Combate ao maior incêndio de 2016 liderado por comandantes ilegais

Paulo Cunha / Lusa

As conclusões do relatório pedido pelo primeiro-ministro ao que correu mal em Arouca e São Pedro do Sul, em 2016, revelam falhas graves, falta de coordenação e comandantes em situação ilegal.

Em agosto de 2016, António Costa anunciava um inquérito ao incêndio que atingiu São Pedro do Sul e Arouca. Agora, o inquérito está finalmente concluído, com o ministro da Administração Interna a fazer seguir as suas conclusões para o Ministério Público, revela a TSF.

Em confronto com os graves problemas detetados pela Inspeção-Geral da Administração Interna, Eduardo Cabrita já pediu à Autoridade Nacional de Proteção Civil que corrija essas falhas.

O ministro Eduardo Cabrita pede mais “coordenação intermunicipal, distrital, regional e nacional”, mas também “articulação” nas decisões nacionais sobre reforço de meios, bem como “a garantia de existência de um comando operacional efetivo”.

Entre as conclusões do documento, estão dois comandantes que lideraram os dois primeiros dias de combate às chamas e não o deviam ter feito porque estavam no chamado “quadro de honra” dos Bombeiros Voluntários de Arouca.

Na prática, de acordo com a TSF, o quadro de honra nos bombeiros voluntários significa que os comandantes já estavam na reserva e totalmente retirados do serviço por limite de idade ou porque tinham decidido afastar-se dos bombeiros (numa espécie de aposentação se fossem bombeiros profissionais).

Nesta posição, os bombeiros não podem exercer qualquer atividade efetiva de socorro ou combate às chamas. O relatório da IGAI é claro quando diz que a lei não permite a atuação destes dois comandantes naquele incêndio.

A investigação conclui também que o incêndio que começou no concelho de Arouca e passou para São Pedro do Sul, queimando numa semana mais de 20 mil hectares de floresta, com vários prejuízos materiais e um ferido grave, teve “meios insuficientes”, tendo havido “falta de coordenação entre os Comandantes Distritais de Operações de Socorro de Aveiro e de Viseu”.

Segundo o relatório, a falta de coordenação entre equipas levou a que “não tivessem a perceção de que os incêndios de Arouca e de São Pedro do Sul eram um só“.

Apesar das conclusões do relatório, não foi possível abrir processos disciplinares aos dois comandantes porque estes já terão saído de funções em janeiro de 2017.

De acordo com o Diário de Notícias, o ministro da Administração Interna determinou o envio do inquérito aos incêndios para averiguação de eventual matéria criminal.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Montezemolo revelou o sonho que Ayrton Senna não cumpriu

O antigo presidente da equipa da Ferrari, Luca di Montezemolo, revelou que o seu maior arrependimento foi não ter conseguido levar Ayrto Senna para a equipa. Em 1994, Ayrton Senna morreu de forma trágica quando perdeu o …

Friends: atores já terminaram as gravações do episódio especial

Ainda antes de os talk shows serem suspensos devido à COVID-19, Matt LeBlanc foi um dos convidados do The Kelly Clarkson Show, onde confirmou que as gravações do episódio especial de FRIENDS estavam concluídas. O programa …

YouTube remove vídeos que vinculam falsamente a Covid-19 ao 5G

A onda de teorias falsas que ligam a pandemia da COVID-19 ao 5G levou a uma série de incidentes, incluindo ameaças a engenheiros. Agora, o YouTube está a reprimir essa desinformação. O YouTube informou que removerá …

Engenheiros construiram um ventilador caseiro. Pode servir como "último recurso"

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Vanderbilt, nos Estados Unidos, construiu um ventilador caseiro que pode ser usado como último recurso. A pandemia de covid-19 continua a desafiar as comunidades médicas e uma das ameaças …

Sepultura de genocídio encontrada no Ruanda pode conter 30 mil corpos

No Ruanda, foi encontrada uma sepultura que pode conter 30 mil vítimas do genocídio no país em 1994. Cerca de 800 mil tutsis e hutus moderados foram assassinados. Mais de 25 anos depois de um genocídio …

Belenenses SAD entra parcialmente em lay-off

"A indústria do futebol está entre as mais atingidas pelos efeitos da pandemia", que provocou a suspensão de praticamente todas as provas futebolísticas, destaca o Belenenses SAD. O Belenenses SAD, da I Liga de futebol, entrou …

Dois milhões de máscaras furtadas em Espanha podem ter sido vendidas em Portugal

O equipamento médico e sanitário furtado está avaliado em cinco milhões de euros e terá sido adquirido por uma empresa portuguesa que conhecia a proveniência do material. Um empresário de Santiago de Compostela foi detido por, …

Facebook terá tentado comprar um software de espionagem em 2017

O Facebook tem estado envolvido em vários escândalos e o mais recente está relacionado com a alegada compra da ferramenta Pegasus, usada para hackear iPhones. A empresa de segurança informática NSO Group, responsável pela Pegasus, alega …

Primeiro-ministro espanhol diz que coronavírus desafia o futuro da UE. E fá-lo em sete idiomas

O primeiro-ministro espanhol Pedro Sánchez publicou no domingo um artigo em sete idiomas europeus, argumentando que o coronavírus pode ser a ruína da União europeia (UE) caso não sejam tomadas medidas mais drásticas para lidar …

Viseiras de Leiria despertam cobiça. Bélgica e EUA queriam comprar toda a produção

Várias empresas de moldes e plásticos da região de Leiria estão a fabricar viseiras de protecção contra a Covid-19. Uma adaptação em tempos de pandemia que está a levantar atenção no estrangeiro, com EUA e …