Legislativas. PSD já está a 18 pontos do PS

(dr) partidosocialista / Flickr

O primeiro-ministro António Costa

De acordo com uma sondagem da Pitagórica, o PS alarga o fosso para o PSD, registando quase o dobro das intenções de voto. O estudo realizado ainda antes das eleições europeias coloca os socialistas na casa dos 40% e o Bloco de Esquerda consolida o terceiro lugar.

Os socialistas parecem manter uma trajetória de subida. Uma sondagem realizada pela Pitagórica para a TSF e Jornal de Notícias aponta para uma vitória do PS com 40,4% das intenções de voto, caso se realizassem agora eleições legislativas.

De acordo com a sondagem, seria uma vantagem de 18 pontos percentuais face ao PSD, que se ficaria pelos 22,5%, o pior resultado de sempre do partido numas legislativas.

Este estudo foi realizado ainda antes das eleições europeias do passado domingo. Para os socialistas, significaria mais oito pontos relativamente às eleições de 2015 e cinco face à última sondagem da Pitagórica, realizada no mês passado.

A subida do PS faz-se à custa do principal adversário, o PSD de Rui Rio, se o ponto de comparação for o barómetro do mês passado: os três pontos percentuais que o PS soma são os mesmos três pontos que a projeção subtrai ao PSD.

O CDS também recua face à sondagem de abril, de 6,5% para 6,1%. Por outro lado, os parceiros da geringonça também perdem: o Bloco de Esquerda arrecadaria 8,2%, um pouco abaixo da anterior sondagem, e o PCP mantém os 6,5%. Já o PAN regista uma subida face à última sondagem, dos 2,8% para os 3,6%. Segundo a TSF, a Aliança teria 1,5%, mantendo a possibilidade de eleger Santana Lopes.

O estudo da Pitagórica mostra que ainda há 16,7% de indecisos, embora signifique uma queda face aos 21,3% de abril. As percentagens são mais elevadas, sobretudo, entre mulheres (19,5%), jovens (acima de 20% entre os 18 e os 34 anos), e em Lisboa (22,4%).

A sondagem colocou também a questão sobre em quem os inquiridos nunca votariam para primeiro-ministro: Jerónimo de Sousa lidera (com 73%) e Pedro Santana Lopes vem a seguir (com 70%). 53% dizem que não votariam em Rio, valor que desce para os 41% quando a pergunta é sobre António Costa.

ZAP //

PARTILHAR

12 COMENTÁRIOS

    • Agradece mas é ao putanheiro do Santana ter dividido o PSD pra reinar. Não deixaram reinar no PSD arranjou um feudozinho só pra ele e provocou a dissidência que se viu. Claro que os ranhosos anarco-capitalistas foram todos votar nele mas isso enfraqueceu o PSD.

      Eu não sei se o nosso amigo Kim Kolhão sabe o que que quer dizer “social democrata”, mas está lá bem escrito na sigla do PSD: Partido Social Democrata. Mas pelos vistas para si, o normal era um partido que se entitula “social democrata”, ser neo-liberal ou neo-conservador.

  1. Comunista? Rui Rio está a tentar limpar os podres do partido que são muitos, tal como todos os partidos têm, e por isso é que o lambão do Santana fugiu do partido. De todos os atuais líderes políticos, é único a quem não podem apontar o dedo. Fez um excelente trabalho no Porto, é prático e direto nas suas ações, não anda com floreados a enganar o povo como muitos gostam. Este Governo anda a enganar quem quer ser enganado, promete tudo mas não dá nada, dá com uma mão e tira muito mais com a outra, como é o caso do imposto nos combustíveis. Este Governo iludiu os portugueses à custa do sacrifício dos mesmos, gastou o que tinha e não tinha e segundo os especialistas, adivinha para breve nova crise pior que a anterior.

    • O seu elogio a Rui Rio é justíssimo e perfeito. O problema é que o povo Português nunca gostou nem se deixa excitar por líderes honestos como Rui Rio. Não têm graça… Esta malta gosta é de Valentins Loureiros, e de Isaltinos Morais. É neles que o povo se revê porque o povo é assim trafulha como eles.

      O Tuga médio, com o seu jeito para andar em zigue-zague e o seu jogo de cintura tradicional, não gosta de políticos que cortam a direito. Senão Rui Rio estaría à frente nas sondagens, e Paulo Morais tería ganho as europeias. Isso era o que tería acontecido na Islândia, mas nós estamos em Portugal e o Zé Povinho gosta é de palhaços tipo Valentim Loureiro, Alberto João Jardim, ISaltino Morais… Quanto mais polémicos, trafulhas e malcriados, mais o povo Português se identifica e revê neles. Rui Rio é demasiado cinzentão para os Portuguêses. Não mete estilo com aquele ar de honesto.

      • Só vamos atingir a média europeia quando a nossa conduta ética, a nossa produtividade e o nosso sentido de autorresponsabilidade forem os da média europeia.

    • Não espera… O Santana Elefante Branco é que é bom. além do resultado brilhante que teve nas eleições Europeias, só é bom mesmo é a falar ao telemóvel enquanto conduz.

  2. E de fazer rir esta mixórdia com o nome de sondagem. Por um lado diz que 40% quer o PS, mas os mesmos dizem que António Costa não presta para primeiro ministro !
    Que bebedeira é esta ?

  3. As sondagens, os jornalistas e os comentadores encarteirados parecem continuar a fazer tudo para levar Costa ao colo. Enquanto este vento durar as oposições terão que ficar em terra e esperar que estes ventos acalmem. O tempo é que começa a ser curto para mudar este estado de coisas. Os próximos tempos irão certamente provar que teve razão e talvez não sejam muito longos. Oxalá que para o país e para os portugueses não seja demasiado tarde.

  4. Palhaços, faz de conta, ilusionistas, é o que o zé Portugal quer. Já foi assim no passado muito recente. Já esqueceram? Ter um dívida de cerca de 800 MILHÕES DE EUROS para pagar é obra. Portanto é uma questão de tempo. Ou não pagamos e somos corridos como outros serão ou a Europa cai como um baralho de cartas. Depois voltamos ao antigamente.

Tribunal da Concorrência confirma coima de 75 mil euros a Ricardo Salgado

O Tribunal da Concorrência confirmou, esta quinta-feira, a coima de 75 mil euros aplicada pelo Banco de Portugal a Ricardo Salgado, no caso do financiamento do Grupo Alves Ribeiro (GAR) para compra de ações da …

Mais três mortes e 339 novos casos de covid-19 em Portugal

Portugal regista, esta quinta-feira, mais três mortes e 339 novos casos de infeção por covid-19 em relação a quarta-feira, mostra o boletim mais recente da DGS. Segundo o boletim diário da Direção-Geral de Saúde (DGS), dos …

Crise entrou em nova fase mas mundo "não está fora de perigo", diz FMI

A diretora do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, disse esta quinta-feira que a crise provocada pela pandemia entrou numa nova fase, que exige flexibilidade para assegurar "uma recuperação sustentável e equitativa", alertando que o mundo …

China bane importação de ovelhas portuguesas

As alfândegas chinesas baniram as importações de ovelhas e produtos relacionados de Portugal, alegando um aviso da Organização Mundial de Saúde Animal sobre um surto de paraplexia enzoótica dos ovinos na Guarda. A notícia foi avançada …

Tânia já pode abraçar os filhos. Livrou-se do coronavírus ao 16º teste após 4 meses isolada

A algarvia Tânia Poço foi, finalmente, dada como "curada" de covid-19 após quatro meses de confinamento. Aquele que terá sido o caso mais prolongado da infecção em Portugal, chegou ao fim com o 16º teste …

Exame de Matemática A criticado. Prova "infeliz" não permite "distinguir" alunos

A Sociedade Portuguesa de Matemática (SPM) criticou esta quinta-feira a elaboração do exame nacional de Matemática A, prova realizada por mais de 38.699 alunos que pretendem concorrer ao Ensino Superior. No entender da SPM, "o …

Ninguém quer o novo aeroporto do Montijo. Medina apela a "avanço" na decisão

Autarcas e ambientalistas foram ouvidos, esta quarta-feira, no Parlamento, onde se discutiu o projeto do novo Aeroporto do Montijo. A posição de ambos parece clara: ninguém quer avançar com a ideia. A construção do aeroporto …

Pandemia acelera nos Estados Unidos. Uso de máscara pode salvar 40 mil vidas

Os Estados Unidos ultrapassaram pela primeira vez a barreira dos 70 mil casos de covid-19, nas últimas 24 horas, elevando para mais de 3,49 milhões o total de contágios no país, indicou a Universidade Johns …

Presidente polaco falou ao telefone com Guterres sobre a comunidade LGBT e a 2.ª Guerra (mas não era Guterres)

O recém-eleito Presidente da Polónia, Andrzej Duda, julgava que estava a conversar por telefone com António Guterres, secretário-geral das Nações Unidas. Falou-se da pandemia, da comunidade LGBT e da II Guerra Mundial. Porém, do outro …

Itália pediu ajuda, Europa ficou em silêncio e o vírus cavalgou por todo o continente

A lenta resposta a um inimigo invisível, a falta de stock de equipamentos de proteção, um Ocidente a festejar o Ano Novo e uma Europa com as atenções centradas no Brexit. Um cocktail desastroso que …