Linha de Fundo: Leão domável e jackpot para o dragão

Crónica ZAP - Linha de Fundo por Teófilo Fernando

A primeira derrota do campeão Sporting. Dragão enche o cofre. As frases e números da semana. Visto da Linha de Fundo.

Salvar a honra

  • SL Benfica (Seferovic 12′ e 49′ g.p., Pizzi 29′, Lucas Veríssimo 37′) 4 – 3 Sporting CP (Pedro Gonçalves 45′ e 77′, Nuno Santos 62′)

A derrota no Estádio da Luz com o Benfica tirou ao Sporting a possibilidade de, pela primeira vez na sua história, terminar um campeonato sem qualquer derrota averbada. Até hoje, apenas Benfica e FC Porto (duas vezes cada) haviam alcançado esse registo.

Vitória absolutamente merecida dos encarnados, globalmente melhor equipa, sempre mais audaz e assertiva.

O que aconteceu no relvado da Luz foi suficiente para o Benfica se tornar na única equipa a vencer o Sporting 2020-2021.

Entrou muito bem o Benfica, foi mais agressivo, esteve sempre mais comprometido com o jogo. O Sporting desiludiu, mostrando falta de concentração, parecendo alheado do jogo, cometendo erros em demasia.

Claramente superior na primeira parte, aos 37 minutos o Benfica já vencia por 3-0. Os leões ainda reduziram antes do intervalo, mas no regresso ao jogo o Benfica voltou a marcar e a ampliar o resultado. Mais um golpe sentido pelos leões.

Foi o momento do campeão puxar dos galões e arrancar para o resto da segunda parte em grande nível, conseguindo voltar a marcar por duas vezes. Crescia o Sporting, perdia gás o Benfica, sofrendo em demasia para segurar a vantagem. Ficou mais uma vez provado que a equipa de Jorge Jesus revela dificuldade em saber gerir vantagens.

Seferovic e Pedro Gonçalves bisaram e continuam empatados na liderança da lista dos melhores marcadores da Liga. Restam 90 minutos para decidir esta questão. Ambos estiveram em destaque no dérbi, que nem o mais otimista dos adeptos de futebol apostaria num desfecho assim: sete golos, emoção até fim, liberdade tática, criatividade e bom futebol. E nada de polémica, o que saúda.

O campeão ainda tentou apagar uma primeira parte para esquecer, mas conheceu o sabor da derrota ao fim de 33 jornadas. Nada que possa esbater uma temporada brilhante e (quase) imaculada, perante um Benfica a mostrar orgulho e honra.

Para a história fica um dérbi para recordar.

Milhões e aflições

  • Rio Ave FC 0 – 3 FC Porto (Toni Martínez 56′, Luis Díaz 59′, Sérgio Oliveira 68′)

O FC Porto garantiu o segundo lugar na Liga e consequente qualificação direta para a fase de grupos da Liga dos Campeões 2021/2022, que lhe vale, desde logo, um encaixe financeiro de pelo menos 38,518 milhões de euros. Os dragões vão participar pela 25.ª vez na Champions.

Com uma segunda implacável, os portistas marcaram três golos em menos de 15 minutos e resolveram o destino do jogo, deixando o Rio Ave numa posição desesperada.

Toni Martinez foi o primeiro a marcar, após excelente jogada de João Mário, e cinco minutos depois Luis Díaz ampliou o resultado, marcando um grande golo. A seguir, Sérgio Oliveira saltou do banco e na primeira vez que tocou na bola fez o terceiro, acabando de vez com qualquer aspiração do Rio Ave, uma equipa em queda livre na tabela classificativa. Já não ganha há 11 jogos e parte para a última jornada em zona de descida.

O emblema de Vila do Conde termina o campeonato na Madeira, em casa do Nacional, e depende de terceiros para a manutenção. Falta confiança a um plantel com qualidade, mas incapaz de segurar o adversário, como foi o caso da receção ao FC Porto, ou aproveitar os lances ofensivos que teve.

Depois de uma primeira parte em que o Dragão esteve adormecido, e perante a necessidade de vencer para garantir o acesso direto à Champions, a equipa de Sérgio Conceição entrou forte para o segundo tempo, pressionou o Rio Ave, controlou o jogo e precisou de 15 minutos para somar mais 3 pontos, conquistando uma vitória milionária. Falhado o grande objetivo, fica o consolo de uma posição na tabela com direito a música.

Os adeptos o FC Porto vão voltar a ouvir o hino da Champions.

Números da Semana

  • 25 – FC Porto garante a entrada direta na Liga dos Campeões. É a 25.ª participação em 30 edições neste formato (83% de presenças). Equipas com mais presenças na Champions: 26 – Real Madrid e Barcelona, 25 – FC Porto e Bayern de Munique.
  • 1 – Sporting sofreu a primeira derrota na Liga 2020/2021: perdendo, assim, a oportunidade de terminar pela primeira vez a prova sem derrotas.
  • 1 – Primeira vez que uma equipa orientada por Rúben Amorim sofre 3 golos num jogo da Liga.
  • 20 – Seferovic chegou ao golo 20 numa época na Liga. 23 golos: 2018/19 (melhor marcador da prova). 20 golos: 2020/21.
  • 20 – 20.º golo de Pedro Gonçalves na Liga : iguala Seferovic como melhor marcador da prova.
  • 11 – Rio Ave está há 11 jogos sem vencer, o pior registo da época.
  • 18 – O Nacional Madeira é o 1.º despromovido da Liga 2020/21: a equipa madeirense vai terminar a prova no último lugar pela 3.ª vez (1990/91, 2016/17 e 2020/21).
  • 13 – Cristiano Ronaldo marcou o golo 100 pela Juventus. 80 golos na Serie A, 14 golos na Liga dos Campeões, 4 golos na Taça e 2 golos na Supertaça. É o 3.º clube onde chega a esta marca, depois do Manchester United (118) e do Real Madrid (450).
  • 3 – Cristiano Ronaldo foi o terceiro atleta mais bem pago do mundo em 2020, de acordo com o relatório anual da Forbes, num ranking liderado pelo lutador irlandês Connor McGregor e por Lionel Messi. Em relação aos números de 2019, o português caiu para a terceira posição, com ganhos de 120 milhões de dólares (cerca de 99,5 milhões de euros).
  • 50 – Bruno Fernandes completou 50 jogos na Premier League. 20.º jogador português a chegar a este registo (48 jogos a titular, 26 golos e 18 assistências).
  • 27 – André Silva é o jogador do Eintracht Frankfurt com mais golos numa única época da Bundesliga.
  • 100 – Na 6.ª época ao serviço da Juventus e no 252.º jogo, Dybala (5.º golo da temporada) marcou o golo 100 pelo clube.
  • 40 – Lewandowski igualou o melhor registo de sempre de um jogador (Gerd Muller, em 1971/72) numa só época na Bundesliga, ao marcar o seu 40.º golo no campeonato da Alemanha.
  • 31 – Pep Guardiola conquistou o 31.º título da carreira: é tricampeão em 3 países diferentes (Espanha/Barcelona, Alemanha/Bayern Munique e Inglaterra/Manchester City).
  • 3 – Pep Guardiola conquistou o seu 3.º título na Premier League e igualou Wenger e José Mourinho como 2.º treinador com mais títulos na prova.
  • 5 – 4 anos depois, o Dortmund volta a conquistar a Taça da Alemanha : 5.º título do clube na competição (1965, 1989, 2012, 2017 e 2021).
  • 500 – Koke completou o jogo 500 pelo Atlético Madrid. Tornou-se o 2.º jogador com mais jogos pelo clube, depois de Adelardo Rodríguez (553).
  • 200 – Mohamed Salah cumpriu o jogo 200 pelo Liverpool: 124 golos marcados, 4 títulos.
  • 50 – Bruno Fernandes completou 50 jogos na Premier League: 48 jogos titular, 26 golos marcados.
  • 1 – O Leicester venceu a Taça de Inglaterra pela 1.ª vez na história. Já conquistou a Premier League, a FA Cup, a Taça da Liga, a Supertaça, o Championship e a League One.

Frases da Semana

“Jorge Jesus deu-me os parabéns pessoalmente e disse-me que estava à espera de me dar os parabéns pessoalmente. Eu desejei-lhe boa sorte para a Taça. Foi basicamente isso.” Rúben Amorim, treinador do Sporting CP.

“Se ligasse aos recordes, preparava a equipa de outra maneira.” Rúben Amorim, treinador do Sporting CP.

“Não tenho dúvidas nenhumas. Falar é uma coisa, provar é outra. E está provado pela segunda volta. A partir do momento em que os jogadores do Benfica ficaram saudáveis, a partir do momento em que começaram a trabalhar as horas e com intensidade, começaram a evoluir e fizeram a segunda volta que está aí: não é conversa. Não é conversa, são as vitórias. Agora, nunca mais conseguimos recuperar os pontos de atraso. Fizemos uma boa recuperação, mas os nossos rivais também não perderam pontos. São os números e não podemos mudar isso.” Jorge Jesus, treinador do SL Benfica.

“Foi com muita satisfação que tomei conhecimento que a UEFA marcou a final da Champions para o dia 29 de maio aqui no Estádio do Dragão. É importante para o FC Porto, para o futebol português, para a cidade, e para o próprio país. Demonstra que em Portugal se consegue realizar grandes eventos mesmo em pandemia, e depois da vergonha que se assistiu em Lisboa há dois dias, é necessário desmanchar essa má imagem que Portugal deu, que as autoridades em Lisboa deram, pois permitiram que houvesse aquela cena degradante em termos de defesa da saúde pública. Tudo isto é possível porque a Federação Portuguesa de Futebol, nomeadamente o seu presidente, tem um grande prestígio na UEFA e, portanto, quando avalizam a realização desta prova aqui é porque conhecem bem o FC Porto. Estou certo de que tudo decorrerá da melhor maneira.” Pinto da Costa, presidente do FC Porto.

“Mais uma vez dirigimo-nos aos nossos parceiros de Portugal para nos ajudarem, tanto à UEFA como à Liga dos Campeões, e estou, como sempre, muito grato à Federação Portuguesa de Futebol e ao Governo português por terem aceitado organizar o jogo com um tempo de preparação tão curto. Têm trabalhado incansavelmente com constrangimentos de tempo tão apertados para encontrar soluções para os desafios de organizar um encontro com esta magnitude. Sempre que existe um obstáculo, têm sido criativos nas soluções encontradas e o sucesso de organizarem a final deste ano é claramente devido ao trabalho árduo e à persistência que têm apresentado.” Aleksander Ceferin, presidente da UEFA.

“O Sporting foi campeão dentro de campo porque soube primeiro ser campeão fora dele. Esta vitória deve fazer-nos a todos parar, reflectir e efectuar um exame de consciência.” André Bernardo, administrador da SAD do Sporting CP.

“Podia terminar a minha carreira hoje. Que a vitória maior que eu algum dia poderia ter consegui ontem. Não só o troféu. Mas vi com os meus olhos o gigante que o Sporting é.” Luís Neto, jogador do Sporting CP, numa mensagem publicada nas redes sociais.

“Não é por mim, é pelo do futebol português. Felizmente já venci 3 vezes e ninguém fez guarda de honra. Não é normal. Normal é dar os parabéns e isso já fiz. Importante é o jogo e nada mais do que isso.” Jorge Jesus, treinador do SL Benfica.

“Foi um justo vencedor, da minha parte, do grupo de trabalho e do Sporting de Braga, endereço os parabéns ao Sporting por ser o novo campeão.” Carlos Carvalhal, treinador do SC Braga.

“É sempre um sentimento especial atingir os 100 golos pela minha equipa. Orgulhoso deste número, feliz por ajudar a Juve e por ver também Dybala chegar ao seu golo 100. Parabéns Paulo Dybala.” Cristiano Ronaldo, jogador da Juventus, numa mensagem publicada nas redes sociais.

“Cristiano está orgulhoso pelo título conquistado pelo Sporting, aliás como tem demonstrado publicamente. Mas de momento os planos para a carreira dele não passam por Portugal.” Jorge Mendes, empresário de Cristiano Ronaldo.

“Vou para Turim e já falo com ele. Para o ano ele vai jogar lá em Alvalade, vou convencê-lo e ele ainda vai voltar.” Dolores Aveiro, mãe de Cristiano Ronaldo.

“Estou feliz por terem votado em mim. Quando cheguei não foi muito fácil. Não estávamos a ganhar jogos e a culpa também era minha, porque também estava em campo. Estou feliz por ter conseguido mudar a opinião das pessoas e estou muito contente por receber este prémio.” Julian Weigl, jogador do SL Benfica, eleito futebolista do ano/galardão Cosme Damião.

“Neste momento é o FC Porto. O estilo de jogo deles é mais direto, são mais práticos. São elaborados, mas não perdem tempo e vão logo direto ao golo. Mas o Sporting também apresentou um sistema tático interessante, também acho que me encaixava bem.” Beto, jogador do Portimonense.

“Esta é a pior temporada da minha carreira. Tenho que o admitir. Se me perguntas o que se passa, tenho de me esforçar para ter dar uma resposta. Pessoalmente, não sei. Sempre tento ser positivo, tanto se as coisas vão bem, como se vão mal. Questiono-me o tempo todo. Inclusive, já fiz exames médicos para ver o meu corpo. Estou a comer os alimentos certos ou há algo de errado? Mas eles verificaram os resultados e está tudo bem.” Sadio Mané, jogador do Liverpool.

Momento da Semana: Becker brilha até na baliza adversária

O Liverpool venceu em casa do West Bromwich por 1-2. Apesar de jogar contra uma equipa já despromovida, o ex-campeão inglês teve muitas bastantes e foi preciso aparecer Alisson Becker no último minuto dos descontos para garantir os três pontos para a equipa de Diogo Jota, afastado por lesão até ao final da temporada.

Um golaço de cabeça de Becker!

O primeiro guarda-redes a marcar na história do Liverpool, bem como na presente edição da Premier League.

Teófilo Fernando, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Inteligência Artificial está a "alimentar" a violação dos direitos humanos, alerta ONU

Num novo relatório, a Organização das Nações Unidas (ONU) alertou os países que o uso imprudente de Inteligência Artificial (IA) pode estar a pôr em causa o respeito pelos direitos humanos. Michelle Bachelet, Alta Comissária das …

Foi viajar e não voltou. O misterioso desaparecimento de Gabby Petito (e do namorado)

Gabrielle Petito, uma jovem norte-americana de 22 anos, desapareceu misteriosamente. Gabby foi viajar com o namorado, que voltou para casa sozinho e não quis contar o que aconteceu — e agora também está desaparecido. Gabby Petito, …

Aos 101 anos, Ginny é a "Senhora Lagosta" e não planeia reformar-se

Virginia Oliver continua a trabalhar na pesca da lagosta, apesar de já ter 101 anos de idade. 'Ginny' não planeia reformar-se e já se tornou um meme na internet. Virginia 'Ginny' Oliver tem 101 anos e …

Dinamarca. Reclusos condenados a prisão perpétua proibidos de iniciar novos romances

Os reclusos que cumprem prisão perpétua na Dinamarca serão proibidos de iniciar novos relacionamentos amorosos, decisão proposta pelo governo após uma jovem de 17 anos se apaixonar por Peter Madsen, que assassinou a jornalista Kim …

Casal queria que o seu filho se chamasse Vladimir Putin. A Suécia não deixou

Na Suécia, os pais são obrigados a comunicar os nomes dos seus filhos recém-nascidos ao Skatteverket nos primeiros três meses a partir do nascimento. Um casal sueco, que vive na cidade de Laholm, foi proibido pela …

44 jogos seguidos sem ganhar. Mas o presidente não está preocupado

O Atlético Mogi não vence qualquer jogo oficial há mais de quatro anos. Perdeu em 42 desses 44 duelos. 17 de Junho de 2017 foi o último dia em que o Atlético Mogi venceu um jogo …

Autárquicas: António Costa promete que os municípios terão mais mil milhões de euros

O secretário-geral do PS, António Costa, indicou hoje, em Celorico de Basto, no distrito de Braga, que os municípios “vão passar a ter, a partir de abril, mais mil milhões de euros que acompanham a …

Mais de trinta anos após ter sido lançada ao mar no Japão, mensagem em garrafa é encontrada no Hawaii

Durante uma viagem ao Hawaii, uma jovem de apenas 9 anos encontrou uma garrafa que foi lançada ao mar há mais de trinta anos. Esta continha uma mensagem que, posteriormente, acabou por revelar uma experiência …

Mais 939 infeções, sete mortes e nova redução nos internamentos

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 939 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, sete mortes atribuídas à covid-19 e nova redução nos internamentos em enfermaria e cuidados intensivos. De acordo com o boletim epidemiológico da …

Milionário norte-americano Robert Durst condenado por matar melhor amiga

O milionário norte-americano Robert Durst, tornado famoso por um documentário do canal HBO, foi condenado na sexta-feira num tribunal de Los Angeles, nos Estados Unidos, por matar a melhor amiga, um crime que remonta a …