Manuel Pinho terá dado bónus indevido de 852 milhões à EDP

José Sena Goulão / Lusa

O antigo Ministro da Economia Manuel Pinho

Manuel Pinho, ministro da Economia no governo de José Sócrates, terá dado à EDP um benefício indevido de 852 milhões de euros na extensão da exploração de 27 barragens por 25 anos.

Pela extensão desta concessão, que foi feita sem concurso público, a EDP deveria ter pagado, segundo uma perícia do Núcleo de Assessoria Técnica da Procuradoria-Geral da República, o valor mínimo de 1,611 mil milhões de euros.

Os emails de António Mexia, presidente-executivo da EDP, revelam que este processo foi conduzido pelos gabinetes de Pinho e de António Castro Guerra, então secretário de Estado da Indústria, avança o Correio da Manhã.

As mensagens indicam que João Manso Neto, administrador da EDP, falou várias vezes, no final de 2006 e início de 2007, com Rui Cartaxo, então assessor de Pinho, sobre a extensão da concessão do domínio público hídrico.

A pedido dos procuradores do caso EDP, o Núcleo de Assessoria Técnica da PGR analisou o processo de extensão da concessão das barragens à EDP.

“O valor da extensão da concessão do Domínio Público Hídrico fixado por despacho governamental, no montante de 759 milhões, é inferior ao justo valor apurado no relatório de perícia, no montante mínimo de 1,611 mil milhões de euros, de onde resulta um prejuízo de cerca de 852 milhões de euros para os consumidores e um benefício indevido para a EDP de igual montante”, diz o relatório.

O valor final a pagar pela EDP foi fixado num despacho assinado por Manuel Pinho e Francisco Nunes Correia, então ministro do Ambiente. O despacho justifica o valor a pagar pela EDP com duas avaliações bancárias feitas pela Caixa BI e pelo Credit Suisse, no início desse ano.

A Caixa BI apurou um valor entre 657 milhões e 748 milhões de euros e o Credit Suisse apurou um valor entre 672 milhões e 771 milhões de euros.

Porém, frisa o relatório, “estes montantes são muito inferiores aos calculados pela REN e a seis das nove estimativas apresentadas pela própria EDP ao Governo a 13 de novembro de 2006 e a 30 de novembro de 2006.”

Como o governo, em agosto de 2008, decidiu que a taxa de recursos hídricos, no valor de 55 milhões de euros, já estava incluída nos 759 milhões de euros, a EDP acabou por pagar 703,9 milhões de euros pela extensão da exploração.

Desta situação, resultou, segundo o relatório, “a subavaliação da compensação financeira a pagar pela EDP em 852 milhões de euros.

Pinho fala sobre barragens e rendas excessivas

Manuel Pinho é ouvido nesta quinta-feira, a partir das 16h00, na comissão parlamentar de inquérito ao pagamento de rendas excessivas aos produtores de eletricidade.

As decisões que tomou em 2007 – extensão das concessões de barragens da EDP e aplicação de compensações à produção da elétrica com a entrada em funcionamento do mercado ibérico de eletricidade – serão pontos fortes de uma inquirição para a qual Pinho, sob investigação pelo Ministério Público, prometeu em julho algumas revelações.

Em causa estão várias decisões do ex-governante, recorda o Diário de Notícias. Entre estas, a de estender sem concurso público as concessões de barragens da EDP e respetiva definição de contrapartidas, que resultou num custo líquido de 705 milhões de euros para a elétrica – menos de metade de mais de 1600 milhões estimados pela REN no processo.

Está também em causa a definição da compensação à produção da EDP com a entrada em vigor dos custos de manutenção do equilíbrio contratual (CMEC), definidos em 2004 para apoiar o setor na entrada em mercado que ocorreria três anos depois.

Os deputados vão querer também ouvir o ex-ministro sobre um curso sobre energias renováveis da Universidade de Columbia, patrocinado pela EDP, em que Pinho viria a lecionar a partir de 2010.

ZAP //

PARTILHAR

11 COMENTÁRIOS

  1. O estado que é tão lento a construir uma nova ala pediátrica no S João porque não tem 25 M, é tão generoso com a EDP e prescinde de 852 M com toda a facilidade! Podemos por o Sr. Manuel Pinho a pagá-los?

  2. Foram “só” 852 milhões de euros??? Os bancos (dois) avaliaram de forma semelhante (750 milhões de euros)!! Conclusão: Para a próxima, recomenda-se que estas avaliações sejam feitas pelos “expert´s”do “Núcleo de Assessoria Técnica da Procuradoria Geral da República”. É gente credível, a trabalhar num órgão ainda mais credível e está provado que sabem mais da “poda” do que o “podador”. Pelo menos “´à posteriori”, como é o caso!!!!!

RESPONDER

Caso BPP. Ex-banqueiro João Rendeiro acusado de nova burla

O Ministério Público (MP) acusou o ex-presidente e fundador do BPP, João Rendeiro, de mais um crime de burla qualificada no caso BPP, segundo avança o Correio da Manhã. A acusação relaciona-se, de acordo com o …

EUA "confiscam" na Tailândia 200 mil máscaras que iam para a Alemanha

A polícia de Berlim, na Alemanha, encomendou 200 mil máscaras cirúrgicas a uma empresa americana. Porém, foram "confiscadas" em Banguecoque, na Tailândia, e desviadas para os Estados Unidos. O ministro do Interior de Berlim considerou o …

Valência chega a acordo com Diogo Leite. Saída do FC Porto estará quase consumada

O Valência tem 20 milhões de euros para oferecer ao FC Porto em troca do defesa-central Diogo Leite, com quem já terá chegado a acordo. De acordo com o jornal desportivo A Bola, Diogo Leite já …

Jornais espanhóis fazem boicote às "conferências-farsas" do Governo

Os jornais espanhóis, como o Libertad Digital, o El Mundo, o ABC e o Vozpópuli, estão a boicotar as conferências de imprensa do governo de Espanha, acusando-o de filtrar as perguntas dos meios de comunicação. Tudo começou …

Número diário de óbitos desce em Espanha. Mais um campo de refugiados grego em quarentena

Em Espanha, o número diário de óbitos por infeção de covid-19 tem mantido uma tendência de subida. Já na Alemanha, há menos casos, mas mais mortes. Espanha continua a manter a tendência de descida do número …

Trump diz que o pior está para vir (mas admite aliviar restrições para ir à missa na Páscoa)

Este sábado, o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, admitiu que o pior ainda está para vir e que ainda “vai haver muitas mortes". Depois, disse que está a pensar aliviar as restrições para permitir …

Covid-19. Mais 754 casos de infeção e 29 mortes em Portugal

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Deral da Saúde (DGS) este domingo, há 11.278 infetados por covid-19 em Portugal e 295 óbitos. O número de infetados por covid-19 subiu, este domingo, para um total …

Inspetores do SEF suspeitos de assassinar ucraniano foram identificados em carta anónima

Os três inspetores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) suspeitos de assassinar um ucraniano no aeroporto de Lisboa foram identificados numa carta anónima enviada à Polícia Judiciária (PJ). De acordo com o semanário Expresso, a …

Avião fretado pelo Estado aterra em Lisboa com 20 toneladas de equipamento médico

Um avião fretado pelo Estado português chegou este sábado a Lisboa com equipamento médico proveniente de Pequim, incluindo 144 ventiladores e máscaras de proteção respiratória, destinados ao Sistema Nacional de Saúde (SNS), informou a embaixada …

Marinha venezuelana divulga vídeo editado sobre colisão com cruzeiro português

A Marinha venezuelana divulgou, este sábado, um vídeo editado sobre a colisão entre o cruzeiro de bandeira portuguesa "Resolute" e uma embarcação da Marina da Venezuela, "Naiguatá GC-23", ocorrido a 30 de março. O vídeo, de …