“Manada de Bilbao.” Só dois dos seis implicados no novo caso de violação coletiva ficam presos

Kai Foersterling / EPA

Milhares de pessoas protestaram em várias cidades espanholas contra a sentença do caso “La Manada”

Só dois dos seis homens alegadamente envolvidos numa violação de grupo ficaram presos. Os outros quatro estão em liberdade.

Uma jovem de 18 anos foi violada por seis homens num parque de Bilbao na madrugada de sexta-feira, trazendo à memória de vários espanhóis o caso La Manada, que ocorreu há três anos e desencadeou grande polémica no país.

A rapariga tinha combinado um encontro com um homem, através das redes sociais, no Parque de Etxebarria, na cidade basca, mas tudo mudou quando percebeu que um grupo de seis indivíduos a aguardava.

Segundo o Expresso, a jovem tentou fugir, mas acabou por ser levada para um local onde os alegados agressores – seis sem abrigo marroquinos e argelinos, com idades entre os 18 e os 36 anos – tinham montado acampamento, depois de ter sido ameaçada com uma pistola falsa.

No acampamento, a jovem espanhola foi vítima de abuso sexual. Depois de consumada a violação, os agressores atiraram-lhe 17 euros e colocaram-se em fuga. Apesar das lesões, a vítima conseguiu chegar ao Hospital de Basurto, onde os médicos alertaram as autoridades para a situação.

O caso foi denunciado à Ertzaintza, a polícia autónoma do País Basco, a quem a jovem disse não reconhecer nenhum dos agressores. No entanto, através de uma tatuagem que conseguiu identificar um dos violadores e, poucas horas depois, as forças de segurança capturaram os alegados autores do crime.

Os seis homens estiveram a ser ouvidos em primeiro interrogatório judicial desde as 10h de sábado e as 04h de domingo. De acordo com o Observador, o juiz decidiu decretar a prisão a dois dos membros alegadamente envolvidos na violação.

A libertação, com medidas de coação, dos quatro alegados violadores não caiu bem na Federação de Associações de Moradores de Bilbao. A organização argumenta que “se os seis participaram na violação, os seis devem ter o mesmo destino”.

“A vítima vai poder cruzar-se na rua com os seus agressores. O que se passa com o sistema judicial?”, questionou a mesma organização, citada pelo jornal espanhol El País.

Este caso faz lembrar o que aconteceu em 2016, em Pamplona, quando cinco elementos de um grupo conhecido como La Manada violou uma jovem de 18 anos. O tribunal de Navarra condenou os autores do crime a 9 anos de prisão, considerando que tinha havido abuso sexual – e não violação, crime punido com uma pena superior.

O caso e a pena aplicada aos violadores suscitaram grande polémica, acabando por ser levado ao Supremo Tribunal, que considerou ter havido violação coletiva, agravando a pena dos agressores de nove para 15 anos de prisão.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Ainda vai acabar a vítima na prisão e os violadores cá fora e com indemnização por danos morais até porque há que respeitar sobretudo as origens; é mais um aviso sobretudo para jovens dos perigos das redes sociais ao aceitarem amizades com desconhecidos.

  2. Tudo isto (violações em grupo, massacres em escolas – e não só -, violência gratuita na rua, etc) é sintomático de uma sociedade muito doente, viciada em internet, que já não distingue a realidade da ficção, o correcto do incorrecto. Não têm valores nem princípios e portanto querem praticar na vida real o que de pior vêem nos videos na internet, nos videojogos, etc. Como parar isto? Penso que só sendo radical e dando o exemplo.

    Já agora, encontros combinados na internet não tem mal por si só. Se a jovem conhecesse o criminoso numa festa de anos ou numa cerimónia qualquer, o que impedia o fulano de fazer o mesmo?

Comité da ONU preocupado com condições das prisões em Portugal

As condições de detenção, a sobrelotação das prisões, o alegado uso da força e outros abusos contra pessoas pertencentes a grupos raciais e étnicos são as principais preocupações do Comité da ONU contra a Tortura …

Cientistas identificaram organismo que prospera ao comer meteoritos

O micróbio Metallosphaera sedula tem uma propensão para comer minerais. E não estamos a falar de granito ou giz, mas de rochas muito mais especiais como meteoritos. Segundo o Science Alert, uma equipa internacional de cientistas …

Médicos estrangeiros em Portugal atingem o valor mais alto da última década

O número de médicos estrangeiros registados em Portugal atingiu, em 2019, o valor mais elevado da última década, situando-se em 4192, mais 9,1% face a 2009, revelam dados da Ordem dos Médicos (OM). A maioria dos …

O único carro-avião do mundo vai ser vendido em leilão

O Taylor Aerocar, aquele que é o único carro-avião legalizado em todo o mundo, vai a leilão no início do próximo ano. Este modelo da marca data do ano de 1954. Se é um apaixonado por …

Marcha pelo Clima. Polícia espanhola deteve duas pessoas com facas e martelos

A Polícia Nacional de Espanha deteve, na sexta-feira, duas pessoas que pretendiam perturbar a manifestação pelo clima em Madrid, tendo apreendido vários materiais, como facas e martelos. Um homem e uma mulher foram detidos e enviados …

Reflexão, ritual ou mundo idealizado. Um Natal sem filmes, não é Natal

Se é daquelas pessoas que passa a noite da Natal com uma chávena na mão, meias nos pés e um filme na televisão, saiba que não está sozinho. Nesta altura do ano, os filmes tornam-se …

Musk ilibado depois de ter chamado "pedófilo" a mergulhador no resgate da gruta da Tailândia

O magnata fundador da Tesla, Elon Musk, foi absolvido na sexta-feira no processo por difamação movido pelo espeleólogo britânico Vernon Unsworth, que alegava ter sido chamado de pedófilo. Após cerca de uma hora de deliberações, o …

Luzes nas redes de pesca? Os golfinhos e as tartarugas agradecem

A implementação de luzes nas redes de pesca reduz a probabilidade de tartarugas marinhas e de golfinhos serem apanhados por acidente. Luzes LED nas redes de pesca eliminariam a "captura acidental" de tartarugas marinhas em mais …

Presidente da República passa o fim de ano na ilha do Corvo

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai passar a noite de 31 de dezembro para 1 de janeiro na ilha do Corvo, nos Açores, de onde será transmitida a sua mensagem de Ano …

O calor extremo está a fazer com que os bebés nasçam mais cedo

Investigadores descobriram que o calor extremo faz com que os bebés nasçam mais cedo. Tal como quase tudo neste mundo, as coisas só vão piorar com as alterações climáticas. Segundo o Science Alert, os dois investigadores …