Lobo d’Ávila será candidato à liderança do CDS (mas só se o partido escolher o seu caminho)

(cv) YouTube / CDS TV

O ex-deputado Filipe Lobo d’Ávila, do grupo “Juntos pelo Futuro” do CDS, que estava “em reflexão” sobre uma eventual candidatura à liderança do partido, já chegou a uma conclusão.

Ao semanário Expresso, Filipe Lobo d’Ávila, um dos potenciais candidatos à sucessão de Assunção Cristas, assegurou que “a ponderação está concluída”.

A moção que está a preparar irá mesmo a votos e, se o partido reagir bem à moção, Lobo avançará: “Eu serei candidato se o caminho que propuser for o que o CDS escolher”.

O ex-deputado explico ao Expresso que fará depender a sua decisão da reação que o partido tiver às suas “ideias” e garante que estará disponível para “qualquer cenário”, inclusivamente uma candidatura à liderança.

Lobo d’Ávila esteve a atualizar a moção de estratégia global que já tinha apresentado nos dois últimos congressos do CDS, em 2016 e 2018, e em que o seu grupo trabalha há meses. Por outro lado, a ponderação sobre as circunstâncias pessoais e profissionais passou também por fatores como a auscultação do partido em Conselho Nacional e o acesso às contas do CDS, que foi pedido pelo Juntos pelo Futuro há semanas e que, concluiu, é grave mas não irrecuperável.

Assim sendo, a ponderação está terminada e a disponibilidade é total, faltando agora perceber como o partido verá uma moção que proporá “um caminho completamente diferente dos últimos anos”, adianta Lobo d’Ávila.

“A mudança não pode ser para baralhar e dar de novo”, defende, argumentando a favor tanto de uma “mudança de práticas” internas do partido como de uma “clarificação” da posição do CDS enquanto partido “de direita, sem qualquer complexo”, com uma mensagem mais clara e facilmente identificável pelo eleitorado.

A moção tem de ser entregue até 27 de dezembro, para levar a votos no congresso de 25 e 26 de janeiro. Até lá, não haverá acordos com outros candidatos ou pré-candidatos, pois, justifica, é preciso dar ao partido “a oportunidade de escolher” entre as várias alternativas. Neste momento, o ex-deputado está a recolher mais do que as 300 assinaturas necessárias para levar uma moção ao congresso.

O CDS obteve 4,25% nas eleições legislativas deste domingo, passando a sua representação parlamentar de 18 para cinco deputados. Os resultados levaram a líder centrista, Assunção Cristas, a deixar a liderança do partido. Logo no domingo, Filipe Lobo d’Ávila afirmou-se “em estado de choque” com os resultados do partido.

João Almeida e Filipe Lobo d’Ávila, dois dos nomes apontados para substituir Cristas na liderança do partido, apresentam uma moção de estratégia global ao Congresso, na qual pode vir uma candidatura à liderança. Pedro Mota Soares, outro nome apontado, diz que “não é candidato a nada”.

Adolfo Mesquita Nunes, depois de ter sido desafiado por António Pires de Lima a avançar para a sucessão de Assunção Cristas, anunciou que não será candidato à liderança do CDS.

Telmo Correia era outro dos nomes que alguns não descartava, devido à “experiência governativa” e por ser, a par de João Almeida, um dos cinco deputados eleitos este domingo. Porém, o deputado já anunciou que não se vai candidatar.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. essa “filosofia das meras Ideias”; é coisa dos esquerdelhos. Para chegarem ao “Poder” , “inventam na Hora” o mais adequado para se “catupultarem rumo ao Poder”.
    É a politica do “Cata-Vento”.

RESPONDER

Estados Unidos vão transformar aeronaves obsoletas em "aviões arsenal"

Os Estados Unidos preparam-se para transformar algumas das suas maiores e mais obsoletas aeronaves em "aviões arsenal", que funcionarão como plataformas repletas de armas, revelaram fontes do Governo norte-americano. Foi em 2016 que esta ideia veio …

Imperador japonês paga 25 milhões de dólares por ritual secreto para dormir com deusa

Este ritual de sucessão do Imperador Naruhito aconteceu na quinta-feira e envolve dormir com uma deusa do Sol. O templo é construído para o efeito e é destruído depois. O ritual japonês altamente secreto conhecido como …

Para entrar nesta praia italiana, vai ser preciso pagar (e nem todos podem entrar)

Aos pés de uma antiga aldeia de pescadores, La Pelosa é uma atração turística muito célebre. Por isso, a autarquia decidiu tomar medidas para a proteger. A famosa praia tem sido uma vítima da erosão natural …

Laurent Simons será o mais novo licenciado do mundo. Tem 9 anos

O belga Laurent Simons tem apenas 9 anos e estás prestes a bater um recorde: em dezembro, deverá tornar-se o mais novo licenciado do mundo. O "menino prodígio", tal como é apontado pelos média internacionais, ingressou …

Preços dos passes Navegante ficam iguais em 2020

Os preços dos passes Navegante vão manter-se iguais em 2020, no âmbito da estratégia de “promoção da utilização dos transportes públicos coletivos”, anunciou esta sexta-feira a Área Metropolitana de Lisboa (AML). “A Área Metropolitana de Lisboa …

Os burros-táxi de Espanha vão ter horários de trabalho, estábulos novos e deixar de carregar turistas de 80 quilos

Os burros táxis são uma atração turística de Mijas, província de Málaga, no sul de Espanha. Agora foram definidas novas regras que têm em conta os direitos e o bem-estar dos animais. O serviço funciona como …

Vai ser preciso "ser-se rico" para visitar a famosa Ilha de Komodo

Em breve, os turistas que queiram visitar a Ilha de Komodo, o famoso lar de mais de 5.000 dragões de Komodo, terão de ser ricos. O aviso é do Governo local indonésio, que chegou mesmo …

Sócrates saúda saída da prisão de Lula. "Sei que estás em festa, pá"

O antigo primeiro-ministro José Sócrates, acusado de corrupção, considerou que a saída da prisão de Lula da Silva representou uma "reentrada no mundo" do ex-chefe de Estado brasileiro, acontecimento em relação ao qual o PS, …

Ministra da Justiça visitou mãe que abandonou bebé no lixo

A mãe que abandonou o bebé no caixote do lixo em Lisboa está bem de saúde e a receber apoio psicológico, constatou a ministra da Justiça, que esta sexta-feira visitou a jovem na cadeia de …

Ex-embaixadora dos EUA na Ucrânia acusa Trump de intimidação

Marie Yovanovitch, antiga embaixadora dos Estados Unidos na Ucrânia, denunciou esta sexta-feira a existência de uma campanha para a descredibilizar levada a cabo por Donald Trump com ajuda de ucranianos, no inquérito para a destituição …