no dia a dia é. Porque atiramos pedras se nós somos iguais. (salvo a regra) sim ainda existe pessoas muito mas muito pacíficas mas conta se um em 1000.

  8. Não gosto da postura da MMG, ainda por cima acho que ela não se preparava para o debate e às vezes colocava-se ela própria em situações pouco agradáveis, mas neste caso acho que em termos de ofensa é uma aprendiz ao pé das outras 3 ratazanas … enfim, mulheres .,…

  9. O que é certo é que a TSU continua, apesar de todos sabermos que se devia chamar IPRI (imposto para pagamento das reformas dos idosos). Poruqe espero que quando chegar a minha reforma este IMPOSTO se mantenha porque já descontei 27 anos 11% do meu salário para pagar aos inactivos e não vou ter quem desconte para mim….. Se ninguém pagasse a TSU, gostava de saber como justificavam não haver o dinheiro dos que descontaram no passado. Se fosse uma companhia de seguros chamava-se burla, como é o Estado, chama-se o quê?

  10. Portugueses no seu melhor… Ror de “posts”
    … Sobre a pertinência da pergunta de uma e o trejeito da outra a “maioria” prefer o “bullyng” reles do bota abaixo “recheado de “fundamentos” duvidosos…

  11. MMG: Percebendo o ‘sapo’ contudo relembro que as coisas, como algumas pessoas, tendo a importância que têm, têm aquela que a gente lhes dá!

  12. Esta senhora tem falta de educação e falta de nível, mais parece uma peixeira. Não prepara os debates, fala ao acaso, não sabe nada de nada, entra em conflito com todos, enfim uma verdadeira artista que de jornalista tem muito pouco, falta-lhe idoneidade, bom senso, verticalidade e postura de saber estar e dizer.

  13. Pois é, esta senhora é incomoda para muita gente! Neste país quando uma mulher sabe o que diz e não tem medo de o dizer é logo rotulada de malcriada…
    Fez muito bem abandonar o programa, aliás acho que já estava arrependida de aceitar estar ali, a ter um mediador que não sabe conduzir nem percebe de politica. O sr.Nilton é bom noutras áreas (cada macaco no seu galho).

Responder a Viés Cancelar resposta

Europeus, incluindo portugueses, impedidos de votar no Reino Unido

Cidadãos europeus, entre os quais portugueses, foram esta quinta-feira confrontados com a impossibilidade de votar nas europeias no Reino Unido. Nuno Dinis contou à agência Lusa que, quando tentou votar em Stockton-on-Tees, localidade no norte de …

Em seis meses, 21 mil norte-americanas pediram comprimidos online para abortar

Entre outubro de 2018 e março deste ano, 21 mil mulheres norte-americanas pediram ajuda à Aid Access, sendo que entre um terço e metade dessas mulheres receberam as pílulas abortivas no correio. Em 2004, a médica …

Manuel Godinho julgado em novo processo de fraude fiscal

O sucateiro Manuel Godinho, principal arguido no processo Face Oculta, vai ser julgado no Tribunal de Aveiro num novo processo de fraude fiscal, que terá lesado o Estado em cerca de 330 mil euros. Além de …

Camorra, droga e a queda meteórica: Eis o novo documentário do mítico Maradona

O documentário "Diego Maradona", produzido pelo cineasta britânico Asif Kapadia, estreou-se esta semana no Festival de Cinema de Cannes, e promete trazer "imagens inéditas" sobre a vida atribulada do antigo futebolista argentino. Kapadia, que produziu já …

Mais de 90% dos portugueses reformam-se sem saber quanto vão receber

Nove em cada dez pensionistas não conhecia o valor que iria receber até seis meses antes da data da reforma. Cerca de 30% dizem que gostariam de se ter reformado mais tarde. A maioria dos portugueses …

PS quer aprovar já diploma do direito a desligar do trabalho (PSD está reticente)

O PS quer aprovar até 19 de julho uma proposta que defina quando é que os trabalhadores têm ou não direito a desligar do trabalho. PSD não revela, para já, o seu sentido de voto. Segundo …

Menino ou menina? Hong Kong é o centro do tráfico de teste proibido na China

Na China, o teste para saber o género dos bebés é proibido, lei criada para controlar o nascimento de crianças do sexo masculino. Contudo, nas redes sociais, tem aumentado o número de individuos que se …

Estivadores do Porto de Setúbal aprovam novo contrato coletivo de trabalho

Os estivadores do porto de Setúbal aprovaram esta quinta-feira, por unanimidade, o acordo do novo contrato coletivo de trabalho negociado entre o sindicato e as entidades patronais. Segundo o presidente do Sindicato dos Estivadores e Atividade …

Senado brasileiro aprova projeto que criminaliza a homofobia

O senado brasileiro aprovou um projeto que criminaliza a homofobia. Quem "impedir ou restringir a manifestação razoável de afetividade de qualquer pessoa em local público ou privado aberto ao público", excetuados os templos religiosos, poderá …

Magistrados europeus denunciam destruição do Estado de Direito na Turquia

Os magistrados europeus afirmam que há "sinais muito sombrios na área da justiça", dando o exemplo da Turquia onde há uma "campanha para destruir a independência do poder judicial e o Estado de Direito." A MEDEL …