“Estão mandar-nos para o matadouro”, denuncia médico britânico

“Estão mandar-nos para o matadouro”, denuncia um médico que trabalha num dos principais hospitais do Reino Unido. O profissional de saúde diz já não confiar nas lideranças.

Um médico do sistema de saúde público britânico denunciou as condições de trabalho precárias nos hospitais numa altura em que se combate o surto de coronavírus no Reino Unido e no mundo. Num artigo publicado pelo jornal britânico The Guardian, o profissional de saúde alerta para as falhas de segurança para quem trabalha e para quem está internado.

O médico garante que já não se mantêm as orientações superiores para o uso de máscara, viseira, bata cirúrgica e dois pares de luvas para lidar com infetados com coronavírus.

“Disseram-nos para ‘tratar’ como se fosse uma gripe sazonal'”, disse o médico, citado pelo Observador, em relação às indicações dados para lidar com o surto de Covid-19. “Agora devemos vestir apenas uma máscara cirúrgica, um par de luvas normais e um avental de plástico que nem nos tapa de forma integral, como uma bata cirúrgica”.

Quando atende pacientes que não têm coronavírus, o médico usa exatamente a mesma roupa, que pode estar contaminada e, consequentemente, infetar o utente que estava saudável.

“Estou aterrorizado. Estou seriamente a pensar se devo ou não continuar a trabalhar como médico. Eu posso estar bem — sou jovem e saudável — mas não consigo lidar com a ideia de infetar outros doentes com uma doença que pode matá-los“, denuncia.

O profissional de saúde critica ainda o facto das indicações superiores contradizerem as normas internacionais. “Estão a mandar-nos para mataodouro. É isso que eles estão a fazer”, atirou.

Estou a perder a fé das lideranças, tanto médicas como políticas. Não me parece que haja um plano”, concluiu.

Boris explica mudança de estratégia

O Reino Unido registou até agora 1.543 casos, dos quais 55 morreram, e mudou recentemente a estratégia para combater o novo surto de coronavírus. O país atrasou, por exemplo, medidas relativas ao fecho de escolas e locais públicos, que têm sido frequentes em muitos outros países afetados.

“Chegou a altura de todos pararmos de reduzirmos os contactos sociais e de deixar de fazer viagens desnecessárias”, disse o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, citado pelo Observador. “A partir de agora temos de ir mais a fundo”.

A BBC explica que a mudança de planos sucedeu a publicação de um estudo de cientistas do Imperial College London, esta segunda-feira. Na investigação foram avaliadas três estratégias para lidar com a Covid-19.

A primeira era de supressão, em que se procura quebrar as cadeias de transmissão, promovendo políticas de isolamento; a segunda, que estava a ser utilizada pelos britânicos, era de mitigação, em que se tenta conter o surto através dos cuidados prestados aos infetados com sintomas mais graves; e a terceira era simplesmente não fazer nada, deixando que o vírus se espalhasse pela população.

No panorama de não se fazer nada, os investigadores calcularam que 81% da população ficasse infetada e 510 mil pessoas morreriam até agosto deste ano.

Todavia, o plano de mitigação também não oferecia perspetivas positivas. Os cientistas previram cerca de 250 mil mortes, tanto pelo novo coronavírus como por outras doenças que não seriam tratadas.

Assim, os especialistas sugerem a supressão, que está a ser agora adotada pelo Governo britânico. “A supressão, embora tenha tido êxito na China e na Coreia do Sul a esta data, comporta consigo enormes custos sociais e económicos que podem por sua vez ter um impacto significativo na saúde e bem-estar a curto e longo prazo”, alertam, no entanto, os autores do estudo.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Deixar que a natureza faça o seu trabalho e que a seleção natural siga o seu rumo… As populações estão tão envelhecidas! As economias acima de tudo, os velhos têm grandes custos ao erário publico! Talvez os velhos que estão nos governos se possam por a salvo, quem sabe, têm dinheiro para tudo!

    • Pessoas que falam assim devem morrer cedo 🙂
      Nunca devem chegar a velhos ou estar doentes sequer devem morrer só!
      Sociedade do usa e manda fora??
      Pessoas descartáveis???
      Foste amamentada/o por um/a pedra????

    • Creio q/estava a ser “sarcástica”, como o user name escolhido… ou estava mesmo a falar a sério?!
      Porque se estava a falar a sério, sinceramente, nem merece que lhe dirijam a palavra!

  2. *Vida de gado … Povo marcado …
    *Preciosa vida daqueles que apenas vivem sem saber o porquê e que estão sofrendo tem medo, angustiados.
    Se fecham .
    *Pobre planeta Terra que deu um jeitinho pra se curar mas não entende a natureza do seu verdadeiro algoz.

    Até quando o planeta irá permitir que vivam sem responsabilidade
    Como o mundo trancado e seguro vai viver sem gado pra girar a roda kkkkk essa eu queria ver . Deixe a seleção natural agir bando de hipócritas .

RESPONDER

Cientistas identificam pela primeira vez expressões faciais emocionais em ratos

Pela primeira vez, cientistas de Neurobiologia do Instituto Max Planck, na Alemanha, identificaram expressões faciais emocionais em ratos. À semelhança dos seres humanos, as expressões faciais dos ratos mudam quando estes animais provam algo doce …

Imprimiram corais artificiais em 3D que podem salvar recifes

Uma equipa de cientistas inspirou-se na natureza para desenvolver estruturas em forma de coral, impressas em 3D, capazes de produzir grandes quantidades de algas microscópicas. Investigadoras da Universidade de Cambridge e da Universidade da Califórnia desenvolveram …

Avalanches submarinas prendem microplásticos no fundo do oceano

As avalanches de sedimentos submarinos transportam os microplásticos para o fundo do oceano e um projeto de colaboração entre as Universidades de Manchester, Utrecht e Durham e o Centro Nacional de Oceanografia acaba de revelar …

Aos 107 anos, Cornelia Ras conseguiu vencer a covid-19

Cornelia Ras, que contraiu o novo coronavírus em meados de março, pode ser a mulher mais velha do mundo a vencer a covid-19. Nunca se é velho demais para vencer o novo coronavírus e a holandesa …

Coreia do Norte pode estar a usar fábricas de fertilizantes para extrair urânio

Um novo estudo norte-americano mostra que a Coreia do Norte pode estar a utilizar fábricas de fertilizantes para produzir mais material nuclear, extraindo urânio de ácidos fosfóricos. Segundo noticiou o Newsweek, na opinião da investigadora Margaret …

Distância social de 1,5 metros é insuficiente para travar contágio

O estudo realizado por investigadores e engenheiros especializados em dinâmica de fluidos concluiu que a distância deve ser de, pelo menos, quatro metros. Um estudo divulgado esta quinta-feira alerta que a distância social de 1,5 metros …

Estados Unidos registam 9 desempregados por segundo

O desemprego está a atingir números preocupantes nos Estados Unidos: só na última semana, 6,6 milhões de pessoas declararam estar sem emprego para poder receber apoios, um número semelhante ao da semana anterior. De acordo com …

Chineses desistem de comprar o BNI Europa. Está agora em mãos angolanas

O contexto de incerteza, provocado pela pandemia de covid-19, levou o Grupo chinês KWG a desistir de comprar 80,1% da participação do BNI Europa. O grupo chinês KWG desistiu de comprar 80,1% da participação do BNI …

Tesla usa peças do Model 3 para construir um ventilador

A Tesla também está a tentar contribuir para colmatar a escassez de ventiladores com um novo protótipo, feito com partes do Model 3. A Tesla construiu um ventilador com recurso a componentes automóveis. A fabricante elétrica …

Há acordo no Eurogrupo: 500 mil milhões de euros "disponíveis imediatamente"

Os ministros das Finanças da Zona Euro chegaram a acordo, esta quinta-feira, sobre os apoios económicos para fazer face à pandemia de covid-19. O Eurogrupo chegou a acordo sobre o pacote de ajuda económica para a …