Lotes arrestados da Comporta perto de serem vendidos a “preço de saldo” ao clã Espírito Santo

2

Dois lotes arrestados no âmbito do caso BES/GES estão perto de serem vendidos a um preço abaixo do valor de mercado a elementos da família Espírito Santo.

Dois lotes do luxuoso condomínio da Comporta, arrestados no âmbito do caso BES/GES, estão em vias de serem vendidos aos atuais proprietários, entre os quais elementos da família de Ricardo Salgado, avança o NOVO.

A operação de venda envolve a Herdade da Comporta e uma empresa criada em outubro para o efeito, a Brejos Country Club.

Os dois lotes estão a ser negociados por um preço abaixo do valor de mercado. Carlos Beirão da Veiga, administrador da própria Herdade da Comporta, é um dos nomes envolvidos na compra dos lotes. O gestor é suspeito de corrupção e branqueamento de capitais na venda de património do Grupo Espírito Santo.

Juntamente com o seu irmão, Caetano Beirão da Veiga, suspeita-se que tenham usado o processo de liquidação das empresas falidas do GES para “benefício próprio” ou de pessoas próximas.

Documentos consultados pelo semanário mostram que elementos da família Espírito Santo com casa na Comporta, como Caetana Beirão da Veiga e Mafalda Brito e Cunha, já manifestaram o seu interesse em comprar os lotes.

Pedro Almeida, empresário que já quis comprar o fundo da Herdade da Comporta, mas foi travado por suspeitas de que estaria a fazê-lo para favorecer os Espírito Santo, também estará interessado em adquirir os lotes a “preço de saldo”.

António Posser de Andrade justifica a constituição da Brejos Country Club com a necessidade “de se criar uma só entidade para representar cerca de 90% dos condóminos que demonstraram interesse em adquirir, se possível, alguns lotes disponíveis”, de forma “a criar uma infraestrutura de uso comum e de apoio” aos “que lá possuem casa”.

Posser de Andrade é precisamente um dos fundadores da Brejos Country Club, juntamente com Filipa Arantes Pedroso.

  ZAP //

2 Comments

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.