Manifestações por todo o Brasil pedem o fim do governo de Dilma

Wilson Dias / Agência Brasil

Manifestantes em Brasília contra a corrupção e pela saída de Dilma Rousseff

Manifestações pela saída da presidente Dilma Rousseff e o fim da corrupção estão a reunir milhares de brasileiros em mais de 300 cidades do país.

Os protestos estão a decorrer em municípios como o Rio de Janeiro, Alagoas, Bahia, Paraná, Maranhão, Pernambuco, Goiás, Tocantins, Pará ou São Paulo, além do distrito federal, Brasília. De acordo com o Movimento Vem pra Rua, as manifestações a favor do impeachment de Dilma podem chegar a 500 cidades.

De acordo com a Polícia Militar, o protesto em Brasília reuniu 100 mil pessoas, mais do que o dobro do que na manifestação de março de 2015, quando 45 mil pessoas compareceram.

Na capital brasileira, onde a manifestação estava marcada desde o ano passado, a maioria dos manifestantes veste roupas de cor verde e amarela da bandeira brasileira. Um boneco vestido de detento, chamado pelo movimento de Pixuleco, está amarrado ao chão. Alguns manifestantes alinharam-se em frente ao Congresso Nacional formando a frase “Fora, Dilma”.

De acordo com Breno Saradelo, coordenador do movimento em Brasília, a manifestação é um apelo “contra a corrupção institucionalizada, independentemente do governo e do partido”. Em vários momentos, os manifestantes defenderam uma “limpeza” de políticos corruptos, nomeadamente Eduardo Cunha, presidente da Câmara dos Deputados, Renan Calheiros, presidente do Senado, e de Dilma.

Tânia Rego / ABr

Manifestação a 13 de março contra a corrupção e pelo impeachment de Dilma

Manifestação a 13 de março contra a corrupção e pelo impeachment de Dilma

No Rio de Janeiro, a manifestação que se concentrou na orla de Copacabana foca-se no apoio à Operação Lava Jato, à Polícia Federal e ao juiz Sergio Moro, que julga o escândalo de corrupção na Petrobras.

Um dos carros de som na Avenida Atlântica traz uma faixa com a frase “Fora Comunismo”, enquanto o porta-voz do movimento chama pelo microfone “as famílias de bem, de direita, contra o PT” para participarem na manifestação.

Este discurso, no entanto, não é partilhado por todos os manifestantes. “Não sou de direita e não me sinto representada por este senhor. E ainda fica insultando a presidente. Acho feio. O ato é pela democracia e honestidade e é por isso que estou aqui”, afirmou Elvira Moraes, uma dona de casa de 63 anos, à Agência Brasil.

Outro manifestante afirma que “estar aqui é importante, porque acredito que nossa indignação pode pressionar o governo e as autoridades a acabarem com essa sujeira que tem assolado a política deste país”.

Em Brasília, um funcionário da Justiça Federal acredita que a corrupção não é de apenas um partido. “O Brasil precisa se reinventar. O que se está pedindo não é solução. O necessário seria convocar uma nova Constituinte”.

O PT também tinha marcadas manifestações em diversas cidades este domingo, mas a maioria acabou cancelada devido ao receio de confrontos com militantes favoráveis à saída de Dilma Rousseff.

Em algumas cidades, os sindicalistas da Central Única dos Trabalhadores (CUT) e outros movimentos mantiveram a realização de manifestações pró-governo e pró-Lula, tais como Fortaleza, Rio de Janeiro e Porto Alegre.

Agência Brasil

PARTILHAR

RESPONDER

Falhas na formação de médicos levam ministra a criar grupo de trabalho

A ministra da Saúde determinou a constituição de um grupo de trabalho para criar um manual de regras e procedimentos para a avaliação das capacidades de formação de médicos no SNS, depois de falhas apontadas …

Surto de sarampo leva Samoa a fechar escolas e serviços. Ativista anti-vacinação detido

Com o objetivo de conter o surto de sarampo que já matou 60 pessoas, o governo de Samoa está a pedir à população que coloque uma bandeira vermelha em frente às casas nais as pessoas …

Poluição do ar leva Sarajevo a cancelar todos os eventos públicos

As autoridades bósnias consideram que a poluição na capital do país, Sarajevo, atingiu níveis perigosos nos últimos dias. Perante a densa nuvem de nevoeiro que paira na cidade, o governo regional decidiu cancelar todos os …

A banana colada à parede que custou 108 mil euros foi comida

A banana mais cara do mundo, presa a uma parede com fita adesiva, foi descascada e comida por um artista que visitava o stand da galeria Perrotin, na feira de arte contemporânea Art Basel, nos …

Empresas norte-americanas reforçam domínio na venda global de armas

O Instituto Internacional de Estudos de Paz de Estocolmo (SIPRI) revelou esta segunda-feira que as empresas norte-americanas aumentaram o domínio no comércio global de armas em 2018, para 59% do volume total entre as 100 …

Faltam medicamentos para doenças crónicas nas Farmácias (e ninguém sabe porquê)

Há medicamentos para doenças crónicas que estão, constantemente, em falta nas Farmácias Portuguesas. Uma situação preocupante, sobretudo para os pacientes que deles precisam, e que não tem uma explicação. A Associação Nacional de Farmácias está …

Mais de dois mil coalas mortos devido aos incêndios na Austrália

O presidente da Aliança das Florestas do Nordeste da Austrália disse que os incêndios florestais que deflagram no leste do país, desde o início de novembro, provocaram a morte a mais de dois mil coalas. O …

Regionalização sem referendo é “golpe de estado palaciano”

Luís Marques Mendes falou este domingo, no habitual espaço de comentário político na SIC, sobre a regionalização, os "tempos difíceis para a direita", Greta Thunberg e Joe Berardo. Houve ainda tempo para falar sobre o …

China diz que detidos em Xinjiang estão "formados" e "vivem felizes"

Um alto quadro do regime chinês afirmou, esta segunda-feira, que os membros de minorias étnicas chinesas de origem muçulmana mantidos em "centros de treino vocacional" no extremo oeste do país já se "formaram" e levam …

Greve geral volta a parar França. Filas de trânsito chegam aos 620 quilómetros

Os acessos a Paris estão, esta manhã, muito complicados devido ao quinto dia de greve contra a reforma das pensões e que afeta sobretudo a rede de transportes na capital francesa. De acordo com as autoridades, …