“Estão mandar-nos para o matadouro”, denuncia médico britânico

“Estão mandar-nos para o matadouro”, denuncia um médico que trabalha num dos principais hospitais do Reino Unido. O profissional de saúde diz já não confiar nas lideranças.

Um médico do sistema de saúde público britânico denunciou as condições de trabalho precárias nos hospitais numa altura em que se combate o surto de coronavírus no Reino Unido e no mundo. Num artigo publicado pelo jornal britânico The Guardian, o profissional de saúde alerta para as falhas de segurança para quem trabalha e para quem está internado.

O médico garante que já não se mantêm as orientações superiores para o uso de máscara, viseira, bata cirúrgica e dois pares de luvas para lidar com infetados com coronavírus.

“Disseram-nos para ‘tratar’ como se fosse uma gripe sazonal'”, disse o médico, citado pelo Observador, em relação às indicações dados para lidar com o surto de Covid-19. “Agora devemos vestir apenas uma máscara cirúrgica, um par de luvas normais e um avental de plástico que nem nos tapa de forma integral, como uma bata cirúrgica”.

Quando atende pacientes que não têm coronavírus, o médico usa exatamente a mesma roupa, que pode estar contaminada e, consequentemente, infetar o utente que estava saudável.

“Estou aterrorizado. Estou seriamente a pensar se devo ou não continuar a trabalhar como médico. Eu posso estar bem — sou jovem e saudável — mas não consigo lidar com a ideia de infetar outros doentes com uma doença que pode matá-los“, denuncia.

O profissional de saúde critica ainda o facto das indicações superiores contradizerem as normas internacionais. “Estão a mandar-nos para mataodouro. É isso que eles estão a fazer”, atirou.

Estou a perder a fé das lideranças, tanto médicas como políticas. Não me parece que haja um plano”, concluiu.

Boris explica mudança de estratégia

O Reino Unido registou até agora 1.543 casos, dos quais 55 morreram, e mudou recentemente a estratégia para combater o novo surto de coronavírus. O país atrasou, por exemplo, medidas relativas ao fecho de escolas e locais públicos, que têm sido frequentes em muitos outros países afetados.

“Chegou a altura de todos pararmos de reduzirmos os contactos sociais e de deixar de fazer viagens desnecessárias”, disse o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, citado pelo Observador. “A partir de agora temos de ir mais a fundo”.

A BBC explica que a mudança de planos sucedeu a publicação de um estudo de cientistas do Imperial College London, esta segunda-feira. Na investigação foram avaliadas três estratégias para lidar com a Covid-19.

A primeira era de supressão, em que se procura quebrar as cadeias de transmissão, promovendo políticas de isolamento; a segunda, que estava a ser utilizada pelos britânicos, era de mitigação, em que se tenta conter o surto através dos cuidados prestados aos infetados com sintomas mais graves; e a terceira era simplesmente não fazer nada, deixando que o vírus se espalhasse pela população.

No panorama de não se fazer nada, os investigadores calcularam que 81% da população ficasse infetada e 510 mil pessoas morreriam até agosto deste ano.

Todavia, o plano de mitigação também não oferecia perspetivas positivas. Os cientistas previram cerca de 250 mil mortes, tanto pelo novo coronavírus como por outras doenças que não seriam tratadas.

Assim, os especialistas sugerem a supressão, que está a ser agora adotada pelo Governo britânico. “A supressão, embora tenha tido êxito na China e na Coreia do Sul a esta data, comporta consigo enormes custos sociais e económicos que podem por sua vez ter um impacto significativo na saúde e bem-estar a curto e longo prazo”, alertam, no entanto, os autores do estudo.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Deixar que a natureza faça o seu trabalho e que a seleção natural siga o seu rumo… As populações estão tão envelhecidas! As economias acima de tudo, os velhos têm grandes custos ao erário publico! Talvez os velhos que estão nos governos se possam por a salvo, quem sabe, têm dinheiro para tudo!

    • Pessoas que falam assim devem morrer cedo 🙂
      Nunca devem chegar a velhos ou estar doentes sequer devem morrer só!
      Sociedade do usa e manda fora??
      Pessoas descartáveis???
      Foste amamentada/o por um/a pedra????

    • Creio q/estava a ser “sarcástica”, como o user name escolhido… ou estava mesmo a falar a sério?!
      Porque se estava a falar a sério, sinceramente, nem merece que lhe dirijam a palavra!

  2. *Vida de gado … Povo marcado …
    *Preciosa vida daqueles que apenas vivem sem saber o porquê e que estão sofrendo tem medo, angustiados.
    Se fecham .
    *Pobre planeta Terra que deu um jeitinho pra se curar mas não entende a natureza do seu verdadeiro algoz.

    Até quando o planeta irá permitir que vivam sem responsabilidade
    Como o mundo trancado e seguro vai viver sem gado pra girar a roda kkkkk essa eu queria ver . Deixe a seleção natural agir bando de hipócritas .

RESPONDER

O mistério das gotículas pontiagudas foi finalmente resolvido

Um determinado tipo de gotículas de óleo muda de forma quando são arrefecidas e encolhidas, passando de esféricas a icosaédricas para hexagonais planas. Duas teorias tentaram explicar o fenómeno, mas não conseguiram. Uma equipa de cientistas …

Plutónio radioativo encontrado em rochas do fundo do mar. Tem uma origem extraterrestre

Os cientistas encontraram pequenos traços de plutónio-244 e de ferro-60 radioativo na crosta oceânica. Os dois isótopos são evidências de eventos cósmicos violentos nas proximidades da Terra há milhões de anos. As explosões de supernovas criam …

Anúncios de TV promovem mais os brindes do que o próprio fast food (e violam diretrizes do setor)

Para uma criança, a melhor parte de uma refeição de fast food não é a comida, mas o brinde que vem juntamente com a refeição. Os anúncios televisivos de fast food são regidos por diretrizes que …

“Se querem sucesso, têm de depender do sistema“. Empresário chinês é preso após disputa com o Estado

Sun Dawu, um dos empresários mais bem sucedidos da China, corre o risco de ser condenado a 25 anos de prisão, caso seja provado que cometeu os crimes dos quais está a ser acusado. O empresário …

Cientistas criam verniz para superfícies que mata bactérias em poucos minutos

Uma equipa multidisciplinar de cientistas desenvolveu um verniz para superfícies que mata bactérias, mesmo as mais resistentes, em apenas 15 minutos, anunciou a Universidade de Coimbra (UC). Trata-se de “uma solução segura e eficaz para prevenir …

Num país marcado pelo racismo, Jane Bolin fez história tornando-se a primeira juíza negra dos EUA

A 22 de julho de 1939, Jane Bolin fez história ao prestar juramento como juíza na cidade de Nova Iorque. A jovem ocupou o cargo durante 40 anos e só saiu de cena quando atingiu …

A petrolífera Exxon está a culpá-lo pelas alterações climáticas

Nos últimos anos, as empresas petrolíferas têm-se afastado do discurso de negação das alterações climáticas. Gigantes globais de energia como a Total, a Exxon, a Shell e a BP reconhecem abertamente que a mudança climática …

"Muita fraternidade”. Portugal enviou vacinas para Cabo Verde

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse esta segunda-feira que os indicadores da pandemia de covid-19 em Portugal permanecem "muito estáveis" e que a última grande abertura no plano de desconfinamento não teve …

Mais de metade dos alunos LGBTQI sofre bullying na escola, diz relatório

Mais de metade dos alunos LGBTQI sofre 'bullying' na escola, alertou esta segunda-feira a UNESCO, por ocasião do Dia Internacional Contra a Homofobia, Bifobia e Transfobia. A Organização Internacional de Jovens e Estudantes LGBTQI (IGLYO) e …

Telescópio vai "caçar" a luz de 30 milhões de galáxias para mapear Universo e "revelar" energia escura

Um instrumento de um telescópio nos Estados Unidos vai capturar nos próximos cinco anos a luz de quase 30 milhões de galáxias e outros objetos cósmicos, permitindo aos cientistas mapearem o Universo e desvendarem os …