Livro de Reclamações Eletrónico recebeu mais de 110 mil queixas. Telecomunicações lideram

Os consumidores fizeram quase 111 mil queixas através do Livro de Reclamações Eletrónico, a maioria delas nas telecomunicações.

Os consumidores fizeram 110.955 queixas através do Livro de Reclamações Eletrónico (LRE), entre 1 de julho de 2017 e 30 de junho de 2019, segundo indicam os dados divulgados esta quinta-feira pela Direção-Geral do Consumidor.

De acordo com a informação disponibilizada, a Anacom (Autoridade Nacional de Comunicações) foi o destinatário da maior parte das 110.955 reclamações que chegaram por via do LRE, com 74.650 registos.

Os pacotes de telecomunicações foram o serviço que mais reclamações originou (23.666), seguido do serviço postal de envio de encomendas. A faturação, as avarias e os cancelamentos de serviços foram, por sua vez, os motivos que originaram a maior parte das queixas.

O LRE ficou disponível por fases, sendo que na primeira, entre 1 de julho de 2017 e 30 de junho de 2018, apenas era possível usá-lo para os serviços públicos essenciais, nomeadamente água e resíduos, comunicações eletrónicas e serviços postais, gás e eletricidade.

Na segunda fase, o LRE foi alargado a outros setores económicos sendo que o Governo decidiu recentemente prolongar por seis meses, até ao final deste ano, a adesão das empresas de hotelaria e restauração a esta plataforma eletrónica.

A ASAE recebeu, por seu lado, 8.483 reclamações através da plataforma eletrónica e um quarto destas visou o comércio a retalho de eletrodomésticos.

No livro de reclamações físico, as 377.851 queixas registadas ao longo de 2018 superam as observadas nos três anos anteriores, sendo que cerca de metade (173.489) foram dirigidas à ASAE, seguindo-se a Entidade Reguladora da Saúde (com 85.857 reclamações) e a Anacom (48.963).

O cumprimento defeituoso do contrato foi o principal motivo das reclamações que chegaram à ASAE, enquanto no caso da saúde os consumidores queixaram-se sobretudo dos tempos de espera e dos procedimentos administrativos.

Na sessão de apresentação do balanço dos dados do livro de reclamações foi ainda lançada uma nova aplicação que permite que as reclamações (na sua versão eletrónica) possam ser feitas através do telemóvel.

Esta solução corresponde à concretização de uma medida do Simplex e vem dar resposta a uma procura crescente por parte dos consumidores tendo em conta, como referiu o ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, que 33% dos acessos ao LRE já são feitos através de telemóveis.

O elevado número de reclamações através do livro físico mostra, no entanto, que a sua presença é relevante para muitos consumidores, ainda que o ritmo de adesão ao LRE leve o governante a antecipar que a transição vá ser mais rápida do que o esperado.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Há investigações a acidentes com comboios pendentes há mais de dez anos

A TSF avança esta terça-feira que há investigações a acidentes com comboios pendentes há mais de dez anos por causa da falta de pessoal. De acordo com a rádio, o Gabinete de Prevenção e Investigação de …

Cientistas "acordam" bactérias com 100 milhões de anos

Os micróbios e as bactérias estavam presentes em argilas enterradas no fundo do mar do oceano Pacífico e são apontados como os organismos vivos mais antigos do planeta Terra. Uma equipa de cientistas, dos Estados Unidos …

PSD e PS lesaram o Estado nos contratos dos aviões C-295 da Força Aérea

O Tribunal de Contas (TdC) concluiu que o Estado português perdeu 9,25 milhões de euros de compensação pelo incumprimento das contrapartidas na compra de 12 aviões C-295 à Airbus Defense and Space (ADS), num relatório …

Sob suspeita, Juan Carlos exila-se na República Dominicana (via Porto)

O rei emérito de Espanha, Juan Carlos, viajou este fim-de-semana para a República Dominicana, depois de decidir viver noutro país face à repercussão pública das investigações sobre os seus alegados fundos em paraísos fiscais. O destino …

É possível inativar o novo coronavírus no leite materno. Basta pasteurizá-lo

Uma equipa de cientistas da Universidade de Toronto e da Sinai Health, no Canadá, realizou uma pesquisa que comprovou que pasteurizar o leite materno inativa o vírus Sars-CoV-2. Uma nova investigação, cujo artigo científico foi recentemente …

Cientistas tornam a luz invisível visível pela primeira vez

Uma equipa de cientistas da Vrije Universiteit Brussel e de Harvard conseguiu, pela primeira vez, tornar visível a luz de campo próximo. Existem vários tipos de luz, alguns visíveis e outros invisíveis ao olho humano. Os …

Estrela morta emite cocktail de radiação nunca antes visto

Um grupo internacional de cientistas explorou o potencial do telescópio espacial de raios gama da Agência Espacial Europeia (ESA) - e outros telescópios e instrumentos - para detetar um cocktail de radiação inédita de uma …

Ator francês Dieudonné banido do Facebook por comentários antissemitas

O ator francês foi banido definitivamente do Facebook e do Instagram por causa dos comentários sobre as vítimas do Holocausto marcados por termos e expressões "desumanizantes contra os judeus". O anúncio do afastamento permanente de Dieudonné …

Última temporada de "La Casa de Papel" terá filmagens em Portugal

A rodagem da quinta temporada da série espanhola "La Casa de Papel", de Álex Pina, começa esta segunda-feira e terá filmagens em Portugal, revelou a plataforma Netflix. Em comunicado, na última sexta-feira, a Netflix explica que …

Janelas com vista para o Espaço. Virgin Galactic revela interior de nave espacial para turistas

A Virgin Galactic acaba de revelar o luxuoso design do interior da cabine do primeiro veículo SpaceshipTwo - o VSS Unity - que permitirá a astronautas e entusiastas explorar o Espaço com conforto. A Virgin Galactic, …