Legislativas. PSD já está a 18 pontos do PS

(dr) partidosocialista / Flickr

O primeiro-ministro António Costa

De acordo com uma sondagem da Pitagórica, o PS alarga o fosso para o PSD, registando quase o dobro das intenções de voto. O estudo realizado ainda antes das eleições europeias coloca os socialistas na casa dos 40% e o Bloco de Esquerda consolida o terceiro lugar.

Os socialistas parecem manter uma trajetória de subida. Uma sondagem realizada pela Pitagórica para a TSF e Jornal de Notícias aponta para uma vitória do PS com 40,4% das intenções de voto, caso se realizassem agora eleições legislativas.

De acordo com a sondagem, seria uma vantagem de 18 pontos percentuais face ao PSD, que se ficaria pelos 22,5%, o pior resultado de sempre do partido numas legislativas.

Este estudo foi realizado ainda antes das eleições europeias do passado domingo. Para os socialistas, significaria mais oito pontos relativamente às eleições de 2015 e cinco face à última sondagem da Pitagórica, realizada no mês passado.

A subida do PS faz-se à custa do principal adversário, o PSD de Rui Rio, se o ponto de comparação for o barómetro do mês passado: os três pontos percentuais que o PS soma são os mesmos três pontos que a projeção subtrai ao PSD.

O CDS também recua face à sondagem de abril, de 6,5% para 6,1%. Por outro lado, os parceiros da geringonça também perdem: o Bloco de Esquerda arrecadaria 8,2%, um pouco abaixo da anterior sondagem, e o PCP mantém os 6,5%. Já o PAN regista uma subida face à última sondagem, dos 2,8% para os 3,6%. Segundo a TSF, a Aliança teria 1,5%, mantendo a possibilidade de eleger Santana Lopes.

O estudo da Pitagórica mostra que ainda há 16,7% de indecisos, embora signifique uma queda face aos 21,3% de abril. As percentagens são mais elevadas, sobretudo, entre mulheres (19,5%), jovens (acima de 20% entre os 18 e os 34 anos), e em Lisboa (22,4%).

A sondagem colocou também a questão sobre em quem os inquiridos nunca votariam para primeiro-ministro: Jerónimo de Sousa lidera (com 73%) e Pedro Santana Lopes vem a seguir (com 70%). 53% dizem que não votariam em Rio, valor que desce para os 41% quando a pergunta é sobre António Costa.

ZAP //

PARTILHAR

12 COMENTÁRIOS

    • Agradece mas é ao putanheiro do Santana ter dividido o PSD pra reinar. Não deixaram reinar no PSD arranjou um feudozinho só pra ele e provocou a dissidência que se viu. Claro que os ranhosos anarco-capitalistas foram todos votar nele mas isso enfraqueceu o PSD.

      Eu não sei se o nosso amigo Kim Kolhão sabe o que que quer dizer “social democrata”, mas está lá bem escrito na sigla do PSD: Partido Social Democrata. Mas pelos vistas para si, o normal era um partido que se entitula “social democrata”, ser neo-liberal ou neo-conservador.

  1. Comunista? Rui Rio está a tentar limpar os podres do partido que são muitos, tal como todos os partidos têm, e por isso é que o lambão do Santana fugiu do partido. De todos os atuais líderes políticos, é único a quem não podem apontar o dedo. Fez um excelente trabalho no Porto, é prático e direto nas suas ações, não anda com floreados a enganar o povo como muitos gostam. Este Governo anda a enganar quem quer ser enganado, promete tudo mas não dá nada, dá com uma mão e tira muito mais com a outra, como é o caso do imposto nos combustíveis. Este Governo iludiu os portugueses à custa do sacrifício dos mesmos, gastou o que tinha e não tinha e segundo os especialistas, adivinha para breve nova crise pior que a anterior.

    • O seu elogio a Rui Rio é justíssimo e perfeito. O problema é que o povo Português nunca gostou nem se deixa excitar por líderes honestos como Rui Rio. Não têm graça… Esta malta gosta é de Valentins Loureiros, e de Isaltinos Morais. É neles que o povo se revê porque o povo é assim trafulha como eles.

      O Tuga médio, com o seu jeito para andar em zigue-zague e o seu jogo de cintura tradicional, não gosta de políticos que cortam a direito. Senão Rui Rio estaría à frente nas sondagens, e Paulo Morais tería ganho as europeias. Isso era o que tería acontecido na Islândia, mas nós estamos em Portugal e o Zé Povinho gosta é de palhaços tipo Valentim Loureiro, Alberto João Jardim, ISaltino Morais… Quanto mais polémicos, trafulhas e malcriados, mais o povo Português se identifica e revê neles. Rui Rio é demasiado cinzentão para os Portuguêses. Não mete estilo com aquele ar de honesto.

      • Só vamos atingir a média europeia quando a nossa conduta ética, a nossa produtividade e o nosso sentido de autorresponsabilidade forem os da média europeia.

    • Não espera… O Santana Elefante Branco é que é bom. além do resultado brilhante que teve nas eleições Europeias, só é bom mesmo é a falar ao telemóvel enquanto conduz.

  2. E de fazer rir esta mixórdia com o nome de sondagem. Por um lado diz que 40% quer o PS, mas os mesmos dizem que António Costa não presta para primeiro ministro !
    Que bebedeira é esta ?

  3. As sondagens, os jornalistas e os comentadores encarteirados parecem continuar a fazer tudo para levar Costa ao colo. Enquanto este vento durar as oposições terão que ficar em terra e esperar que estes ventos acalmem. O tempo é que começa a ser curto para mudar este estado de coisas. Os próximos tempos irão certamente provar que teve razão e talvez não sejam muito longos. Oxalá que para o país e para os portugueses não seja demasiado tarde.

  4. Palhaços, faz de conta, ilusionistas, é o que o zé Portugal quer. Já foi assim no passado muito recente. Já esqueceram? Ter um dívida de cerca de 800 MILHÕES DE EUROS para pagar é obra. Portanto é uma questão de tempo. Ou não pagamos e somos corridos como outros serão ou a Europa cai como um baralho de cartas. Depois voltamos ao antigamente.

Governo disponível para retomar reuniões no Infarmed (mas nega falta de informação)

O Governo manifestou esta quinta-feira “abertura para retomar as reuniões” no Infarmed sobre o ponto de situação da epidemia de covid-19, mas rejeitou falhas na informação ao parlamento e aos partidos. Na conferência de imprensa do …

Israel e Emirados Árabes Unidos alcançam "acordo histórico" mediado pelos Estados Unidos

O Presidente norte-americano, Donald Trump, anunciou esta quinta-feira que Israel e os Emirados Árabes Unidos concordaram em estabelecer relações diplomáticas plenas, como parte de um acordo para impedir a anexação israelita de terras ocupadas pelos …

Em contingência, Câmaras de Lisboa passam a definir horários do comércio. O (pouco) que muda este sábado

A generalidade de Portugal continental continuará em situação de alerta e a Área Metropolitana de Lisboa em situação de contingência até ao final do mês devido à pandemia de covid-19, anunciou o Governo. Segundo explicou esta …

Três meses depois do anúncio, o apoio de emergência às Artes ainda não chegou

Cinquenta das 311 entidades abrangidas pela Linha de Apoio de Emergência às Artes, dotada de 1,7 milhões, ainda não tinham esta quinta-feira recebido o valor que lhes foi atribuído, três meses depois do anúncio dos …

Avaliação dos professores, "mock exams" e testes no outono. Britânicos podem "escolher" as próprias notas

O Governo britânico deu aos estudantes de liceu três alternativas diferentes para obterem o resultado das suas avaliações deste ano letivo, que foi atípico devido à pandemia de covid-19. De acordo com o jornal britânico The …

Governo reitera que não há exceções para a Festa do Avante. Críticas multiplicam-se

A ministra de Estado e da Presidência destacou que o Governo “não tem competências legais ou constitucionais” para proibir iniciativas políticas como a Festa do Avante!, mas salientou que não serão admitidas exceções às regras. Na …

Trabalhadores que estiveram em lay-off durante pelo menos 30 dias também vão ter bónus

O Conselho de Ministros aprovou um decreto-lei que clarifica que os trabalhadores que estiveram em lay-off por mais de 30 dias consecutivos, mesmo sem completar um mês civil, vão receber o complemento de estabilização. "Criado com …

Marcelo pede tolerância zero contra o racismo (e pede “sentido nacional” a Governo e oposição)

O Presidente da República recomendou esta quinta-feira aos democratas “tolerância zero” e “sensatez” para combater o racismo, ao comentar as ameaças de que foram alvo três deputadas e outros sete ativistas. “Os democratas devem ser muito …

43% das escolas no mundo sem condições de higiene para reabertura segura

Mais de 40% das escolas no mundo não têm acesso a condições básicas de higiene, como água para lavar as mãos e sabão, aumentando os riscos de reabertura no contexto da pandemia de covid-19, alertam …

Mais seis mortes, 325 novos casos e 237 recuperados

Portugal regista esta quinta-fira mais seis mortes por covid-19, 325 novos casos de infeção e mais 237 pessoas dadas como recuperadas em relação a quarta-feira, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo …