Mãe que deixou recém-nascido no caixote do lixo não quis abortar

(dr)

A sem-abrigo que abandonou o recém-nascido num caixote do lixo vivia numa tenda na zona de Santa Apolónia, em Lisboa

A jovem cabo-verdiana, em prisão preventiva por suspeitas de ter abandonado o seu filho recém-nascido no lixo, teve a oportunidade de abortar, mas não quis.

O Supremo Tribunal de Justiça rejeitou, esta quinta-feira, o pedido de habeas corpus para a libertação da jovem de 22 anos que terá deixado o filho recém-nascido num caixote do lixo em Lisboa.

A juíza de instrução criminal baseou-se em factos, confessados pela própria suspeita, que mostram que “a arguida agiu de forma premeditada, ocultando a gravidez e munindo-se de um saco de plástico para o efeito, ter depositado o seu filho, acabado de nascer, num caixote de lixo na via pública e, após o parto, no referido saco de plástico”.

De acordo com o jornal Público, a mulher cabo-verdiana, que assim continua presa no Estabelecimento Prisional de Tires, acusada de homicídio qualificado na forma tentada, soube que estava grávida depois de ter feito um teste num centro de apoio a sem-abrigo na Mouraria. Quando lhe perguntaram se queria abortar, a jovem disse que não.

Na madrugada de 5 de novembro, a jovem começou a sentir contrações e saiu da tenda onde dormia, tendo dito ao companheiro que ia dar uma volta e que não queria a sua companhia. Antes de se dirigir à zona da discoteca Lux-Frágil, foi à tenda de apoio buscar um saco de plástico.

Depois do parto, no meio da rua, a arguida colocou o recém-nascido no saco e deixou o filho no interior do ecoponto, regressando depois à tenda, onde se lavou e se livrou da roupa suja. Posteriormente, questionada pelo companheiro, a arguida disse que o sangue se devia ao facto de estar com o período.

Ontem, o Observador avançou que, no dia seguinte, outros sem-abrigo chegaram a ver o recém-nascido no ecoponto e que, ao saber desta informação, o companheiro da arguida vasculhou um dos caixotes, mas não ouviu qualquer choro.

Terá sido nesse momento que a jovem voltou a ver o seu filho no ecoponto, “mas nada disse com medo que o companheiro se apercebesse e insistiu com este para que se fossem embora, o que acabou por acontecer”.

Segundo o semanário Expresso, o recém-nascido esteve dentro do ecoponto amarelo, perto da discoteca, mais de 15 horas. O bebé está livre de perigo e deverá ter alta hospitalar nos próximos dias.

O pedido de habeas corpus foi assinado por três advogados, entre os quais o candidato a bastonário da Ordem dos Advogados Varela de Matos, por considerarem a prisão “ilegal” e que a jovem devia antes ser suspeita de “exposição abandono”, crime que não permite a aplicação da prisão preventiva.

A arguida está isolada das restantes reclusas e sob atenção redobrada dos guardas prisionais de forma a garantir a sua segurança. Esta semana soube-se também que alguns dos seus familiares (avós e tios do bebé) vivem em Portugal e e já foram contactados pelo embaixador cabo-verdiano.

Outros sem-abrigo dizem que foram eles a salvar bebé

De acordo com o Observador, a história contada pelo sem-abrigo sobre o salvamento do recém-nascido tem uma nova versão. Há outros dois homens que vivem na rua que dizem ter sido eles a resgatar a criança. O jornal online refere que as imagens recolhidas pelo sistema de videovigilância confirmam esta informação.

Um dos sem-abrigo afirma ainda que tentaram avisar a polícia, mas que as autoridades desvalorizaram o seu alerta e nem sequer registaram o caso.

Naquele dia, durante a tarde, já com a ajuda do sem-abrigo que se encontrou inclusive com Marcelo Rebelo de Sousa, os dois forçaram o contentor para conseguir chegar ao bebé.

O recém-nascido foi entregue a uma mulher, que alegadamente trabalha na discoteca, local onde acabaria por ser assistido pelo INEM.

O Presidente da República já reagiu a esta nova versão da história, afirmando, num comunicado oficial, que está disposto a receber todos os intervenientes em Belém. “Se em vez de um forem vários os que colaboraram nessa salvação, tanto melhor”.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

      • Ignorância mostras tu… ao menos dizias qual é a diferença.
        Para mim, obviamente, a diferença está no tempo de vida da pessoa. Seja às 4 semanas de gestação, seja quando nascer, interromper a vida de um ser vivo é assassínio, quer queiras quer não, seja qual for a tua crença ou lavagem cerebral.

          • Pois, logo vi. Dissonância cognitiva… Torna-se mais fácil matar um ser vivo não o considerando ser alguém…
            Para mim é, desde a concepção é SER VIVO.
            E há muitas coisas que se aprendem sem ser na escola, sabia menina? Pois se só aprendeste coisinhas na escola, não admira tamanha ignorância…

RESPONDER

Nicolas Bourbaki foi o maior matemático de sempre (mas nunca existiu)

Considerado como um dos maiores matemáticos de sempre, Nicolas Bourbaki não passava de um pseudónimo adotado por um grupo de grandes matemáticos, que revolucionou a matemática como a conhecemos. Nicolas Bourbaki está entre os maiores matemáticos …

No aquário do Tennessee, é uma enguia que acende as luzes da árvore de Natal

A enguia Miguel Wattson é a responsável pelo espírito natalício que se vive no Aquário do Tennessee, nos Estados Unidos. O Aquário do Tennessee, nos Estados Unidos, encontrou uma forma inusitada de celebrar esta época festiva: …

Há 34 anos, Diana dançou com Travolta. Agora, o seu vestido foi vendido por 261 mil euros

O vestido que a Princesa Diana usou para jantar na Casa Branca, em 1985, foi vendido por mais de 261 mil euros. O vestido azul que a Princesa Diana usou num jantar na Casa Branca, em …

Doentes crónicos com baixo nível de literacia em saúde recorrem mais às urgências

Os doentes crónicos e com um nível de literacia em saúde mais baixo utilizam mais vezes os serviços de urgência hospitalares e dos centros de saúde, bem como as consultas de medicina geral e familiar, …

Ártico viveu em 2019 o segundo ano mais quente em 119 anos

O Ártico viveu em 2019 o seu segundo ano mais quente desde 1900, de acordo com um relatório publicado na terça-feira, aumentando receios de degelo e aumento do nível da água. O Polo Norte está a …

Jardineiro encontra por acaso a obra mais procurada de Gustav Klimt. Estava no galeria onde foi roubada

Um funcionário da galeria de arte Ricci Oddi, na cidade italiana de Piacenza, encontrou por acaso a obra mais procurado do pintor austríaco Gustav Klimt. Estava na própria galeria, onde a obra terá sido roubada …

YouTube reforça políticas contra assédio online

O YouTube anunciou, esta quarta-feira, um conjunto de alterações às políticas que visam combater o assédio que existe na plataforma. O YouTube anunciou esta quarta-feira o reforço das suas políticas contra o assédio online, que preveem …

Deus bebé indiano vence caso em tribunal e reinvindica território sagrado

O Supremo Tribunal Indiano declarou Ram Lalla Virajman, um deus bebé, como o legítimo proprietário de Ayodhya, uma terra no norte da Índia considerada sagrada por muçulmanos e hindus. O tribunal decidiu que o Governo …

China usa comités partidários para manipular empresas estrangeiras

Em outubro, quando a Liga Norte-Americana de Basquetebol (NBA) tentou voltar atrás no apoio aos protestos em Hong Kong, foi criticada por se submeter ao regime autoritário da China. Mas são cada vez mais as …

Ângelo Rodrigues, Flamengo e Tinder. Os temas mais procurados pelos portugueses no Google

Ângelo Rodrigues, Flamengo, como saber onde votar, como funciona o Tinder e "Game of Thrones" estão entre os tópicos que os utilizadores portugueses do Google mais pesquisaram ao longo de 2019. Os dados são divulgados …