/

Mais 730 casos, mais quatro mortes, menos cinco internamentos

1

Portugal regista hoje mais 730 casos confirmados de covid-19 e quatro óbitos pela doença, assim como uma ligeira descida no número de internamentos, de acordo com os dados oficiais da Direção-Geral da Saúde (DGS) hoje divulgados.

Segundo o boletim da DGS, nas últimas 24 horas registaram-se mais 730 novos casos de covid-19, mas também mais 1.064 recuperados da doença, o que coloca o total de casos ativos abaixo dos 30 mil, com 29.884 casos ativos — menos 338 do que na segunda-feira.

Nas últimas 24 horas registaram-se também quatro mortes pela doença — duas na região de Lisboa e Vale do Tejo e duas na região Norte. Portugal, que atingiu esta segunda-feira a barreira dos 18 mil mortos por covid-19, conta agora com um total de 18.004 óbitos registados.

Quanto aos internamentos, há menos cinco pessoas internadas, que são agora 346, e menos seis doentes em unidades de cuidados intensivos, que são agora 62.

O Norte é a região que regista mais novas infeções, com 272 novos casos de covid-19. Seguem-se Lisboa e Vale do Tejo (185), Centro (126), Alentejo (60), Algarve (53), Açores (22) e Madeira (12) .

DGS

Do total de infeções por covid-19 registados em Portugal desde o início da pandemia, 495.334 afetaram homens e 575.967 atingiram mulheres. Também no caso do total de mortes registadas até agora, a prevalência é nos homens, com 9.446 óbitos contra 8.558

A faixa etária com maior número de casos de infeção entre mulheres é a dos 40 aos 49 anos. No caso dos homens, no entanto, a faixa etária mais atingida é a dos 20 aos 29 anos. No que diz respeito aos óbitos registados, a faixa etária mais atingida continua a ser a dos maiores de 80 anos.

Em relação à matriz de risco, a incidência do SARS-Cov-2 ao nível nacional está nos 94,3 casos por 100.000 habitantes. Se se contar apenas com o Continente, sobe ligeiramente para 95,1 casos/100.000 habitantes.

Já o índice de transmissão R(t) situa-se nos 0,91 no país e nos 0,90 no continente.

  ZAP // Lusa

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE