Macron assumiu a Netanyahu a responsabilidade francesa na prisão de judeus

Stephane Mahe / EPA

O presidente francês, Emmanuel Macron

O presidente francês, Emmanuel Macron, ao lado do primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, reafirmou toda a responsabilidade da França na rusga do Vel d’Hiv, que levou ao encarceramento de milhares de judeus em 1942.

Na cerimónia, realizada este domingo em Paris, que assinalou este ano os 75 anos sobre a rusga no Vélodrome d’Hiver, e que contou pela primeira vez com a presença de um primeiro-ministro israelita, Emmanuel Macron lembrou o papel francês num dos episódios mais negros da História do país.

Macron disse que a sua presença dava continuidade ao fio condutor de Jacques Chirac, o antigo presidente francês que em 1995, no exercício das suas funções, foi o primeiro chefe de Estado gaulês a reconhecer a responsabilidade da França na rusga, numa posição que foi replicada pelos seus sucessores.

Benjamin Netanyahu, em francês, agradeceu o convite de Macron, classificando-o como um gesto “muito, muito forte”, que “testemunha a amizade antiga e profunda entre França e Israel”.

Em 16 e 17 de julho de 1942, 13.152 judeus estrangeiros refugiados em França foram presos em Paris e nos subúrbios pela polícia francesa, antes de serem deportados para os campos de extermínio, principalmente Auschwitz.

Entre eles, 8.160, dos quais 4.115 crianças, foram encarcerados durante quatro dias no Vel d’Hiv, o velódromo de inverno no oeste de Paris. Os outros 4.992, casais sem filhos e celibatários, foram amontoados no campo de Drancy, zona de habitações transformada durante a guerra em campo de internamento e de trânsito para os campos de morte.

Das 13.152 vítimas dessa rusga, apenas uma centena sobreviveu, não havendo registo de qualquer criança. O episódio trágico gerou controvérsia durante a última campanha presidencial, com fortes críticas a Marine Le Pen por ter afirmado que a França não foi “responsável pelo Vel d’Hiv”.

Stephane Mahe / EPA

O presidente francês, Emmanuel Macron (dir) com o primeiro ministro israelita, Benjamin Netanyahu (esq)

A participação do chefe do Governo israelita foi criticada por algumas organizações, como a União Judaica Francesa para a Paz, que se disse “chocada” por um dirigente israelita ser convidado para a comemoração de um “crime contra a humanidade franco-francês”.

O partido comunista protestou contra a visita de Netanyahu, que diz não ser um homem com uma “forte mensagem de paz”.

// Lusa

RESPONDER

NASA diz que o barulho de drones é mais irritante do que o dos carros e camiões

A NASA confirmou através de um estudo que o barulho emitido pelos drones é considerado pelos seres humanos o som mais irritante de todos, muito mais do que os incómodos ruídos de carros e camiões. Os …

Morreu Chester Bennington, vocalista dos Linkin Park

Um dos vocalistas da banda de metal alternativo Linkin Park, Chester Bennington, morreu esta quinta-feira, em casa, numa cidade do condado de Los Angeles, aos 41 anos, confirmou a agência Associated Press. A agência cita o …

Vai ter que pagar se quiser continuar a ler notícias no Facebook

Um sistema de subscrição de notícias está a ser estudado pela rede social Facebook e deverá começar a ser testado em outubro. A gratuitidade ficará limitada a 10 artigos. A informação foi partilhada por Campbell Brown, …

Sangue do cordão umbilical pode aliviar sintomas de autismo

Um ensaio clínico conduzido por um grupo de investigadores da Universidade de Duke, nos EUA, revelou que a infusão autóloga - transplante no próprio indivíduo - de sangue do cordão umbilical pode aliviar os sintomas …

Hibridação histórica com outros felinos pode ter salvo a vida dos jaguares

Um cientista português, em conjunto com cientistas de outros sete países - Brasil, EUA, Rússia, Irlanda, Espanha e Argentina - concluiu a sequenciação do genoma do jaguar, o maior felino das Américas, que está ameaçado …

Protesto dos enfermeiros está fora do quadro legal e é irresponsável, acusa ministro

O ministro da Saúde classificou, esta quinta-feira, o protesto dos enfermeiros especialistas como irresponsável e fora do quadro legal, afirmando que é baseado na "criação de alarme social". No final da reunião de Conselho de Ministros, …

Registo de drones e seguro vão passar a ser obrigatórios

O registo de drones, que implicará o pagamento de taxas administrativas, e a contratualização de um seguro de responsabilidade civil, vão ser obrigatórios, de acordo com a proposta de decreto-lei, a que a Lusa teve …

Teresa Leal Coelho admite que Santana Lopes era a primeira opção do PSD

A candidata do PSD à Câmara de Lisboa admitiu, esta quarta-feira, na apresentação da sua candidatura, que não era a primeira escolha do partido mas sim o atual diretor da Santa Casa da Misericórdia de …

Operação Marquês com mais dois arguidos. Faltam outros 10 milhões, diz a defesa de Sócrates

Dois altos funcionários da Infraestruturas de Portugal, um dos quais ex-deputado do PSD, são os mais recentes arguidos do processo. Ministério Público investiga projeto do TGV. Dois altos funcionários da Infraestruturas de Portugal foram constituídos arguidos …

Cientistas aconselham UE a proibir pesca da sardinha em Portugal durante 15 anos

O presidente da Associação de Produtores da Pesca do Cerco disse hoje estar "perplexo" com a recomendação do organismo científico sobre a suspensão da pesca da sardinha por 15 anos, considerando que é um "cenário …