A máfia está a distribuir comida aos mais carenciados no sul de Itália (e isso não são boas notícias)

Ciro Fusco / EPA

A Máfia está a distribuir gratuitamente alimentos às famílias mais carenciadas do sul de Itália, que ficaram sem dinheiro devido à quarentena decretada pelo Governo por causa da pandemia de covid-19.

De acordo com o jornal britânico The Guardian, que cita autoridades locais, surgem cada vez mais relatos que dão conta que a Camorra está a doar alimentos aos moradores mais necessitados e aos pequenos negócios na Campânia, Calábria, Sicília e Puglia.

O Governo italiano optou por distribuir “cupões de alimentação“, mas a medida tem-se revelado insuficiente para responder às necessidades do povo italiano, um dos territórios mais afetados do mundo pela nova pandemia que “nasceu” em dezembro na China.

“Há mais de um mês, estão encerradas lojas, cafés, restaurantes e pubs“, começou por explicar ao diário britânico Nicola Gratteri, investigador anti-máfia e chefe de gabinete do procurador de justiça em Catanzaro, antes de explicar que esta ação da máfia pode ser uma espécie de “donativo” com segundas intenções.

“Milhões de pessoas trabalham na ‘economia cinzenta’, ou seja, não recebem rendimentos há mais de um mês e não fazem ideia de quando é que voltarão a trabalhar. O Governo está a emitir os chamados ‘cupões de alimentação’ para apoiar os cidadãos (…) Mas se o Estado não intervier em breve para ajudar estas famílias, a máfia vai prestar os seus serviços, impondo depois o seu controlo sobre a vida das pessoas“, alertou.

Segundo as autoridades, citada pela Rádio Renascença, é assim mesmo que a Camorra atua: primeiro, parece ajudar de forma gratuita as pessoas, mas depois assume o controlo dos negócios e famílias beneficiárias para os colocar ao seu serviço e ao serviço do crime, como se ficasse depois por saldar uma dívida.

Investigadores italianos já alertaram que onde o Governo não conseguir chegar com ajuda durante a pandemia encontrar-se-á, em breve, um novo território da máfia. Só no sul de Itália, um dos países mais afetados pelo covid-19, vivem cerca de um milhão de pessoas.

ZAP //

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. «…Mas se o Estado não intervir em breve para ajudar estas famílias, a máfia vai prestar os seus serviços, impondo depois o seu controlo sobre a vida das pessoas…»

    A forma como este artigo descreve a actuação da máfia no Sul de Itália, faz lembrar claramente a maneira de actuar da união europeia (ue).

    No entanto a máfia tem mais dignidade, apoia à sua maneira os cidadãos Italianos, ao contrário da união europeia (ue) deixou a Itália entregue à sua sorte no combate à doença do coronavírus covid-19.

    • Então mas agora já é uma doença? Não era “só uma gripezinha”? O Figueiredo parece andar ao sabor do vento conspiratório.

    • Oh sr. Figueiredo, espero que a sua mensagem seja bem vista pekla Camortra, não se sabe que é uma espécie de assocxiação criminosa e não só, Assim eu apenas quero que reveja a(s) menmsagem)s) no sentido maios objetivo, i.e. ela a “m,áfia” ao dá nada, mas sim cobra depois e de que maneira, como aliás é nos dito pelo sr Gratelio ionvestigador anti-máfia.

    • Sem duvida uma situação que nos deixa todos a pensar, as acções de solidariedade são sempre bem vindas, talvez seja a altura da UE tomar as medidas que já deveria ter tomado.

      A Máfia está a actuar desta forma para depois cobrar mais tarde.
      As poucas medidas que a UE tomou até este momento vão nesse sentido também, linhas de crédito para cobrar mais tarde.

      No entanto a Máfia está a tomar medidas e a resolver situações no imediato.

      Nesta situação as pessoas com fome mesmo sabendo que vão pagar depois da maneira que todos sabemos, possivelmente não têm escolha.

      A UE, essa coisa que não existe, está a deixar este Povo cada vez mais dependente da máfia e a prestar um excelente serviço a esta organização, desde o inicio este Pais ficou completamente entregue ao seu destino.

      É apenas a minha opinião!

    • Parabéns pela postagem
      Se o estado nao consegue suprir a necessidade de seu povo e apareceu uma mafia (firma) dando esses donativos quem eles irão apoiar ?
      Claro que sera os mafiosos que geram a economia da informalidade

  2. Caro ZAP, lamento estar a ser a “Edite Estrela” da secção de comentários mas há um erro gramatical no texto:

    O correcto do Futuro do Conjuntivo da terceira pessoa do singular do verbo intervir, não é “se o Estado não intervir”, mas sim “se o Estado não intervier”.

    Obrigado pela atenção.

RESPONDER

"Relativamente rápido". Centeno acredita que países europeus vão recuperar da crise até ao fim de 2022

O ministro das Finanças português e presidente do Eurogrupo, Mário Centeno, acredita que a União Europeia vai conseguir ultrapassar a crise económica provocada pela pandemia de covid-19 de forma "relativamente rápida". Em entrevista ao jornal alemão …

Florentino congelado e Jota (e mais dois) na porta de saída. Mercado já mexe na Luz

Apesar da pandemia, que paralisou quase todas as competições europeias e que deverá atrasar a janela de transferência no futebol, o mercado já mexe na Luz. A imprensa desportiva dá conta nesta segunda-feira que Florentino …

Cova da Piedade abandona direção da Liga e convida Proença a demitir-se

O Cova da Piedade juntou-se ao Benfica na decisão de abandonar a direção da Liga de clubes e convidou Pedro Proença a demitir-se da presidência do organismo. Em comunicado, o Cova da Piedade justifica a decisão …

Milhares foram a banhos este domingo. Só nas praias da Caparica estiveram mais de 180 mil pessoas

As elevadas temperaturas que se fizeram sentir neste domingo levaram milhares de portugueses à praias. Só na Costa da Caparica, no concelho de Almada, mais de 180 mil pessoas foram a banhos. Entre as 9 e …

"Há outras prioridades". Ana Gomes está a refletir sem "pressa" sobre eventual candidatura a Belém

No espaço de comentário da SIC Notícias, a ex-eurodeputada Ana Gomes disse que ainda está a "refletir" sobre uma eventual candidatura à Presidência da República. Ana Gomes ainda não tomou uma decisão sobre uma possível candidatura …

Há quatro distritos sem meios aéreos de combate a incêndios. PSD denuncia "grave violação do planeamento"

O PSD denuncia a falta de, pelo menos, oito helicópteros ligeiros e de todas as aeronaves de coordenação previstas no Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais. Este domingo, o PSD questionou o Governo relativamente ao …

Desemprego sobe 52% entre jovens até aos 24 anos

O desemprego entre os jovens até aos 24 anos disparou à boleia da pandemia de covid-19, que já fez mais de 1.300 vítimas mortais em Portugal. De acordo com o Jornal de Notícias, que avança …

Orçamento Retificativo: entre um cocktail de propostas e os apoios que Costa prefere segurar

António Costa decidiu ouvir todos os partidos com assento parlamentar antes de desenhar o esboço final do Orçamento Retificativo. Os encontros decorrem entre segunda e terça-feira. O primeiro-ministro recebe, entre hoje a amanhã, todos os partidos …

Descobertos fósseis do maior canguru do mundo e lagarto com seis metros

Os fósseis do maior canguru do mundo e de um lagarto com 6 metros de comprimento foram alguns dos achados de uma equipa de paleontólogos na Austrália. Uma equipa de paleontólogos relatou a descoberta de uma …

"Resolvia metade dos problemas sociais". PCP critica verba para o Novo Banco

O secretário-geral do Partido Comunista Português (PCP) disse este domingo que os 850 milhões de euros transferidos recentemente para o Novo Banco davam para “resolver metade dos problemas sociais que neste momento existem”. “Tantas vezes nos …