Livro que pertenceu a Hitler revela “solução final” para o Canadá

Um livro raro, que pertenceu a Adolf Hitler, acaba de ser adquirido pela Biblioteca e Arquivos do Canadá, uma instituição que se dedica a preservar a memória do país. Segundo os investigadores, a obra revela os planos nazis para o Canadá e para a América do Norte durante a II Guerra Mundial.

A “solução final” foi um nome-chave dado ao objetivo dos nazis de levar a cabo um genocídio contra os judeus. A obra foi escrita por um investigador nazi que passou algum tempo nos Estados Unidos antes do início da II Guerra Mundial, refere o The Independent.

O livro raro, do qual restam apenas poucos exemplares, foi comprado no ano passado e apresentado ao público na última quarta-feira. Segundo os curadores, a aquisição vai ajudar a preservar uma parte crítica da história canadiana e chega num momento em que o antissemitismo cresce no país.

Publicado em 1944 pelo alemão Heinz Kloss, o livro é um retrato detalhado dos judeus que residiam em ambos os países e é também um vislumbre dos planos nazis, caso o regime ganhasse o controlo sobre o continente americano.

Our recent acquisition of a 1944 book previously owned by Adolf Hitler demonstrates our mandate to acquire items of…

Publicado por Library and Archives Canada em Quarta-feira, 23 de janeiro de 2019

Os curadores acreditam que este livro era parte do acervo da biblioteca de Adolf Hitler, no seu refúgio nos Alpes bávaros, mas que terá sido levado por soldados aliados que estiveram no local após a derrota nazi.

O autor do livro, que trabalhou diretamente para o Terceiro Reich, destaca na obra os planos nazis para uma eventual presença na América do Norte. As principais cidades do Canadá, incluindo Montreal e Toronto, estão na lista incluída na obra, assim como pequenas comunidades como Trois-Rivières, que naquela época tinha uma população judaica de apenas 52 pessoas.

Michael Kent, curador da Biblioteca e Arquivos do Canadá, compara esta nova aquisição da biblioteca ao Livro Negro, que tinha uma lista de residentes britânicos identificados como alvos, no caso de uma invasão bem sucedida do nazismo no Reino Unido. “Este livro mostra que os horrores da II Guerra Mundial foram bem pensados e analisados.”

Além disso, Kent refere que a aquisição deste livro ocorre numa época crucial, em que os académicos alertam para o aumento da ignorância entre os canadianos em relação ao Holocausto. Um estudo recente indicou que mais de metade dos adultos canadianos não sabem que mais de seis milhões de judeus foram mortos durante o Holocausto.

Espera-se que este livro seja usado pelos arquivos para fins educacionais e para combater uma tendência recente de discursos de ódio que vem surgindo nos Estados Unidos e no Canadá.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. “Espera-se que este livro seja usado pelos arquivos para fins educacionais e para combater uma tendência recente de discursos de ódio ”

    Mais um artigo traduzido do NYT ou WP. A linguagem de extrema esquerda de ataque à liberdade de expressão não engana

  2. Segunda grande foi genocídio sem precedente na história. Milhões de pessoas que poderia ter seus destinos alteradostiveram sua vida tirada pela tirania das nações beligerante. Um tratado após outros produziu uma hecatombe mundial. Quase 25 mil soldados brasileiros faleceram no fronte de guerra. Outros milhões de judeus foram mortos e outros milhões de outras raças estão perdidas ou em cemitérios! Mesmo assim, a igonorancia persiste em todos os lugares e a cegueira poderá nos levar a outra grande guerra! O homem é um animal e dos poucos que andam com duas pernas!

RESPONDER

Portugal regista 677 novos casos de covid-19 e cinco mortes

Portugal registou, este domingo, 677 novos casos e cinco mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, Portugal …

Estudo mostra como diferentes espécies de polvos coexistem no mesmo ambiente

Existem mais de 300 espécies de polvos a viver em diversos habitats que abrangem recifes de coral, leitos de ervas marinhas, planícies de areia e regiões de gelo polar. Mas de que forma cefalópodes tão …

As máquinas estão "muito longe" de serem mais inteligentes (mas muito perto de agir como pessoas)

A especialista em inteligência artificial Daniela Braga considera que as máquinas estão "muito longe" de substituírem totalmente os humanos ou serem mais inteligentes, mas estão "muito perto" de interagirem como as pessoas. "Acho que estamos muito …

Secreto e lucrativo, o mercado de venda de "fezes de cachalote" pode também ser violento

O âmbar cinza é altamente raro, mas também altamente valioso. Usada na indústria dos perfumes, o mercado deste material pode ser muito perigoso. Deixa na pele uma resina oleosa e tem um cheiro a tabaco, madeira, …

Empresa norueguesa garante que pode "parar" furacões antes que estes se tornam destrutivos

Especialistas ambientais advertem que o sistema de "cortina de bolhas" proposto pela empresa pode provocar efeitos indesejados. A OceanTherm, uma startup norueguesa, assegura que a sua nova tecnologia pode evitar que as tempestades tropicais se tornem …

Afeganistão: Familiares consideram "insuficientes" pedido de desculpas dos EUA

Familiares dos civis afegãos mortos por "engano" durante um ataque de um avião não tripulado 'drone' norte-americano no final de agosto em Cabul consideraram este sábado "insuficiente" o pedido de desculpas de Washington, numa entrevista …

Descoberta de pegadas fossilizadas em Espanha revela a existência de um "berçário" de elefantes

Pegadas fossilizadas foram encontradas numa praia no sul da Espanha e mostram o que pode ter sido o berçário de uma espécie extinta de elefantes. O local costeiro, situado na região de Huelva, estava normalmente coberto …

Morreu aos 98 anos o historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França

O historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França morreu este sábado, aos 98 anos, na casa de saúde de Jarzé, perto da cidade francesa de Angers, disse à Lusa a pintora Emília Nadal, sua …

Ventura: "Não vejo outra possibilidade senão a ministra da Saúde ou pedir desculpa ou ser afastada"

O Chega vai questionar formalmente o Governo pelo “facto de a ministra da Saúde ter utilizado um carro do Estado” para ir a uma ação de campanha no Porto na sexta-feira, anunciou este sábado André …

Ouvir 30 segundos de uma sonata de Mozart pode reduzir ataques de epilepsia

Ouvir a Sonata para Dois Pianos em Ré Maior (K448), de Wolfgang Amadeus Mozart, durante pelo menos 30 segundos, ajuda a reduzir a atividade elétrica cerebral associada à epilepsia resistente a medicação. Os resultados também sugerem …