“Manada de Bilbao.” Só dois dos seis implicados no novo caso de violação coletiva ficam presos

Kai Foersterling / EPA

Milhares de pessoas protestaram em várias cidades espanholas contra a sentença do caso “La Manada”

Só dois dos seis homens alegadamente envolvidos numa violação de grupo ficaram presos. Os outros quatro estão em liberdade.

Uma jovem de 18 anos foi violada por seis homens num parque de Bilbao na madrugada de sexta-feira, trazendo à memória de vários espanhóis o caso La Manada, que ocorreu há três anos e desencadeou grande polémica no país.

A rapariga tinha combinado um encontro com um homem, através das redes sociais, no Parque de Etxebarria, na cidade basca, mas tudo mudou quando percebeu que um grupo de seis indivíduos a aguardava.

Segundo o Expresso, a jovem tentou fugir, mas acabou por ser levada para um local onde os alegados agressores – seis sem abrigo marroquinos e argelinos, com idades entre os 18 e os 36 anos – tinham montado acampamento, depois de ter sido ameaçada com uma pistola falsa.

No acampamento, a jovem espanhola foi vítima de abuso sexual. Depois de consumada a violação, os agressores atiraram-lhe 17 euros e colocaram-se em fuga. Apesar das lesões, a vítima conseguiu chegar ao Hospital de Basurto, onde os médicos alertaram as autoridades para a situação.

O caso foi denunciado à Ertzaintza, a polícia autónoma do País Basco, a quem a jovem disse não reconhecer nenhum dos agressores. No entanto, através de uma tatuagem que conseguiu identificar um dos violadores e, poucas horas depois, as forças de segurança capturaram os alegados autores do crime.

Os seis homens estiveram a ser ouvidos em primeiro interrogatório judicial desde as 10h de sábado e as 04h de domingo. De acordo com o Observador, o juiz decidiu decretar a prisão a dois dos membros alegadamente envolvidos na violação.

A libertação, com medidas de coação, dos quatro alegados violadores não caiu bem na Federação de Associações de Moradores de Bilbao. A organização argumenta que “se os seis participaram na violação, os seis devem ter o mesmo destino”.

“A vítima vai poder cruzar-se na rua com os seus agressores. O que se passa com o sistema judicial?”, questionou a mesma organização, citada pelo jornal espanhol El País.

Este caso faz lembrar o que aconteceu em 2016, em Pamplona, quando cinco elementos de um grupo conhecido como La Manada violou uma jovem de 18 anos. O tribunal de Navarra condenou os autores do crime a 9 anos de prisão, considerando que tinha havido abuso sexual – e não violação, crime punido com uma pena superior.

O caso e a pena aplicada aos violadores suscitaram grande polémica, acabando por ser levado ao Supremo Tribunal, que considerou ter havido violação coletiva, agravando a pena dos agressores de nove para 15 anos de prisão.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Ainda vai acabar a vítima na prisão e os violadores cá fora e com indemnização por danos morais até porque há que respeitar sobretudo as origens; é mais um aviso sobretudo para jovens dos perigos das redes sociais ao aceitarem amizades com desconhecidos.

  2. Tudo isto (violações em grupo, massacres em escolas – e não só -, violência gratuita na rua, etc) é sintomático de uma sociedade muito doente, viciada em internet, que já não distingue a realidade da ficção, o correcto do incorrecto. Não têm valores nem princípios e portanto querem praticar na vida real o que de pior vêem nos videos na internet, nos videojogos, etc. Como parar isto? Penso que só sendo radical e dando o exemplo.

    Já agora, encontros combinados na internet não tem mal por si só. Se a jovem conhecesse o criminoso numa festa de anos ou numa cerimónia qualquer, o que impedia o fulano de fazer o mesmo?

"Não pôr o dedo no nariz". Livro medieval ensinava as regras de etiqueta às crianças do século XV

Um livro de boas maneiras do século XV, digitalizado recentemente pela Biblioteca Britânica, está cheio de regras de etiqueta que não são muito diferentes das de hoje. O manuscrito chama-se "The Lytille Childrenes Lytil Boke", as …

Abanca pagou menos de 250 milhões pelo EuroBic

O Abanca ofereceu menos de 250 milhões de euros por 95% do EuroBic, segundo avança o Jornal Económico, o que significa que o banco espanhol avaliou o EuroBic ligeiramente abaixo do múltiplo a que transaciona …

Alegado escritor-fantasma confessa que recebeu pagamentos de Sócrates

Domingos Farinho, alegado escritor-fantasma do livro de José Sócrates "A Confiança no Mundo", confessou que recebeu pagamentos do ex-primeiro-ministro através da RMF Consulting. No requerimento de abertura de instrução que apresentou em janeiro de 2020, o …

Os cavalos perdem quatro dedos no útero

Os cavalos têm apenas um dedo em cada pata, sendo os cascos o equivalente à falange dos nossos dedos médios. No entanto, os seus ancestrais tinham mais dedos em cada pata, variando entre três e …

"Década perdida". Novo Banco com prejuízos de 1.058,8 milhões em 2019

O presidente executivo do Novo Banco disse esta sexta-feira que os últimos dez anos foram uma "década perdida" para a empresa que começou por ser BES e passou em 2014 a Novo Banco, mas …

Estados Unidos assinam acordo de paz com os talibãs no Afeganistão

O presidente norte-americano, Donald Trump, pediu esta sexta-feira aos afegãos para "aproveitar a oportunidade de paz", ao abrigo do acordo de paz que os Estados Unidos vão assinar no sábado com os rebeldes talibãs. A …

Portugal poderá ter um milhão de infetados (e ser decretada quarentena obrigatória)

A diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, admite que poderá haver um milhão de portugueses infetados pelo Covid-19, 21.000 na semana mais crítica, assegurando que as autoridades de saúde estão a preparar-se para esta possibilidade. “Estamos a …

Descobertos na Sibéria vestígios do Evento de Tunguska, um dos maiores impactos na Terra

Um grupo de investigadores russos que investigam o fenómeno de Tunguska de 1908, o maior impacto terrestre registado na história moderna, descobriu camadas em sedimentos locais que podem conter substâncias de origem extraterrestre. A 30 de …

Exoplaneta gigante pode ter as condições ideais para abrigar vida

Uma equipa de cientistas da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, descobriu que o enorme exoplaneta K2-18b - tem duas vezes o tamanho da Terra - pode reunir as condições ideais para abrigar vida. Depois de …

A Terra pode ter uma nova (e temporária) mini-lua

A Terra pode ter um novo vizinho, ainda que temporário. Astrónomos do Catalina Sky Survey, programa financiado pela NASA, acreditam ter identificado um asteróide que ficou preso na gravidade da Terra - pode ser a …