“Agiu de forma premeditada”. Mãe que deixou bebé no lixo vai continuar presa

O Supremo Tribunal de Justiça rejeitou esta quinta-feira o pedido de habeas corpus para a libertação da jovem de 22 anos que terá deixado o seu filho recém-nascido num caixote do lixo em Lisboa.

A informação foi inicialmente avançada pelo Jornal de Notícias, tendo depois sido também confirmada pelo jornal Público, que dá conta que a jovem cabo-verdiana vai continuar assim em prisão preventiva na cadeia de Tires.

O pedido de habeas corpus, que determinava a libertação imediata da detida, foi assinado esta semana por três advogados e divulgado através do Facebook pelo candidato a bastonário da Ordem dos Advogados, Varela de Matos, que considera a prisão “ilegal”.

“O caso do bebé abandonado. Habeas corpus contra prisão ilegal. Acabou de dar entrada no Supremo Tribunal de Justiça, a providência para a libertação da cidadã Sara, cabo-verdiana, em prisão preventiva, em Tires. A malta advocante não se conforma e quer fomentar a discussão”, pode ler-se na rede social.

Segundo o JN, os advogados defendiam que a jovem, que está indiciada da prática de homicídio qualificado na forma tentada, devia antes ser suspeita de “exposição abandono”, crime que não permite a aplicação da prisão preventiva.

Os pressupostos da medida de coação – perigo de fuga, perturbação de inquérito, perigo de continuação da atividade criminosa e um clima de alerta social – também não se verificam no caso, de acordo com o pedido entregue.

O Supremo rejeitou o pedido devido ao facto de “a arguida de forma premeditada, ocultando a gravidez e munindo-se de um saco de plástico para o efeito, ter depositado o filho acabado de nascer num caixote de lixo na via pública”, pode ler-se no documento que fundamenta a rejeição, a que o semanário Expresso teve acesso.

“O bebé estava desnudo, gelado, com o cordão umbilical irregularmente cortado e coberto de sangue”, recordam os juízes conselheiros do STJ, considerando atos correspondem “à prática do crime de homicídio na forma tentada” e não ao crime de exposição ou abandono que os advogados alegavam no pedido de habeas corpus.

O comportamento da mãe “indicia a sua premeditação na prática dos factos”.

O jornal Observador, que também teve acesso ao documento, avança que outros sem-abrigo chegaram a ver o recém-nascido no ecoponto e que o seu companheiro vasculhou um dos caixotes quando recebeu essa informação, não tendo ouvido qualquer choro.

Ainda de acordo com o mesmo jornal, a arguida viu o seu filho no ecoponto “mas nada disse com medo que o companheiro se apercebesse e insistiu com este para que se fossem embora, o que acabou por acontecer”

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Três Advogados , contratados por quem ???……. O Sr. candidato a bastonário, espera criar protagonismo com este caso ???………. A Justiça leva o seu curso !..Faz-me pensar no Pardal !.. Que esta Sra. precisa de ser avaliada Psicologicamente é mais que comprovado, só após uma conclusão cabalmente esclarecida se poderá ou não decidir a melhor solução para o futuro de esta pessoa !… As redes Sociais não são tribunais !

  2. Claro que é infanticídio. Ela deixou o filho bebé para morrer. Os advogados são doidos. O Tribunal tem toda a razão ao não aceitar o haver corpus. Assassinaaaaaaaaaaa!!!

  3. Se as intenções do Exmo Causidico fossem puramente humanitarias,para quê a publicidade??
    E deixa de ser crime, e contra um indefeso(então a protecção de menores?)

RESPONDER

Nicolas Bourbaki foi o maior matemático de sempre (mas nunca existiu)

Considerado como um dos maiores matemáticos de sempre, Nicolas Bourbaki não passava de um pseudónimo adotado por um grupo de grandes matemáticos, que revolucionou a matemática como a conhecemos. Nicolas Bourbaki está entre os maiores matemáticos …

No aquário do Tennessee, é uma enguia que acende as luzes da árvore de Natal

A enguia Miguel Wattson é a responsável pelo espírito natalício que se vive no Aquário do Tennessee, nos Estados Unidos. O Aquário do Tennessee, nos Estados Unidos, encontrou uma forma inusitada de celebrar esta época festiva: …

Há 34 anos, Diana dançou com Travolta. Agora, o seu vestido foi vendido por 261 mil euros

O vestido que a Princesa Diana usou para jantar na Casa Branca, em 1985, foi vendido por mais de 261 mil euros. O vestido azul que a Princesa Diana usou num jantar na Casa Branca, em …

Doentes crónicos com baixo nível de literacia em saúde recorrem mais às urgências

Os doentes crónicos e com um nível de literacia em saúde mais baixo utilizam mais vezes os serviços de urgência hospitalares e dos centros de saúde, bem como as consultas de medicina geral e familiar, …

Ártico viveu em 2019 o segundo ano mais quente em 119 anos

O Ártico viveu em 2019 o seu segundo ano mais quente desde 1900, de acordo com um relatório publicado na terça-feira, aumentando receios de degelo e aumento do nível da água. O Polo Norte está a …

Jardineiro encontra por acaso a obra mais procurada de Gustav Klimt. Estava no galeria onde foi roubada

Um funcionário da galeria de arte Ricci Oddi, na cidade italiana de Piacenza, encontrou por acaso a obra mais procurado do pintor austríaco Gustav Klimt. Estava na própria galeria, onde a obra terá sido roubada …

YouTube reforça políticas contra assédio online

O YouTube anunciou, esta quarta-feira, um conjunto de alterações às políticas que visam combater o assédio que existe na plataforma. O YouTube anunciou esta quarta-feira o reforço das suas políticas contra o assédio online, que preveem …

Deus bebé indiano vence caso em tribunal e reinvindica território sagrado

O Supremo Tribunal Indiano declarou Ram Lalla Virajman, um deus bebé, como o legítimo proprietário de Ayodhya, uma terra no norte da Índia considerada sagrada por muçulmanos e hindus. O tribunal decidiu que o Governo …

China usa comités partidários para manipular empresas estrangeiras

Em outubro, quando a Liga Norte-Americana de Basquetebol (NBA) tentou voltar atrás no apoio aos protestos em Hong Kong, foi criticada por se submeter ao regime autoritário da China. Mas são cada vez mais as …

Ângelo Rodrigues, Flamengo e Tinder. Os temas mais procurados pelos portugueses no Google

Ângelo Rodrigues, Flamengo, como saber onde votar, como funciona o Tinder e "Game of Thrones" estão entre os tópicos que os utilizadores portugueses do Google mais pesquisaram ao longo de 2019. Os dados são divulgados …